Para queimar as gordurinhas, o negócio é não comer antes de se exercitar

Por , em 9.06.2010

Fazer exercício de estômago vazio pode ser uma boa ideia afinal. Apesar de muitos atletas comerem antes do treino, cientistas dizem que a solução para se livrar de gordura é pular o lanche. Vários estudos sugerem que fazer exercício enquanto seu corpo está com pouca comida pode ser uma boa maneira de cortar o excesso de gordura. Em um estudo recente, pesquisadores europeus descobriram que ciclistas que treinam sem comer queimam significativamente mais gordura do que seus colegas que comem.

Músculos geralmente obtêm sua energia dos carboidratos, que é por isso que atletas como Lance Armstrong e Michael Phelps mandam ver enormes quantidades de alimento antes de um treino. Porém, se você não comeu antes do exercício, seu corpo não tem muitos carboidratos na reserva. Isso o obriga a queimar gordura em vez de carboidrato, de acordo com cientistas.

“Quando você se exercita (em jejum), a adrenalina está alta e sua insulina, baixa”, explica Peter Hespel, professor de fisiologia do exercício pela Universidade de Leuven, na Bélgica. “Essa relação é favorável para os seus músculos para quebrar mais ácidos graxos”.

Em um estudo publicado em abril, pesquisadores da Universidade de Birmingham designaram sete pessoas a um pedalar três dias por semana, seguido de uma sessão mais intensa de exercícios uma hora mais tarde, sem comer. Outras sete pessoas fizeram a mesma coisa, mas sem a instrução de jejuar. Embora os membros do grupo em jejum tenham tido um pior desempenho no treinamento intensivo, eles queimaram uma proporção maior de gordura do que o grupo que comeu. Os resultados foram publicados na revista da Faculdade Americana de Medicina Esportiva.

Apesar de Hespel e seus colegas terem estudado principalmente os efeitos do exercício sem comer em pessoas jovens e saudáveis, ele acha que o método poderia também ajudar as pessoas com problemas como o diabetes. Como o exercício em jejum produz músculos que são melhores para absorver a glicose – o que é importante para prevenir diabetes – Hespel acredita que a estratégia também ajuda os diabéticos a controlar seus níveis de insulina.

Outros especialistas, entretanto, são mais céticos e alertam que as pessoas não devem se exercitar sem ter ingerido pelo menos um pequeno lanche antes. “Eu acho que é realmente uma idéia muito ruim”, diz Alexis Chiang Colvin, especialista em medicina esportiva do Hospital Mount Sinai em Nova York, que já trabalhou com futebol americano e de equipes de hóquei. “Se o açúcar no seu sangue estiver baixo, você pode acabar ficando tonto e incapaz de realizar o exercício”, acredita. Ela também alerta que a estratégia pode tornar as pessoas mais propensas a lesões e que a alimentação é importante para que o corpo tenha nutrientes suficientes para se recuperar de uma sessão de exercícios. [Msnbc]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

5 comentários

  • Eduardo Gois:

    Se eu não comer eu desmaio; =/

  • jsevero:

    as pesquisas que defendem a prática de exercícios em jejum não são hegemônicas e geralmente apresentam sérias falhas teóricas e metodológicas. Há alguns princípios fisiológicos conhecidos há muito tempo que alguns pesquisadores tentam contrariar para ganha notoriedade. 1) a gordura queimada durante o exercício é quase irrelevante a não ser que você seja atleta de resistência como um maratonista; 2)para “queimar” gordura no exercício, a mesma precisa ser convertida em glicose. E para que isso aconteça, você precisa ter glicose de reserva para gastar… é como se fosse o motor de arranque de um carro; 3) A quantidade de gordura consumida no exercício em jejum num mesmo periodo de tempo é ligeiramente maior do que em não jejum (cerca de 2 a 5%), mas o tempo de exercício (variavel mais importante para emagrecimento) se torna muito inferior. 4) finalmente, descobertas feitas em atletas são tão aplicáveis para não atletas quanto experiências em modelos animais (ratos de laboratório)que, geralmente, representam o inicio do debate (indício) para uma comprovação científica. Logo, há necessidade de que se compreenda melhor o processo de comprovação científica para não divulgar supostas descobertas que podem colocar em risco a saúde pública… Exercício em jejum é perigoso para a saúde!
    P.S: usuário “Duvida”, não há nenhuma pesquisa séria que ateste que a carnitina funciona para acelerar a utilização de gordura como fonte de combustível em seres humanos…só em alguns ratos de laboratório!

  • Duvida:

    Estou pensando em tomar carnitina antes de malhar para perder um pouco de gordura abdominal, mas tenho medo de emagrecer o restante do corpo, pois eu não sou gorda, so tenho um pouco de gordura na barriga. Eu malhava antigamente, mas em 1 ano q fiquei parada fuquei com 83 cm de abdomem (de75) e meu quadril de 105 caiu para 103… sera que vou emagrecer demais?

  • TrioParadaDura:

    Concordo com o Douglas =P

    Ao contrario da materia, tento ganhar peso, mas esta dificil.
    ^^

    Na maioria das vezes que estou fazendo exercicio me da fome, e olha que como alguma coisa antes e quando chego em casa tomo suco de laranja e alguns minutos depois como algo um pouco mais pesado.

    Com isso tenho mantido o peso. O que está fazendo diferença mesmo é a alimentação no decorrer do dia. Quando comer, não é bom exagerar, mesmo que a comida seja a melhor, bom é aprender o limite do corpo.

    “Exemplo, voce vai num rodizio, ja pensa em comer tudo que couber do estomago ate a guela. Sai de la FARTO, pensando que saiu ganhando, na verdade o corpo nao digere tudo o que comeu, boa parte vai an** a fora.”

    O que fez diferença para aumentar massa foi comer pouco, mas, mais vezes ao dia. Tambem depende do que vai comer né.

    Estou ganhando peso de pouco a pouco.

    Espero nao ter fugido muito do assunto.

    Abraços

  • Douglas Miranda:

    Geralmente quem tem a rotina de se exercitar, sabe que o ideal é comer após o treino. O que você faz e come nos momentos em que não está se exercitando, às vezes conta mais do que o próprio treino em si. O corpo acumula gordura não é à toa. Pode-se dizer vagamente que é uma fonte reserva de energia… mas que deve ser queimada durante o exercício se você não quiser virar um step ambulante (entenderam? step… pneu reserva.. redondo… não?! ah, deixa… rs).

Deixe seu comentário!