Sonda detecta camada de ozônio em Vênus

Por , em 13.10.2011

Cientistas descobriram que Vênus tem uma fina camada de ozônio, centenas de vezes menos densa do que a da Terra. A descoberta foi feita pela sonda Venus Express, da Agência Espacial Europeia (AEE).

Até agora, cientistas só tinham detectado camadas de ozônio nas atmosferas da Terra e Marte. A nova descoberta em Vênus foi uma surpresa, e pode ajudar os astrônomos a aperfeiçoarem a busca por vida em outros planetas.

A camada de ozônio de Vênus se estende por 100 quilômetros, sendo cerca de três vezes maior do que a altura dessa camada em nosso planeta.

O ozônio – uma molécula com três átomos de oxigênio – é formado quando a luz solar quebra o dióxido de carbono na atmosfera de Vênus para formar moléculas de oxigênio. Na Terra, o ozônio absorve grande parte de raios solares nocivos, impedindo-os de chegar à superfície, e é formado de maneira semelhante.

Alguns astrobiólogos afirmam que a presença de oxigênio, carbono e ozônio na atmosfera indicam a existência de vida na superfície de um planeta. A nova descoberta nega esse pressuposto – a mera presença de oxigênio em uma atmosfera não é uma evidência suficiente de vida.

No entanto, a presença de grandes quantidades desses gases, como na atmosfera terrestre, ainda é uma boa pista de vida em outros planetas. [BBC]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

15 comentários

  • jean carlo:

    sim mas não precisa ter agua liquida em outros planetas, as formas de vida podem ser baseadas em qualquer outro elemento, não no carbono, a forma de vida pode ser totalmente diferente da que conhecemos,a altura pode bser mais de um kilometro ou menos de um virus, pode ter apenas um ser no planeta todo como pode ter bilhoes, o ser não precisa ter consciencia,enfim isso não precisa ser como nos

  • Romário Huebra:

    Puts o site tá tão prado esses dias!!! cadê mais matérias sobre astronomia?

  • João Cagnoni:

    O que mais me interessa não é se tem ou não vida lá, e sim quando nós vamos poder migrar para outros planetas.

    Se existir vida em Vênus, é claro que será bem diferente da nossa. Muito provavelmente com microorganismos ou algo bem menor do que conhecemos. Seria ótimo morar lá!

    • Jonatas:

      Há hipoteses sobre vida nas nuvens altas de Vênus. Algo como microorganismos flutuantes. Dado a densidade da atmosfera, a riqueza quimica e a relativa estabilidade e boa temperatura na região, esses habitantes das nuvens seriam estranhas formas de existencia. No mínimo inuxitado, mas ninguem disse para a VIDA que ela so deve existir em superficies e oceanos…

  • Astrônoma Carla:

    Meu favorito é Júpiter, lindo e colorido, parece uma bolha de sabão, quando ela forma vórtices em sua superfície, parecidos com as turbulencias jupiterianas. Júpiter é tão grande que muita coisa interessante devem estar acontecendo naquelas nuvens. Me perdoem os astrobiólogos modernos, mas aquela idéia de Carl Sagan dos gigantescos animais flutuadores vivendo em Júpiter ainda me fascina.

  • Mateus:

    Vênus sempre foi meu planeta favorito depois da Terra aqui no Sistema Solar, sempre adoro descobrir coisas novas sobre ele. Isso é uma ótima descoberta. Mas para mim, eu acho que os cientistas tem que parar de achar que só existe vida em planetas como a Terra, pois pode existir vida em qualquer planeta, não importa como é o clima deles. Pode existir qualquer tipo de vida no universo, e eu sei que tem…

    • Jonatas:

      Lançamos uma pesquisa então…

      No Sistema Solar, qual o teu mundo favorito?

      Só não vale responder Terra. É obvio demais…
      Vale planetas, satélites naturais e planetóides, até o Sol.
      Não recomendo astros desconhecidos, como Tyquê, Nemesis,
      Planeta X

      O teu voto foi para Vênus, presumo.

      O meu favorito é Titã, lua de Saturno. Tem atmosfera espessa e lagos de hidrocaronetos, sem falar em ciclos de elementos e atividade geologica.

    • Lúcio:

      Eu gosto mais de Urano. Ele é diferente e pacífico se comparado aos outros gigantes. Gosto muito da cor também. É o melhor gigante pra vizitar.

    • Vanessa:

      Saturno gente, nada se compara àqueles Anéis…

    • Romário Huebra:

      Titã é msm magnifico, considero ele o melhor lugar pra se achar vida.
      Mais gosto muito dos planetas anões Plutão, Makemake, Sedna, Haumea… naum gosto dos planetas gasosos eles naum tem muito para se explorar.

    • Orfeu:

      Meu favorito é Vesta, depois das fotos da sonda que ta lá. Alguem vai dizer, é só um deserto frio, acidentado e irregular. Mas eu gosto mesmo assim.

    • Dora:

      Jonatas, gostei da tua pesquisa e levei pros meus alunos da primeira série, sou professora. Acreditem se quiser, o ex-planeta Plutão foi o favorito da maioria, seguido de Marte. Já eu sou apaixonada por saturno e seus anéis.

  • Romário Huebra:

    Estou com a impressão qe vênus já abrigou vida.
    Vênus é a terra depois de sofrer super efeito estufa.
    Concordam?

  • Jonatas:

    Em tamanho, extrutura interna, relevo e evolução química moldada pelo carbono, Vênus cada vez mais se revela um planeta gêmeo da Terra. Até a atmosfera, tão densa e com alta pressão, ácida e tóxica, tem algo em comum com a nossa. É claro que Vênus é um inferno de 500°C inabitável e seco já que seus possíveis oceanos evaporaram num passado distante. Mas em grande escala, e mesmo com diferenças que deixaram Vênus quente demais, Marte frio demais e a Terra ideal para a vida, Temos em nosso sistema solar três planetas irmãos, poéticamente podemos chamá-los “filhos do carbono”.

    • Astrônoma Carla:

      sim Jonatas, Vênus e Marte são nossos maninhos, e Mercúrio tem se mostrado mais semelhantes aos nossos mundos terrestres do que o esperado.

Deixe seu comentário!