Você provavelmente está escovando seus dentes de forma errada

Por , em 28.01.2019

Todo mundo conhece a recomendação de escovar os dentes depois das refeições, usar fio dental e evitar consumir muito açúcar. Mas isso é o suficiente para evitar cáries? Confira quatro dicas para melhorar ainda mais sua saúde bucal:

4. Na hora de escovar


A forma que você escova os dentes faz muita diferença. O ato mecânico de escovar os dentes, língua e bochechas remove a placa dental grudenta que é uma mistura de restos de alimentos, bactérias, os ácidos formados por elas e seus produtos.

A placa se forma naturalmente nos dentes imediatamente depois da mastigação, mas não causa problemas imediatos. Ela leva algumas horas para crescer e danificar os dentes. As bactérias consomem açúcar, produzem ácidos que dissolvem os minerais dos dentes e deixam pequenos poros que não são visíveis ao olho nu. Se o processo não é impedido e esses buraquinhos não são reparados, eles podem virar cáries enormes.

Levar dois minutos para escovar os dentes é uma boa meta para remover a placa. A escovação impede o crescimento das bactérias e estabiliza a presença das espécies que produzem mais ácido.

As escovas elétricas mostram melhores resultados do que escovas manuais. Um estudo de 2014 feito em parceria entre universidades do Reino Unido e da Malásia mostrou que quem usa escova elétrica tem uma redução de 11% nas placas depois de um a três meses de uso quando comparado com pessoas que usam escovas manuais, e uma redução de 21% na placa depois de três meses de uso. Para gengivite, houve uma redução de 6% em quem usou a escova elétrica entre um e três meses, e 11% de redução para quem usou por mais de três meses.

3. Use pastas com fluoreto e também evidenciadores de placa


Grande parte do benefício da escovação vem do uso da pasta. O ingrediente mais importante nela é o fluoreto de sódio, mais conhecido como fluoreto ou apenas flúor, que previne o enfraquecimento dos dentes. O fluoreto previne o enfraquecimento dos dentes ao repor minerais perdidos.

Uma dica ótima para quem tem crianças é comprar evidenciadores de placa bacteriana, uma pastilha vermelha com um tipo de corante que quando mastigado revela onde estão as placas bacterianas para ajudar a criança a melhorar a limpeza bucal.

Cuspa, não enxague


Quando você escova os dentes antes de ir dormir, é melhor cuspir o excesso de pasta de dentes e não enxaguar com água. Isso permite que a concentração de fluoreto continue alta durante a noite uma vez que a taxa de salivação diminui quando você dorme.

Este hábito pode ser difícil de ser mudado, mas você pode reduzir o enfraquecimento dos dentes em 25% se deixar de enxaguar a boca na última escovação.

Não coma ou beba mais nada além de água depois de escovar os dentes à noite. Essas informações vem de estudos reunidos no Guia Nacional Clínico de cuidados bucais infantis do governo da Escócia.

Limite as doses de açúcar a 4 por dia


Açucares encontrados nas frutas não costumam causar problemas para os dentes, mas açúcares de doces, salgadinhos, bebidas açucaradas e o açúcar refinado que você adiciona no café ou no chá devem ser limitados a quatro doses por dia.

Conte quantas doses você consome por dia. Pense no café, suco industrializado, sobremesa e lanches entre as refeições. Se o seu consumo de açúcar for maior que quatro doses por dia, pense em tirar o açúcar das bebidas quentes e trocar os lanches industrializados por frutas. A Organização Mundial da Saúde recomenda o limite de oito colheres de chá de açúcar por dia para crianças com mais de 11 anos e adultos, o equivalente a 30g.

As bactérias adoram açúcar por ser fácil de processar e metabolizar. É desta reação que vem o ácido que danifica os dentes.

Resumindo: escove os dentes com pasta com fluoreto, cuspa e não enxague antes de dormir, não coma nada depois da última escovação, e limite o açúcar em bebidas e lanchinhos. Seus dentes vão virar fortes e brilhantes.

[Cochrane, Guia Nacional Clínico, Science Alert]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (49 votos, média: 4,63 de 5)

Deixe seu comentário!