Você sabe para que serve a próstata?

Por , em 10.08.2010

Quando se fala em próstata, as pessoas geralmente pensam em apenas duas coisas. Uma, muito ruim, é a do perigosíssimo câncer que pode se formar no local e atinge primordialmente os homens com mais de 50 anos. Outra, ainda pior, é o vexatório e constrangedor exame que se faz para verificar o órgão: esse exame, sim, todos ouvem falar sobre como funciona. Mas qual é a utilidade da próstata, afinal?

Bem, a próstata é uma glândula muscular, que tem o tamanho de um figo maduro e pesa cerca de 20 gramas. Ela envolve a uretra logo abaixo da bexiga. Trata-se de um órgão reprodutor masculino cuja função principal é a secreção de fluido da próstata, um dos componentes do sêmen. Os músculos da próstata também ajudam a impulsionar esse líquido seminal para a uretra durante a ejaculação.

Quando ela (a ejaculação) acontece, milhões de espermas se deslocam dos testículos para a área da próstata, através dos tubos chamados vasos deferentes. Neste ponto, a próstata armazena o fluido e o libera através de uma poderosa impulsão, graças aos músculos.

O fluido excretado pela próstata representa cerca de um terço do volume total do sêmen. Sua composição é de várias enzimas, zinco e ácido cítrico. Como este fluido é ácido, um outro apêndice produz uma substância alcalina (básica) que equilibra o Ph do sêmem. Assim, ajuda a proteger o esperma e prolongar a sua vida logo após ser depositado no ambiente ácido da vagina, facilitando a fecundação. Enzimas secretadas pela próstata ainda ajudam o esperma a “nadar mais livremente” pelo líquido seminal.

Mas nem tudo são rosas para a próstata. Justamente quando ela está em uma ótima posição para liberar o sêmem com eficiência e no momento certo, essa localização em torno da uretra pode ser um risco, se a glândula inchar e crescer. Uma próstata inchada comprime a uretra e irrita as paredes da bexiga, interferindo com o fluxo da urina. Esse problema, segundo um centro médico dos Estados Unidos, atinge mais da metade dos homens com mais de 60 anos, e quase 90% dos que estão entre 70 e 80.

Além disso, o inchaço da próstata leva a dores no momento de urinar, ou jato fraco de urina. Em casos mais graves, acarreta também incontinência, ou pelo menos incapacidade de controlar a urina enquanto se está acordado. O maior problema, contudo, é o risco de câncer. Causa dor, dificuldade de urinar e disfunção erétil, mas pode evoluir sem sintomas aparentes até chegar em um ponto onde o tratamento é muito complicado. Daí a importância do famigerado exame preventivo.

E o que acontece quando há risco de câncer, detectado no exame? Depende. Se a próstata for removida cirurgicamente, pode ocasionar impotência sexual, devido a uma lesão dos feixes neurovasculares (que conduzem o “sangue da ereção”), além de geralmente causar incontinência urinária nos três primeiros meses após a operação. Se o câncer for destruído com radioterapia, a próstata não é retirada. Assim, não há incontinência urinária, mas em alguns casos prejudica a potência sexual, embora não seja comum.

Alguns mitos chegam a afirmar que ejaculações frequentes durante a vida adulta diminuem a chance de risco de câncer de próstata na “melhor idade”, mas até hoje não se achou uma comprovação disso. [Life’s Little Mysteries]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 4,50 de 5)

16 comentários

  • jose Senen de Alencar:

    A ciência ainda não sabe como combater o câncer e o considera como um inimigo. Já as ciências alternativas, chamadas herméticas ou ocultas dizem que o câncer é nosso amigo, não devemos combatê-lo e sim, controlá-lo procurando conhecer melhor a sua função e ver o que está errado em nós.

    • Marcelo Ribeiro:

      Eu já vi homeopata receber paciente com leucemia recém confirmada e sabe o que eles dizem por R$ 300 a consulta? Que o paciente tem que ir em um especialista.

      O que você chama de “ciência alternativa” não tem nada de ciência, do contrário estariam publicando artigos peer-reviewed em suas próprias revistas científicas e já não seriam mais chamadas de “alternativas”. Medicina alternativa só leva este sufixo porque não funciona.

  • Eunice Dos Santos:

    Para quem está com problemas na próstata, procure se informar sobre braquiterapia. Pesquise o assunto no google. Há alguns anos, recebi um e-mail depoimento de sucesso utilizando este tratamento, enviei a mensagem para um amigo, e este, conseguiu liberação do seu plano de saúde e fez o tratamento (RJ), sem a necessidade de intervenção cirúrgica.

    http://www.apmppr.org.br/promed/index.php?option=com_content&task=view&id=70&Itemid=31

  • Toni Cruz:

    Meu conselho é que todos os Homens com mais de 40 anos, façam os exames pertinentes, o de sangue e o de toque, pois com isso tenho conseguido manter o inchaço controlado há mias de 3,5 anos, mesmo depois de passar por Quimioterapia há mais de 4 anos.*

  • WASHINGTON MOURA:

    ESTOU COM SESENTA E HUM ANOS DE IDADE, E ESTOU PASSANDO POR CERTO DESCONFORFORTO PROVOCADO PELA PRÓSTATA. FIZ PSA, TOQUE E ULTRA-TRANSR..,TAL ESTADO VEIO-ME EM CONSEQUENCIA DE MUITO TEMPO SENTADO. OS EXAMES ESTÃO COMPATÍVEIS COM MINHA IDADE. O MÉDICO NÃO VIU QUALQUER RELAÇÃO. ATÉ PARA DIRIGIR ESTÁ UM POUCO DIFÍCIL. TENHO CERTEZA DE QUE O VOLUME APRESENTADO NÃO ESTÁ DE ACORDO MEU NORMAL.TENHO CERTEZA DE QUE, SE CONSEGUI DESINFLAMÁ-LA VOLTAREI À NORMALIDADE; VISTO ESTE ESTADO APERECECEU-ME DE REPENTE. ESTOU SEM SABER COMO PROCEDER.ESTOU USANDO MESILATO DE DEXAZOSINA, 2GR. A NOITE.

    • Eddy:

      Busque informação sobre Cloruro de Magnésio.
      Outra coisa: Em Europa existe um doutor que cura a próstata em 15 min. Com pulsos magnéticos.

  • gleyce:

    muito legal!

  • Miguel:

    Muito esclarecedor, tenho 36 anos ainda, mas sei que quando eu tiver a idade terei que fazer esse exame, que apesar de constrangedor, é necessário, em princípio pretendo fazer com uma “médica” acho menos constrangedor, do que com um médico sacana metendo o dedo em mim.

  • Everton Carlos da Costa Cardoso:

    Só a título de esclarecimento: Esperma é o líquido secretado pelas glândulas reprodutoras masculinas e que contém os espermatozóides. Espermatozóide é a célula reprodutora masculina.

  • Marcos:

    Olá a todos !
    O importante para nós, homens, é fazer o exame preventivo, tanto o de sangue quanto a temida dedada.
    Tem que fazer, não vai diminuir nossa masculinidade e pode nos livrar de uma doença terrível, esta sim, abaixa (literalmente) nossa masculinidade.
    Faço os exames anualmente pois já tenho 53 anos e posso garantir: é a melhor maneira de nos prevenirmos.
    Abraços a todos !

  • Farofa:

    Mais um motivo para fazer se><o diáriamente

  • Alan:

    Tenho medo dessas doenças de órgão reprodutor sou muito novo ainda para ter esse tipo de problema.

  • Cleber Mota:

    Mais um motivo para se masturbar diáriamente

  • Rose Marx:

    Muito bom mesmo este artigo, todas as informações são bastantes esclarecedoras, mas concordo com o internalta Almeida Inácio, seria bom que voltassemos a falar sobre esse assunto com mais profundidade. Talvez assim, a tão temida ida dos homens a médicos especialistas venha a diminuir o imenso índice desse tipo de câncer masculino.

  • Eddy:

    Câncer, a palavra de medo. É só falar essa palavra e já quase todo mundo se arrepia. Entretanto pouca gente investiga antes de falar. Existe tantos casos de câncer curados somente com a mudança de atitude… Pesquisem um pouco sobre dois nomes, poderia dar mais, entretanto nem sei se vão publicar, Dr. Ryke Geerd Hamer e Dr. Simoncini ou veja a super revista espanhola DSALUD. Mais investigue mesmo, não somente a tocada Wikipedia.
    Para autodenominar-se científico este blog parece mais bem um igreja/religião. Isso se é que vão bloquear os comentários meus por mais tempo.
    Claro porque dizer qualquer coisa tudo bem, está cheio pela internet, mas bloquear comentários então a coisa é feia mesmo e estará comprando uma guerra. Bem pagada pelas farmacêuticas?
    Não vendam a alma que custa caro.

  • Almeida Inácio:

    Eu acho este artigo muito importante, mas pouco profundo apesar de que a matéria em si é complexa.

    Aconselho que se voltasse a falar do mesmo assunto, mas acompanhado de imagens que facilite a compreensão de pessoas que não se formaram em anatomia.

Deixe seu comentário!