Simples checklist reduz mortes acidentais em cirurgias

Estudos liderados pelo Dr. Atul Gawande, da Universidade de Harvard, em Boston, determinam que uma simples conferência de informações básicas antes de cirurgias pode cortar pela metade o número de complicações cirúrgicas por erro médico.

O objetivo é evitar situações embaraçosas como esquecer instrumentos cirúrgicos dentro de dos pacientes, como mostra a imagem acima. É possível ver no raio X a terrível situação em que uma tesoura de 17cm foi deixada dentro da cavidade abdominal de uma paciente de 67 anos em Sydney, na Austrália. Ela sofreu uma cirurgia em maio de 2001 e continuou com severas dores abdominas. A tesoura foi removida em outubro de 2002.

Dentre os itens básicos a serem verificados no novo estudo encontra-se o nome do paciente, suas alergias, que procedimentos deverão ser efetuados e a quantidade de agulhas e outros instrumentos esterilizados que serão utilizados durante o processo cirúrgico.

A idéia foi testada com algumas equipes de médicos que, na sua maioria, duvidaram do procedimento. Cerca de 7.500 pacientes foram operados de acordo com esse método em oito cidades: Toronto, Seattle, Londres, Nova Délhi, Amman, Auckland, Manira e Ifakara.

A média de complicações cirúrgicas nessas cidades era de 1.5% e caiu para 0.8% com a checagem.

O maior desafio é fazer com que os médicos adquiram esse hábito. Mas assim que for testado e sua eficiência for identificada, “o método se tornará tão essencial na medicina quanto o estetoscópio”, afirmou Gawande.

Portanto, tente convencer o seu médico. Como diria Pelé: “Fale com seu médico. Eu falaria”. [Reuters, MSNBC]

Por: Alessandra NogueiraEm: 19.01.2009 | Em Bem-estar, Outras  | Tags: ,  
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 4,00 de 5)
Curta no Facebook:

2 respostas para “Simples checklist reduz mortes acidentais em cirurgias”

  1. HOJE! 30/05/2010, EM UMA CIRURGIA DE PSEUDOARTROSE DE PUNHO (POR VIDEO) EM UM HOSPITAL PARTICULAR ! APÓS REALIZAÇÃO DO TIME OUT, META QUATRO DA JCI EM PROCESSO DE ACREDITAÇÃO! COM O CLIENTE JÁ ANESTESIADO! E APÓS REVISADO A LISTA DO MATERIAL PARA SO,FOI OBSERVADO QUE NÃO HAVIA EM SALA A OTICA 1.9 PARA PUNHO!!! O QUE FAZER? OU SEJA FOI REALIZADO O PROCEDIMENTO COM TÉCNICA CONVENCIONAL, POIS FOI INFORMADO PELO REPRESENTANTE QUE O HOSPITAL POSSUIA A OTICA. AINFORMAÇÃO ESTAVA ERRADA. PERGUNTO PORQUE QUE ESSE MATERIAL QUE ESTAVA FALTANDO PARA SO, NÃO FOI PERCEBIDO SUA AUSÊNCIA QUANDO RECEBIDO NA CME? UMA DAS MAIORES FALHAS NA ENFERMAGE! META 2 DA JCI “COMUNICAÇÃO EFETIVA”, FALHOU!!!! PRECISAMOS NOS ATENTAR A CONFERÊNCIA DE TODO O MATERIAL NECESSÁRIO PARA UMA CIRURGIA. “ANTES DE COLOCAR O PACIENTE EM SALA”. VAI ESSA DICA!!!

  2. “Olha isso pode não ser uma realidade para eles ainda, mais morro em Birigui interior de São Paulo e isso para nós já é uma realidade cotidiana, pois a cada cirurgia feita é contado todo intrumental antes e após a cirurgia.Isso para nós já uma realidade, isso que somos interior de terceiro mundo srrsrsrsrs!!!”

Deixe uma resposta