Três toneladas de ouro choveram sobre a Sibéria

Por , em 17.03.2018

Por alguns gloriosos minutos, literalmente choveu ouro sobre a Sibéria.

Na última quinta-feira (15 de março), um avião de carga derramou cerca de 200 barras de ouro, com um total de 3,4 toneladas, sobre essa região russa.

O Antonov An-12 tinha acabado de decolar do aeroporto de Yakutsk, na Sibéria, carregando estimados US$ 378 milhões em ouro, platina e diamantes em nome de uma empresa de mineração, quando a escotilha do avião se abriu, derrubando grande parte da carga.

Uma boa quantidade pousou na própria pista de aterragem do aeroporto:

No entanto, o avião continuou voando por mais 16 quilômetros até poder fazer um pouso de emergência no próximo aeroporto, de Magan, deixando cair mais ouro ao longo do caminho.

O que aconteceu?

Aparentemente, ninguém ficou ferido após o incidente. Provavelmente ninguém ficou rico também, uma vez que a maior parte do tesouro derramado pelos céus foi recuperada.

A causa do incidente ainda está sendo investigada. De acordo com uma declaração oficial do aeroporto de Yakutsk, o vento forte danificou parte da escotilha de carga do avião durante a decolagem. De fato, fragmentos da fuselagem do avião foram encontrados na neve próxima ao aeroporto.

No entanto, funcionários russos também disseram à agência estatal de notícias TASS que a culpa pode ser da equipe de manutenção do avião, que realizou algum erro durante o procedimento de segurança da carga antes da decolagem.

Chuva de pedras preciosas

A Sibéria nunca pareceu um lugar tão convidativo para morar, não é mesmo?

No entanto, se o seu objetivo for viver em algum lugar com chuvas frequentes de pedras preciosas, os planetas Urano ou Netuno são melhores apostas. Os cientistas acreditam que diamantes chovem nesses mundos durante todo o ano. [LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (21 votos, média: 4,62 de 5)

Deixe seu comentário!