Tal cão, tal dono: donos de cães considerados agressivos são mais agressivos

Por , em 16.08.2012

Segundo um novo estudo da Universidade da Rainha em Belfast, Reino Unido, os donos de cães de raças consideradas agressivas são também mais agressivos.

Isso não significa, é claro, que aquele cão será uma ameaça à sociedade – afinal de contas, o coitado do animalzinho não tem culpa (nem nunca teve) de ter tal fama, pois raças como a famosa rottweiler é que foram criadas como cães de luta pelos inescrupulosos humanos.

De qualquer maneira, o que estudo sugere é que sua companhia canina pode dizer muito sobre você.

De acordo com a pesquisadora Deborah Wells, os proprietários de raças de cães agressivos, tais como os estereotipados pastores alemães e rottweilers, são mais propensos a ser hostis e agressivos, em comparação com os proprietários de cães mais tipicamente descontraídos, como labradores.

Outra pesquisa de outubro de 2012, divulgada na revista Personality and Individual Differences, disse que donos de cães “brinquedo” – cães pequenos de companhia – pontuam bastante no traço de personalidade “abertura”, caracterizado pela valorização de novas experiências, enquanto os proprietários de raças pastorais e utilitárias, como collies, são os mais extrovertidos.

Da mesma forma, um estudo publicado em maio na revista Anthrozoos descobriu que pessoas com personalidades mais argumentativas são mais propensas a ter cães das raças bull terrier ou outras raças com mais reputação de agressividade do que raças mais agradáveis.

Qual cão você tem e o que isso diz sobre você? Veja aqui.

Agressividade x personalidade

147 donos de cães na Irlanda do Norte participaram da pesquisa. Só os proprietários de pastores alemães, rottweilers, labradores e Golden Retrievers preencheram um questionário de personalidade.

Os pesquisadores quiseram concentrar o questionário em raças que são comumente adotadas, mas em extremos opostos do espectro em termos de percepção pública do temperamento – pastores alemães e rottweilers são comumente percebidos como agressivos, enquanto labradores e retrievers são mais propensos a ser considerados como não agressivos, até brincalhões.

Dos traços de personalidade estudados, a única diferença entre os donos dos dois tipos de raças foi na pontuação de psicoticismo.

Calma! Não estamos dizendo que donos de cães agressivos são psicopatas, e sim mais propensos a serem psicóticos. O psicoticismo é um traço de personalidade marcado pela hostilidade, raiva e agressão. Psicoticismo é diferente de psicopatia, um distúrbio de personalidade caracterizado por manipulação e falta de empatia.

Sendo assim, os proprietários de raças estereotipicamente agressivas são mais propensos a serem agressivos do que proprietários de cães mais relaxados.

Uma pergunta que não respondida pelo estudo é se as pessoas agressivas escolhem raças de cães agressivos de propósito, ou até mesmo se os treinam intencionalmente para serem viciosos. Outros fatores além da personalidade, tais como alergia e tamanho, também podem influenciar a escolha da raça do cão. [NBCNews, LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • Valdeir:

    Teoria Dr House
    Por mais simpáticos que pareçam, imagine um cocô de cachorro pegando chuva, todo aquele excremento se espalhando, depois vem o sol, uns fungos e umas bactérias se proliferam naquela coisa perfumada. Depois temos esporos secos, vem o vento que os leva para dentro de sua casa e pousa na fronha do seu travesseiro e você aspira para seus pulmões aqueles simpáticos esporos para lá dentro do seu pulmão se desenvolverem.
    Olhe a Emergência do Brasil não vai visitar a sua casa como no seriado Dr House para ver o que está te matando.

  • Yuri Herdt:

    Que viagem! Cães podem ser de raça mais agressiva, mas dependendo de sua criação podem ser extremamete doceis. O que faria muito sentido é, as persoanlidades que criaram o cachorro influenciarem sobre sua agressividade. Ou seja, cães de pessoas agressivas, tenderiam a ser mais agressivos. Se seu cachorro é um psicopata maluco é porque você não trata ele bem e/ou incentiva a sua agressividade de alguma forma porque você também é agressivo!

    Raça influencia na possivel agressividade do cão, mas o ponto final sobre se ele é agressivo ou não é a sua criação e ponto final.

    • rita de cassia:

      Concordo em grau, número e gênero. Eu sou dona de um pit bull fêmea, que é bobona de tão dócil que ela é. Nunca mordeu ninguém, nem estranhos que entram na minha casa para me vender coisas, meu filho de sete anos a faz de cavalinho (risos). Na realidade não existe cães agressivos ou estressados, seus donos é que o são. Descriminar uma raça, isso sim é que deveria ser crime, não ter um cão de uma raça considerada pelos homens como “agressiva”, só demonstra a total falta de conhecimento e compreensão de certos humanos boçais! Não posso passear com minha cadela sem colocar uma focinheira. Isso é absurdo! Minha cadela não faz mal a uma mosca! Já vi um poodle com uma agressividade de dar medo! E aí? Poodle é considerado um cão agressivo na categoria obtusa dos humanos?
      Na minha opinião quando o cão morde alguém ou é extremamente agressivo, a única raça que deve ser sacrificada é a da espécie humana.
      Quer proteção? Chame a polícia, compre uma arma, aprenda uma luta, defesa pessoal, sei lá, o diabo que te carregue! Mas não faça de seu cão uma arma, isso é cruel, desumano (se bem que me parece bem humano, dado as características destrutivas de nossa raça), irracional. Afinal quem é considerado racional entre as duas espécies?
      Tenho esperanças que tenhamos um processo evolutivo melhor.
      Grande abraço, Rita de Cássia.

Deixe seu comentário!