O sonho da casa smart que se controla sozinha está virando realidade

Por , em 8.09.2015

Imagine que o despertador toca em uma típica manhã de segunda-feira, só que desta vez as cortinas se abrem sozinhas, as luzes do banheiro ligam automaticamente e você sente o cheiro de café fresco vindo da cozinha.

Ou um forno que se liga e começa a aquecer uma lasanha quando você está 15 minutos longe de casa, bem a tempo de ser servida conforme você entra pela porta. Inclua a diarista robótica multiuso dos Jetsons, e você terá a casa perfeita.

rose jetsons

O futuro smart chegou

Durante anos, as empresas de tecnologia divulgaram o potencial de uma casa inteligente, mas nos últimos dois anos, as principais companhias começaram a investir pesadamente no desenvolvimento desta maravilha.

A gigante sul-coreana Samsung acredita que o momento finalmente chegou para uma casa esperta o suficiente para que eletrodomésticos simplesmente se autoexecutem e se comuniquem uns com os outros na chamada Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês).

Na IFA Consumer Electronics Show, realizada em Berlim recentemente, o executivo-chefe da Samsung Electronics, WP Hong, afirmou: “Isto não é uma tendência. É todo o coração da revolução industrial de hoje. Em 2020, todos os dispositivos fabricados pela Samsung terão IoT habilitada”, prometeu.

casa que cuida de si mesma - smart things e smart home da samsung (2)

A gigante dos eletrônicos, que faz aparelhos de grandes dimensões como máquinas de lavar roupa e aparelhos de ar condicionado até eletrônicos portáteis, como smartphones, lançou no dia 3 de setembro uma linha de novos dispositivos chamados Smart Things (Coisas Inteligentes), incluindo um pequeno hub que coordena outros aparelhos.

A empresa também apresentou um aplicativo de smartphone que funciona como um controle para os aparelhos, enquanto sensores de movimento e tomadas são dispositivos complementares para adicionar ao sistema.

Rotinas diárias, como o que determinados aparelhos devem fazer na parte da manhã ou à noite, podem ser programadas no aplicativo, com o hub atuando como um “coordenador da casa”. Alternativamente, o dono da casa pode controlar equipamentos específicos através de um toque no app.

Coisas Inteligentes

O sistema Smart Things é basicamente a utilização de uma aquisição de um start-up homônimo que a Samsung comprou por 200 milhões de dólares no ano passado. Ele vai competir com o HomeKit da Apple, que foi anunciado em junho do ano passado pela gigante norte-americana e que controla os aparelhos compatíveis com seus produtos, enquanto o Google pagou 3,2 bilhões de dólares para comprar a Nest Labs, especializada em alarmes de incêndio inteligentes e termostatos.

casa que cuida de si mesma - smart things e smart home da samsung (3)

A Samsung disse que sua plataforma será aberta e, portanto, compatível com outras marcas. Eles também tiveram o cuidado de citar várias empresas com as quais fizeram parcerias, incluindo a Bose, fabricante de alto-falantes, e a fabricante de lâmpadas Osram, permitindo que esses itens também possam trabalhar com o seu “hub”.

Ao mesmo tempo, eles também lançaram outros dispositivos complementares, incluindo um monitor chamado de SmartHome, que “fica de olho” na casa, alertando os proprietários sobre quaisquer problemas, desde um vazamento no banheiro até intrusos no jardim.

Outro dispositivo, o Sleepsense, um disco branco liso que é colocado sob o colchão, monitora sua taxa de respiração e as batidas do coração na hora de dormir, e define a temperatura para o aquecedor ou o ar-condicionado, criando “o melhor ambiente para o sono”.

A geladeira que tira selfies

Outros fabricantes de eletrodomésticos também estão divulgando seus conceitos de SmartHome na mostra deste ano.

A gigante eletrônica alemã Siemens, por exemplo, apresentou o que descrevem como sua “gama completa de eletrodomésticos conectados”, controlados através de um aplicativo.

Entre estes aparelhos está uma geladeira que é capaz de tirar uma “selfie” do seu conteúdo, permitindo que o proprietário veja o que precisa de reposição. [Phys.org]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!