Cientistas descobrem como produzir sangue artificial em escala industrial

Com certeza, existem mais pessoas precisando de doações de sangue do que pessoas doando sangue. É um sonho médico ter sangue artificial sempre à mão, mas a realidade tem sido – até agora – muito diferente.

Quando a ideia surgiu, os pesquisadores fizeram de tudo para torná-la possível. Enquanto conseguimos de fato produzir glóbulos vermelhos em laboratório, a técnica atual, que utiliza células-tronco, apenas gera um pequeno número deles, na melhor das hipóteses.

Agora, cientistas britânicos da Universidade de Bristol parecem ter encontrado a solução: eles desenvolveram um procedimento que pode eficazmente produzir um número ilimitado de glóbulos vermelhos.

O truque é criar glóbulos prematuros “imortalizados” que você pode cultivar tanto quanto desejar, tornando a produção em massa uma possibilidade verdadeira.

Desafios do mundo real

O maior desafio é traduzir a técnica para a fabricação comercial.

Os cientistas já criaram alguns litros de sangue em laboratório, mas há uma grande diferença entre isso e os enormes volumes necessários para atender até mesmo um único hospital.

Embora o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido esteja planejando testar sangue artificial este ano, a nova técnica não estará envolvida.

Mesmo que o novo método estivesse pronto para o mundo real, no entanto, qualquer produção em massa provavelmente se concentraria em pessoas com tipos de sangue raros que nem sempre podem contar com doações.

Mesmo esse esforço limitado, porém, faria uma enorme diferença – uma diferença de vida ou morte. Hospitais sempre precisam de um fornecimento consistente de sangue raro. [Engadget]

Por: Natasha RomanzotiEm: 29.03.2017 | Em Bem-estar, Principal  | Tags: ,  
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (8 votos, média: 4,75 de 5)
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta