Expedição simulada a Marte sofre falha crítica

Publicado em 24.02.2010

expedição marte

Um grupo de aficionados por Marte, chamado Mars Society (em português “A sociedade de Marte”) fazia um treinamento, simulando uma exploração no planeta vermelho, no deserto de Utah (aqui na Terra mesmo). Eles mantém uma gravação de todas as suas “expedições” (na verdade eles nunca foram para Marte, mas treinam regularmente para isso) e a postam tudo em seu site.

Uma das últimas gravações de suas missões trouxe um problema real e, na verdade, muito engraçado. As simulações de duas semanas contam com vários participantes que simulam como seria estar em Marte – mas alguns participantes levam a simulação menos a sério do que outros.

A última equipe que esteve em treinamento era formado inteiramente por belgas e estava sofrendo com confusões dignas de uma versão nerd do Big Brother. Havia confusões e fofocas dentro do grupo, pessoas preguiçosas que não se prepararam corretamente para a missão e, até mesmo, um site que observava cada movimento dos participantes e fazia um relatório para curiosos.

De acordo com o site, alguns participantes voltaram de sua “missão” com o nariz sangrando, após brigas mais fervorosas. Aparentemente, a expedição não apresentou os resultados necessários. [Gizmodo]

Autor: Eduardo Martins

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

19 Comentários

  1. “Crescei e multiplicai-vos”

    -> Em aproximadamente 100 anos já teremos desbravado e “terrificado” todo o sistema solar.

    -> Em 1000 ou 2000 anos praticamente 50% da galaxia estará colonizada.

    -> Em 100.000 anos 50% do universo conhecido terá colonias de todos os tipos desde flora/fauna terrestre até colonias humanas.

    O humano tem curiosidade, tem afinidade com a conquista e o desbravamento e gosta de estudar e conhecer. Somos a especie ideal.

    Thumb up 1
  2. Falha crítica mesmo é o texto do artigo em Hypescience! Pra mim o texto no GIZMODO explica melhor o que aconteceu.

    Thumb up 0
  3. O problema do mundo é que são pessoas demais, diferenças demais, conflitos de interesses demais.

    Thumb up 2
  4. “Isso tudo compenssaria essa nossa vidinha,(medíocre) aqui na terra”

    Só podem estar brincando, né?
    vidinha medíocre que nós mesmo fazemos… sim, cada um de nós colabora pra destruição da Terra, ao simplesmente aceitar (principalmente) esse consumismo absurdo.

    Qual a diferença se conseguissemos habitar outro planeta?
    Duraria quantos anos, nas maos humanas?
    seriam 100 anos para torna-lo habitavel e, se com sorte, destruiriamos em 50, 80 anos…

    Uma salva de palmas para todos nós, que passamos cada dia colaborando avidamente para a nossa propria destruição… vamos continuar gastando com idiotices assim, e deixar que a humanidade se acabe em guerras, doenças, etc…

    Thumb up 1
  5. Prezado Ruben Zevallos Jr.

    Sua analogia com uma cesta de ovos é interessante, não fosse por um pequeno detalhe….

    A Cesta nunca vai cair… A terra e a vida vão continuar por muito tempo depois que a Humanidade se for..

    A melhor analogia seria usar o exemplo de formigas no corpo de uma pessoa… nós somos as formigas e a terra é a pessoa… se uma formiguinha pequena caminhar sobre sua pele… vc provavelmente nem vai sentir.. mas se ela te morder, você simplesmente sacode o braço e elimina o problema….

    Com relação a nao passarmos da lua.. concordo com o pessoal que diz que não vamos muito longe… mas acredito que o sistema solar consigamos atingir… não é tão complicado assim… daqui a 100 ou 200 anos isso será perfeitamente viável e corriqueiro…

    Mas atingir estrelas… outras galaxias.. bem.. aí até lá é provável que os macacos terão detonado a granada nas próprias mãos…

    Thumb up 0
  6. (Isso tudo compenssaria essa nossa vidinha,(medíocre) aqui na terra.)

    Vidinha mediocre meu amigo,cara…o que vc quer mais,tudo o que necessitamos para vivewr esta aqui,na terra,mar enfim…soh nao sabemos usar ou seja,aproveitar tudo isso da maneira certa…tudo bem que eh SUPER INTERESSANTE e um AVANCO na TECNOLOGIA mas digo a vc o seguinte….eai? muda alguma coisa meu queridoo…abracao por tras

    Thumb up 1
  7. Explorar outros planetas, não é uma obrigação, e sim uma necessidade,no qual Marte seria um ponto de partida.
    Isso tudo compenssaria essa nossa vidinha,(medíocre) aqui na terra.

    Thumb up 0
  8. Fábio Cerqueira em 25.02.2010:
    “O Homem já passou, meu caro. A humanidade já consegue viajar todo o sistema solar, mesmo que com sondas”

    Enquanto isso:
    O “homi” não conhece a si mesmo, não consegue a paz, pessoas morrem de fome e de gripe, hospitais que mais parecem matadouros publicos, politicos que matam e roubam, traficantes “educam” nossos filhos, crianças vão a escola e não tem cadeiras para sentarem ou passam fome porque não tem merenda porque foi desviada ou roubada pelo politico ou pela diretora da “iscola”, PM´s matam e até assaltam turistas em serviço, construimos armas de destruição em massa, paises “crescidos” invadem, matam e dominam pobres, etc, etc, etc.

    Thumb up 0
    • Tudo isso e muito pior que isso já existia no mundo quando Colombo convenceu o trono espanhol a financiar sua viagem de descoberta. Deveria ele aguardar que a humanidade se tornasse justa para só então aventurar-se no oceano líquido? Devemos ficar esperando o homem se tornar humano (=tornar-se justo, bom, honesto, sincero,…) para só então explorarmos o oceano espacial? Ou será que estamos diante de um falso dilema? Tenho a impressão que se Colombo e os outros fossem esperar tais ideais existirem para só então embarcarem rumo ao novo mundo nós não estaríamos aqui agora, discutindo sobre Marte, Lua e todo o Universo. Do meu ponto de vista uma coisa não exclui a outra.

      Thumb up 1
  9. Olha, pessoal, eu até que concordo com o amigo Júlio quando ele diz que o homem não passará da lua. Eu interpreto a frase dele de maneira diferente. O homem já avançou muito na ciência e tecnologia, já varreu meio mundo e mar com suas pesquisas, está procurando agora vida fora da Terra, mas o que falta ao homem é conhecer a si mesmo. Em matéria de autoconhecimento a nota é zero! Uma simulação tão interessante ao planeta vermelho poderia ser vista com mais seriedade e respeito, mas o homem não conhece os seus próprios limites e a mairia é derrotada por si mesmo. Pelo que vejo, não vão passar mesmo da lua se for numa missão tripulada! Vocês já assistiram ao filme “Missão Marte”? Vejam como aqueles tripulantes são solidários…

    Thumb up 0
    • Talvez o ser humano tenha uma impossibilidade física para um total autoconhecimento. Se o autoconhecimento depender do cérebro, então o cérebro terá que saber tudo sobre ele próprio. Mas como ele fará isso? Como o cérebro poderá conhecer a si mesmo 100%? Talvez essa proposta guarde uma certa semelhança com uma outra proposta: a de uma pessoa levantar a si mesma no ar apenas puxando para cima os cadarços dos próprios tênis. Talvez tenhamos que aceitar o fato: só poderemos ter um autoconhecimento relativo. Mas autoconhecimento pleno não é condição “sine qua non”. Se fosse, ainda estaríamos nas cavernas lutando pelo autoconhecimento. Na realidade, provavelmente nunca cheguemos ao conhecimento pleno de nada no Universo. PIQP (por incrível que pareça), isso é o melhor de tudo! Nunca saberemos tudo, então sempre teremos conhecimento novo a buscar! Maravilhoso! Nunca nos aborreceremos neste Universo. E este é o único nunca que eu ouso pronunciar. Existem barreiras que, hoje, nos parecem intransponíveis, mas a história tem nos mostrado que impossível é só uma ilusão temporária. E é assim porque nós não sabemos de tudo e, portanto, nunca devemos dizer nunca! Eu mesmo nunca digo nunca… Ops, acabei de dizer, esqueçam esta parte.

      Thumb up 0
  10. E este “erro” talvez tenha sido o maior acerto, afinal, já desde os cosmonautas russos, o temperamento dos humanos sob pressão tem significativa importância no bom andamento da missão… Há relatos de brigas entre eles, inclusive, físicas!

    Os astronautas americanos tb tiveram de lidar com isso. A nasa costumava designá-los tb por temperamento e afinidade…

    Os ocupantes da estação espacial internacional tb lidam com isso, afinal, ficam por lá, sob pressão, durante muito, muito tempo.

    O incidente dos “marcianos” pode ser estudado com proveito!

    Thumb up 0
  11. “O homem não vai passar da Lua…”

    Meu nobre, o homem já passou do sistema solar com suas máquinas.
    E o homem só não está fisicamente em outros planetas por um probleminha básico: dinheiro (que é gasto em armamentos e outras coisas de uso duvidoso)

    Thumb up 4
    • Dinheiro! verbas, orçamento! Tai o problema real. Por causa desse pequeno detalhe encerraram o programa Apollo. O mero detalhe do dinheiro também é ainda obstáculo para mandarem pessoas à Marte. Já pensaram quanto custa cada quilo útil para ser mandado à Lua ou à Marte? É muita, muita grana!

      Thumb up 0
  12. A humanidade precisa sair da Terra o quanto antes… lembrando que a Terra é como uma cesta com todos os ovos… se a cesta cair, toda a humanidade irá junto.

    O projeto apesar de amador, tem o seu ponto interessante, já que todos estão lá para um fim… que é o de fazer algo de bom e experimentar… então…

    Thumb up 0
  13. Por que ? Isso não quer dizer nada, afinal de contas é só um bando de fans de “astronautas” fazendo simulações sem nenhuma preucupação ou compromisso.

    Thumb up 0
    • Von Brawn, antes de se tornar o principal mentor do programa Apolo, quando ainda era jovem na Alemanha, participava de um bando de fans de astronautas. O que quero dizer? É que sonhar é o primeiro passo. Depois do sonho quem poderá dizer onde chegará o sonhador?

      Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
fumante
Fumantes são mais burros do que não-fumantes?

De acordo com uma pe...

Fechar