Gotas d’água correndo por conta própria em um labirinto: vídeo

Por , em 1.10.2013

Quando uma gota d’água atinge uma superfície muito quente, ela não ferve imediatamente. Em vez disso, a camada exterior da gota vaporiza, produzindo um efeito de isolamento que faz com que a gota deslize sobre a superfície quente.

Isso é conhecido como o efeito Leidenfrost, que pode ser aproveitado para alguns truques bacanas – como aquele mostrado no programa de televisão Mythbusters, em que os apresentadores foram capazes de colocar suas mãos em chumbo derretido – ou esta incrível experiência de ciência da Universidade de Bath, no Reino Unido.

Quando as gotas d’água atingem uma superfície quente e lisa, elas tendem a saltitar em direções aleatórias, mas os pesquisadores descobriram que, quando a superfície quente apresenta uma textura semelhante aos dentes de um serrote, as gotas se movem todas em uma só direção.

Quando as gotas d’água são aquecidas em um labirinto construído inteiramente de chapas de metal com textura de dente de serrote, parece que as gotículas d’água que se formam são capazes de correr pela estrutura ao seu bel prazer. Veja no vídeo como as gotas parecem, de fato, procurar por uma saída, como se fossem camundongos em uma experiência científica.

Se você quiser tentar reproduzir esta experiência em casa, cuidado para não queimar os dedos. [Gizmodo]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!