O fim da sua religião e a descoberta de vida alienígena

Por , em 30.12.2014

Apesar de muitas teorias absolutamente convincentes para explicar o Paradoxo de Fermi e o grande silêncio que vivenciamos até agora com relação à vida extraterrestre, alguns, como David A. Weintraub, da Universidade de Vanderbilt (em Tennessee, nos Estados Unidos), acreditam que a prova de que a vida existe fora da Terra está finalmente chegando.

E aí vem aquela pergunta que não quer calar: como a humanidade vai reagir depois que os astrônomos nos mostrarem evidências científicas e sólidas para a existência de vida extraterrestre?

Quando os cientistas anunciarem essa descoberta, só temos uma certeza: tudo vai mudar. E nossas filosofias e religiões terão que incorporar essas novas informações.

A busca por sinais de vida lá fora

Os astrônomos já identificaram milhares de planetas que orbitam em torno de outras estrelas. No ritmo atual de descobertas, a expectativa é que outros milhões de planetas sejam encontrados ainda neste século.

Já tendo encontrado os planetas físicos, os astrônomos estão agora à procura de nossos vizinhos biológicos. Isso significa que ao longo dos próximos 50 anos, eles irão começar o tentador estudo detalhado de milhões de planetas à procura de evidências da presença de vida na superfície, no subterrâneo ou nas atmosferas desses planetas.

E é muito provável que encontrem o que estão procurando.

Lá nos Estados Unidos foi feito um levantamento e mais de um terço dos entrevistados disseram acreditar que os extraterrestres já visitaram a Terra, sem a gente saber. Tipo de visita que vem sem ser convidada e sai sem dar tchau. Acreditamos que essa proporção não fuja muito disso a nível mundial. Mas, apesar desse “achismo” de senso comum, a primeira evidência de vida além de nosso planeta provavelmente não contará com sinais de rádio, ou com homenzinhos verdes chegando pelo céu com discos voadores metálicos.

Em vez disso, um Galileu do século 21, usando um enorme telescópio de 50 metros de diâmetro, vai coletar a luz das atmosferas de planetas distantes, procurando as assinaturas de moléculas biologicamente significativas. Algo que não tem exatamente um grande potencial para virar filme de Hollywood.

O que os astrônomos fazem é filtrar a luz de longe através de espectrômetros, que são prismas de alta tecnologia que provocam a luz distante em seus muitos comprimentos de onda distintos. Eles fazem isso à procura por impressões digitais reveladoras de moléculas que não existiriam em abundância nesses ambientes, na ausência de coisas vivas. Os dados espectroscópicos, então, dirão se o ambiente de um planeta foi alterado de forma que apontam para processos biológicos.

Qual é o nosso lugar no universo? Se não estamos sozinhos, quem somos nós?

Com a descoberta de um planeta distante no espectro de luz, com uma substância química que só poderia ser produzida por seres vivos, a humanidade vai ter a oportunidade de ler uma página nova no livro do conhecimento. Nós não ficaremos mais especulando sobre se outros seres existem no universo. Nós saberemos de uma vez por todas que não estamos sozinhos.

Dá um frio na barriga só de pensar.

Afinal, uma resposta afirmativa à pergunta “a vida existe em nenhum outro lugar no universo além da Terra?” levantaria questões imediatas e profundamente importantes, tanto para as ciências quanto para a filosofia e teologia, sobre o nosso lugar no universo. Se os seres extraterrestres realmente existirem, isso significará que a minha religião, minhas crenças e práticas religiosas não podem mesmo ser universais.

Se a minha religião não é universalmente aplicável a todos os outros extraterrestres, talvez ela não precise ser oferecida, nem muito menos forçada, a todos os outros terrestres. Em última análise, podemos aprender algumas lições importantes aplicáveis aqui em casa, só pelo fato de considerar a possibilidade de vida fora do nosso planeta.

David Weintraub investigou os escritos sagrados das religiões mais amplamente praticadas do mundo, perguntando o que cada religião tem a dizer sobre a exclusividade ou não singularidade da vida na Terra, e como, ou se, uma religião em particular iria funcionar em outros planetas em partes distantes do universo. É o tipo de pergunta que faz o cérebro de qualquer um ferver!

Os extraterrestres poderiam ser cristãos?

Vamos examinar uma questão teológica aparentemente simples, mas extremamente complexa: os extraterrestres poderiam ser cristãos? Se Jesus morreu para redimir a humanidade do estado de pecadores no qual os humanos nascem, a morte e a ressurreição de Jesus, na Terra, também iria salvar seres extraterrestres de todos os seus pecados?

Se for assim, por que os extraterrestres seriam pecadores? O pecado é item de série no próprio tecido de espaço e tempo do universo? Ou a vida pode existir em partes do universo sem estar em um estado de pecado e, portanto, sem a necessidade de redenção e, portanto, sem a necessidade do cristianismo?

Muitas soluções diferentes para estes enigmas que envolvem a teologia cristã foram apresentadas na pesquisa de Weintraub. Mas a verdade é que nenhuma delas satisfaz a todos os cristãos do mundo.

O mundos dos Mórmons

A Escritura Mórmon ensina claramente que existem outros mundos habitados e que “os seus habitantes são filhos e filhas gerados para Deus” (Doutrinas e Convênios 76:24). A Terra, porém, é um mundo favorecido no mormonismo, porque Jesus, como entendido pelos mórmons, viveu e foi ressuscitado só na Terra.

Além disso, diz também que os mórmons só podem alcançar seus próprios objetivos espirituais durante as suas vidas na Terra, e não em vidas em outros mundos. Assim, para os mórmons, a Terra pode até não ser o centro físico do universo, mas é o lugar mais favorecido dele. Tal visão implica que todos os outros mundos são, de alguma forma, mundos menores do que a Terra.

Há anos-luz de Meca

Os pilares da fé para os muçulmanos exigem que os fiéis rezem cinco vezes por dia, virados para a direção de Meca. Como determinar a direção certa de Meca pode ser extremamente difícil em um planeta que fica há milhões de anos-luz da Terra, praticar a mesma fé em um outro mundo pode não fazer nenhum sentido.

No entanto, as palavras do Alcorão nos dizem que “quaisquer que sejam os seres, nos céus e na terra, devem adorar a Allah” (13:15). Mas poderiam os muçulmanos terrestres aceitar que a religião profeticamente revelada de Muhammad é destinada apenas para os seres humanos na Terra e que outros mundos têm os seus próprios profetas?

Astrônomos são destruidores de paradigmas

Em certos momentos ao longo da história, as descobertas dos astrônomos têm exercido uma enorme influência sobre a cultura humana. Os gregos antigos astrônomos, por exemplo, desachataram a Terra – embora muitos deles resolveram esquecer esse conhecimento.

Da escola da Renascença, os estudiosos Copérnico e Galileu colocaram a Terra em movimento em torno do sol e tiraram os seres humanos do centro do universo.

No século 20, Edwin Hubble eliminou a própria ideia de que o universo tem qualquer coisa que se pareça com um centro. Ele demonstrou que o universo tem um começo no tempo e que, curiosamente, tem um tecido tridimensional, em constante expansão.

Claramente, quando os astrônomos chegam com novas ideias ousadas para o mundo, eles não brincam em serviço. Outra nova ideia tão demolidora de paradigma pode estar na luz que chega a nossos telescópios agora.

Não importa quão religioso ou não você seja. Em um futuro muito próximo, todos estaremos nos fazendo perguntas como “o meu Deus é o Deus de todo o universo? Minha religião é terrestre ou universal?”.

Muitas pessoas terão que trabalhar para conciliar a descoberta de vida extraterrestre com suas respectivas religiões, adaptando-se a essa notícia que promete ser bombástica.[science20]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (24 votos, média: 4,75 de 5)

93 comentários

  • Victor Hugo:

    Bom,mudando de pau pra cacete, abaixo a todas as religiões e seus seguidores, estamos muito próximos de uma revelação bombástica que mudará o campo de visão da humanidade sobre vida e religião, por toda a eternidade,foi o que eu entendi lendo a matéria!!

  • Thiago Albuquerque:

    Uma parte do texto é desnecessária o ESPIRITISMO defende vida em outros orbes e uma visão de religião cósmica universal.

  • Antonio Gomes:

    O Espiritismo fala em vida extraterrestre, independente do plano ou dimensão…. Porque extraterrestres não fazem contato físico?….

  • Jóquei de Pégasus:

    Não precisa ser gênio pra admitir vida mais inteligente fora da Terra, isso é uma necessidade lógica irrefutável, exceto para os medíocres.

    • Cesar Grossmann:

      “Necessidade lógica irrefutável” não substitui evidências, meu caro. Quem afirma a existência, é obrigado por dever de honestidade intelectual de apresentar a evidência. Se não tem evidência, então não pode afirmar a existência, só a possibilidade.

  • Renato295:

    1. Por enquanto existem apenas suposições e idéias sobre vida extraterrestre. Comprovação por enquanto = zero;
    2. De vida extraterrestre a vida extraterrestre inteligente serão outras elocubrações;
    3. Não conhecemos nem o nosso planeta em toda sua totalidade e complexidade;
    4. Essa pode ser uma idéia brilhante ou completa idiotice. 50% para cada lado;
    5. CONCLUSÃO: Conversamos novamente daqui a uns 200 anos, quando houver algum fato concreto.

  • Alexandre Domingo Albuquerque:

    Deuses Panteístas ou Politeístas, representam elementos da natureza
    Deuses Filosófico-Teístas, representam coisas humanas: Deus do amor

    • Cesar Grossmann:

      A guerra é uma coisa humana ou um elemento da natureza?

  • Alexandre Domingo Albuquerque:

    Porque será que o Deus Rá egipcio era o SOL?
    E porque IEMANJA, do Candombçl é o MAR?
    Do mesmo jeito que Poseidon, do Gregos, é o MAR?

    • Cesar Grossmann:

      Por que não seria? O que uma coisa tem a ver com a outra?

  • César Augusto Magalhães:

    Albert Einstein. Um dos últimos profetas, alertou o perigo da ciência sem religião e vice-versa.

    • Cesar Grossmann:

      Einstein não acreditava em nenhuma religião e em nenhum deus das religiões existentes. Tem certeza que você entendeu corretamente o que ele falou?

    • Adriano Oliveira:

      Ele acreditava sim em um deus, agora qual eu não sei. rsrs

    • Cesar Grossmann:

      Einstein? Não. Você pode pegar um dos livros que ele escreveu, “Como Vejo o Mundo”, lá ele declara com todas as letras que não acredita em deus, em vida após a morte, em céu ou inferno. O “Deus” de Einstein era a soma de tudo na natureza, ou seja, ele estava mais para panteísta, o que equivale a dizer que ele era ateu.

  • César Augusto Magalhães:

    Para Pierre Vernant, Mito e Logos, são nossas partes complementares. Tentar afirmar um lado e negar o outro, parece tbm ser dogmático?

    • Cesar Grossmann:

      Pierre Vernant estava certo?

  • Danny de Souza:

    Se eles acharem pode estar evoluído ou até extinto, visto o espaço tempo (anos luz).

  • Alexandre Bueno:

    Religião, existem diversas;
    Espiritualidade, é uma realidade não comprovada, porém existente;

    • Cesar Grossmann:

      Se não é comprovada, como pode ser afirmada?

  • Abalen:

    Deus é universal, logo existe em tudo e em todo o universo. O mundo espiritual está comprovado, só não acredita quem não quer.

    • Cesar Grossmann:

      Comprovado? Só se o padrão de prova caiu a ponto de aceitar as fraudes espíritas como a levitação do Carmine Mirabelli…

  • Andrey Sever:

    Religião = Maior mentira já inventada pela humanidade.

  • Andrey Sever:

    Comprovada a vida fora da Terra, fica insustentável o argumento do cristianismo de que Deus é um só. E que é a imagem e semelhança do Homem.

    • Cesar Grossmann:

      O que você aposta que eles vão reciclar os argumentos?

  • Ademir Araujo Sa:

    civilização vim chegar temos que estar preparado pois vai ser como Cristóvão colombo na américa vai colonizar tudo no mundo

  • Adriano Aureliano de Melo:

    ”Enquanto a Ciência não conseguir responder a todas as questões o papel da religião será Eterno”

  • Felype Magri Trindade:

    Acho que você naos conhece os Ori.

  • Raquel Adrien:

    Eu creio que irão descobrir vidas microscópicas,que diferença alguma farão pra gente.Afinal,o que ganharemos ao achar uma bactéria a 7 milA

    • Cesar Grossmann:

      A descoberta de vida em outros planetas vai, com certeza, causar um choque tremendo em um monte de religiões que fingem saber tudo sobre tudo. e ter todas as respostas.

  • Renan Altair Nardi:

    Bem, eliminem o fator religião e muita coisa estará solucionada. Definitivamente, esse fator não se encaixa.

  • Messias Neves:

    O proprio Cristo em diversas passagens bíblicas dizia que ele não era deste mundo

    • Cesar Grossmann:

      O que não significa que ele estava certo…. Se é que ele existiu…

  • Sílvio Pereira Filho:

    A matéria fala da detecção de “gases que somente seriam resultado da vida”, mas como se ter certeza disso? Podem haver processos diferentes.

    • Cesar Grossmann:

      Podem, mas depende da química local (a mistura de gases presente). Se tem um gás que não deveria estar ali, as chances de uma atividade biológica são maiores.

  • Josiel Jantara:

    Eu Acredito que apenas vai entrar ou tipo de adoração , nada muda RA no egito e outros deuses da grecia em roma etc , mudou para outra

  • Vini LLessa:

    As ideias religiosas, longe de perderem algo, engrandecem-se quando caminham ao lado da ciência

    • Marcelo Ribeiro:

      Cadarço e maça: uma coisa não tem nada a ver com a outra. Não são conciliáveis.

    • Yoshi Rocha:

      o que vc disse, me surpreende, com poucas palavras vc resumiu, cancelou todas as bobagens que pessoas usam se achando “inteligentes”.

  • Bruno Do Nascimento Padilha Velasco:

    Em relação aos alienígenas basta ver como foram tratados pelas religiões os Seres Humanos escravizados nas Américas e os povos tribais.

  • Nilson Duarte:

    Alguma espécie de plâncton ou de alga diz artigo G1 issl que provavelmente sera encontrado fora da terra em aproximadamente 2015..

  • wander soares de lim:

    Essa quebra de paradigma com ” a chegada dos aliens”(ALIENAçÃO) será a próxima grande mentira que vai ser posta diante da humanidade

  • Ayrton:

    Os religiosos se adaptarão. Vão dar um jeitinho e afirmar que estava escrito em algum lugar.

    • anonimos:

      eles achao um jeito pra tudo

    • Andrey Sever:

      Sem dúvidas, estão sempre se atualizando. Se não tiver eles dão um jeitinho de escrever Um novo testamento

  • Jhonatan Costa:

    Rapaz, eu sou espírita e o fato de haver vida fora da Terra é defendido pela doutrina desde o seu surgimento no século XIX.

    • Cesar Grossmann:

      Exceto que eles afirmavam que Marte era habitado por uma civilização avançada (entre outras coisas). Só que não…

    • Ronaldo Morgado Segundo:

      Não confundir Espiritismo com espiritualismo. O Kardecismo(Espiritismo) nunca falou em vida em Marte!

    • Cesar Grossmann:

      Ué, Ramatís não era um espírito, e Chico Xavier não era um médium kardecista?

    • Alexandre Carvalho:

      A doutrina espírita tb fala de frequência e realidades paralelas – ou seja, não vemos nada pq eles existem em outra frequência.

    • Rafael Bahia:

      Existem provas materiais de que a vida extraterrestre pousou na Terra há 450 milhões de anos.

    • Marcelo Ribeiro:

      Hahahahahahahaha. Só falta mostrar elas para qualquer cientista e recolher o seu Nobel.

    • Rafael Bahia:

      Explique as linhas de Nazca, o martelo de kingdooie, as pedras de Ica, a pegada gigantede Michael Tellinger, Stonerange, PumaPunko.

    • Marcelo Ribeiro:

      Homem, homem, homem, homem.

    • Rodrigo Rosa:

      cesar, vai dizer que você gostaria de chegar lá e ver pessoas?
      ao menos consegue ver ou detectar os “espiritos” daqui?

    • Cesar Grossmann:

      Rodrigo, tenho uma dificuldade imensa em ver o que não existe. Talvez se eu comer comida estragada…

    • Cesar Grossmann:

      Alexandre, são conceitos físicos tomados emprestados e fora de contexto por religiões. Quer mudar a vibração? Esquente ou esfrie. E aí?

    • Ale Soh Ale:

      mtas vezes os debates nos comentários são melhores que a matéria. não menosprezando a matéria.

    • Salocin:

      A Doutrina Espírita não afirma que Marte é habitado, isso é a opinião de um espírito ou de um médium. Devem ser consideradas como tal

    • guilherme manata:

      Logo descobriremos, há inúmeros estudos que buscam provar a existência espiritual e de outras realidades, se ñ foi descoberto ñ era a hora

    • Cesar Grossmann:

      Esta é uma boa desculpa. “Não tem evidências!” “É por que ainda não é hora das evidências serem descobertas.” “Ah, tá… Me convenceu, aqui está meu dinheiro. #SQN”

    • Wil Santos:

      Só que sim! Marte já foi como a Terra, mas agora é habitado abaixo da superfície do planeta, assim como outros “sem vida” aparentemente

    • Cesar Grossmann:

      Evidências, evidências… É fácil falar qualquer coisa, Wil, o duro é mostrar que Marte é habitado abaixo da superfície.

  • gmjoao43:

    quando confirmarem de uma vez que existe vida em marte, vou me tornar pastor. e serei o pastor mais rico de marte.

  • Adenil Alves Oliveira:

    Nada vai mudar, apenas vai prevalecer o pensamento religioso que melhor se entende com a ciência….

  • João Batista de Souza:

    com o fanatismo que existe em certas religiões, vão querer derrubar a ISS em cima do monte Rushmore

  • Fernando França:

    Vai acabar com o egocentrismo do Homem! As religiões são resultantes de um pensamento extremamente egocêntrico

    • Tiago Cunha:

      sim, e egoísta também, pois, qual a diferença da humanidade pro resto dos animais, fora nós termos um cérebro mais desenvolvido?

  • Gabriel Reque Barbosa:

    Só acho q os testemunhos de jeová terao problemas pra divulgar sua fé !!

  • ::Telefunken:::

    Umas das religiões que vai se fortalecer com a descoberta será o Espiritismo,pois ele sempre afirmou que existe vida fora da terra.

    • Jorge Avelar:

      Algumas vertentes budistas também 🙂

    • ShinobiRafael:

      Vixi, meu mestre de Ninjutsu dizia que arte marciais foi ensinada por alienígenas, isso será muito bom para qualquer oportunista.

    • Edclip:

      Também indianas. Além de algumas seitas espalhadas pelo mundo.

  • Rodrigo Junges:

    Se fosse um et acabaria com o “ismo” da humanidade!!

    • Wagner Silva:

      Com certeza, tem que acabar com espiritismo, religiosismo, etc.

  • Edson Aurélio Hudson:

    Considerando que a religião tem suas bases em superstições e que tem resistido a qualquer prova contrária ha milênios, nada vai mudar .

  • gustavo mene ale primo:

    Nas maioria das doutrinas espiritualistas não há restrição quanto à vida extraterrestre

    • Cesar Grossmann:

      Quando não acharam os humanos que deveriam haver em Marte, os espiritualistas me disseram que eles viviam em “outro plano”.

  • Daniel Teixeira:

    Acho que o pessoal continua confundindo cristianismo (mera filosofia de vida bastante afim com o budismo) com as religiões a ele afiliadas.

    • Cesar Grossmann:

      Cristianismo sem crença em nascimento de uma virgem, em deus encarnado pagando pecados, em ressurreição, é filosofia, não cristianismo.

    • Cristiano Berserker:

      Cesar Grossman, logo eles encontram um evangelho em alguma caverna relatando a existência civilizações alienígenas! hahaha!

    • Carlos E. A. Henriques:

      E por que não? A visão de Edgar Rice Burrough em 1912 sobre marte é bem plausível. Ock, Ohem, Oktei, Wies, Barsoom!

    • Wanderson Cândido:

      Cristianismo não tem nada a ver com budismo nem possui outras afiliações.

    • Edclip:

      Ainda falta decifrarem boa parte dos Manuscritos do Mar Morto. Pode ser que fatos novos alterem religiões na Terra ou em outro lugar. Mas…

    • Cesar Grossmann:

      Falta mesmo? Como você sabe?

  • Genioso Irreligioso:

    Quanto à conciliarem a fé com descobertas importantes; eles darão um jeitinho; não é isso que eles sempre fizeram???

    • Cesar Grossmann:

      Sempre tem a ala anti-ciência, conservadora e retrógrada, os criacionistas.

  • Hugo:

    A maioria das religiões negam a evolução. Acham que vão reconhecer a existência de vida extraterrestre? Muito improvável…

  • Roberto Araujo:

    Pode ser qualquer religião, desde que não destrua as coisas em nome de um deus ou deuses.

  • Kleber Felipe:

    Na minha opinião, ou eles falarão que é tudo mentira ou então que os ets foram criados por uma entidade maligna…

    • Quem sou es um misterio:

      Ou vao se adaptar a nova realidade e falar que os ets tbm sao filhos de Deus.

  • Cardoso:

    Na Tv, um tal de Giorgio Tsoukalos disse que os Indianos acreditam que os seus Deuses são provenientes de outros planetas. por que será?

    • Cesar Grossmann:

      Será que este Giorgio falou a verdade?

    • Flavio Marques:

      Na verdade o Giorgio Tsoukalos é somente o apresentador do programa promovido pelo History Chanell , a teoria é do Zecharia Sitchin.

Deixe seu comentário!