Tecnologia permite que paralisados se movimentem pela “força do pensamento”

Por , em 8.08.2011

Um sinal de esperança a pessoas com membros paralisados foi lançado por pesquisadores da Universidade de Pittsburgh. Um anova pesquisa irá implantar aparelhos que convertem ondas cerebrais em sinais de movimento no cérebro de pacientes com danos na medula espinhal.

Os pacientes vão poder jogar vídeo games, interagir em um mundo virtual e controlar um braço protético, tudo isso enquanto sua atividade cerebral é gravada. Eles esperam que o implante ofereça controle dos aparelhos externos aos pacientes. “Eu espero que os pacientes consigam controlar as próteses e outros dispositivos com diferentes níveis de liberdade. Ou seja, eles extrairão sinais de controle do cérebro, o que será um salto enorme na habilidade de alguém com dificuldades severas, como uma amputação ou ferimento na medula espinhal. Eles ficarão mais independentes”, disse o pesquisador Michael Boninger.

Segundo os cientistas envolvidos no projeto, esta não é a primeira vez que se tenta implantar dispositivos no cérebro de pacientes com estes tipos de lesão, mas eles esperam que sua tentativa ofereça mais liberdade ou mais controle.

Duas interfaces de computador serão usadas nos testes com humanos. A primeira envolverá eletrocorticografia, uma série de pequenos discos que gravam a atividade da superfície do cérebro. O aparelho será colocado no cérebro do paciente por um mês. A segunda será feita de 100 pequenos pinos que penetrarão o órgão e gravarão a atividade individual de algumas células.

Os pesquisadores esperam que o aparelho esteja pronto para testes em três anos, para ser comercializado alguns anos depois.[ScienceDaily]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

5 comentários

  • andreia:

    gostaria de saber , com ISSO, como ajudar minha prima de 50 anos q/sofreu um AVC e está há mais de 1 ano presa na cama paralisada quase totalmente sem conseguir sequer falar?! Preciso muito ajudá-la!!

  • Silvio RC:

    Boa notícia e traz esperanças.

    Estamos dando os primeiros passos em direção ao uso da (ainda pouco conhecida) força do pensamento.
    Por enquanto a tecnologia dá o empurrão. Mais adiante o ser humano utilizará esse potencial sem o uso de instrumentos.

    ESTORINHA:

    Na década de 1950, um amigo do meu pai viajou para a Índia e ficou hospedado na casa de um estudioso da filosofia Hindu.
    Foram assistir uma palestra proferida por um conhecido guru.

    O mestre entrou no auditório, permaneceu de pé, olhando para a platéia, no mais absoluto silêncio, enquanto o brasileiro esperava pelo início da palestra.
    Passaram-se mais de 15 minutos e nada. Cochichou no ouvido do amigo, indagando por quê o guru estava demorando tanto para iniciar.

    O amigo respondeu que a palestra havia começado desde o momento em que o gugu entrou na sala.
    Mas ele se comunicava por pensamento e só quem conseguia sintonizar-se com sua mente, captava o que ele estava dizendo.
    O fato aconteceu há 60 anos.
    Pode?

    Um dia o celular será peça de museu, tal qual o avião de Santos Dumont.

    Abs:
    Silvio

  • vicente:

    são duas opções distintas á oportunidade.

  • Lex:

    Bacana,a cada momento a ciência dribla a ignorância…+ de nada adianta se for tão caro, já que a maioria dos trabalhadores não tem condição de pagar…Curto Muito a Ciência. o site ta de parabéns.
    Só precisa colocar uma pausa na rolagem inicial do site. quando agente ta lendo o Slogan da matéria, a Sena passa.

  • Ailson Borges:

    Boa!!! A tecnologia ao serviço da humanidade (só espero que o custo dos aparelhos não sejam caros)

Deixe seu comentário!