O que você come durante a gravidez é o que o seu filho vai preferir mais tarde

Publicado em 28.03.2011

Tal mãe, tal filho. Um novo estudo sugere que as mães que consomem muito açúcar e gordura durante a gravidez têm bebês propensos a gostarem mais desses tipos de alimentos também.

Segundo a pesquisa, feita com ratos, isso acontece porque a dieta rica em açúcar e gordura leva a alterações no mecanismo de recompensa do cérebro do feto, alterando suas preferências alimentares.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores estudaram dois grupos de ratos durante a gravidez e a lactação. Um deles era alimentado com uma “ração” normal, e outro grupo tinha uma dieta de “porcarias”, composta por uma seleção de alimentos humanos ricos em gordura e em açúcar.

Depois que os ratinhos foram desmamados, os filhotes de ambos os grupos foram autorizados a escolher suas próprias dietas, entre a mesma seleção de comidas gordurosas ou a ração padrão. Em diferentes momentos após o nascimento dos filhotes, seus cérebros foram medidos para os pesquisadores verificarem seus níveis dos produtos químicos (dopamina e opióides) que fazem as pessoas sentirem prazer.

Os pesquisadores descobriram que o grupo de ratos cujas mães ingeriram a dieta “porcaria” tinha altos níveis de receptores de opióides após terem sido desmamados. Este grupo também escolheu comer mais alimentos gordurosos, em comparação com os filhotes cujas mães comeram a dieta de ração padrão.

Isso sugere que os filhos cujas mães comem quantidades excessivas de gordura e açúcar durante a gravidez ou a amamentação são mais susceptíveis de ter uma maior preferência por esses alimentos mais tarde na vida.

Os resultados podem ajudar a guiar melhores dietas para as mulheres grávidas. As descobertas oferecem uma explicação para a crescente taxa de obesidade humana, e também podem explicar porque algumas pessoas resistem tranquilamente a alimentos gordurosos e açucarados, enquanto outras parecem irremediavelmente viciadas.

Quão irônico é a sua mãe reclamando para que você coma frutas e vegetais, sendo que poderiam ter sido suas ações que lhe ajudaram a preferir as porcarias? No futuro, estudos como esse poderão convencer as mamães a comer mais saudável durante a gravidez, ao invés de correr para o sorvete e o chocolate. [ScienceDaily]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 25 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

7 Comentários

  1. Só pra lembrar que essa relação entre à alimentação da mãe durante a gravidez e as preferências alimentares do filho revela apenas uma tendência, e não uma regra. Não necessariamente vc vai gostar das mesmas coisas que sua mãe, poxa. Fatores socioambientais e genéticos (que podem ser diferentes dos da sua mãe) influenciam diretamente.

    Thumb up 2
  2. minha mãe não se entupia de chocolate, ela nem gosta muito, e eu sou chocólatra…

    Thumb up 1
  3. Noa sou um cientista da area, mas as conclusoes nao sao verdadeiras. Se eu mantivesse as preferencias de minha mae minha dieta seria completamente diferente. Nao me baseio somente pela minha experiencia pessoal, mas a esperiencia esta mal descrita e eh tendenciosa. Mas eh o que vende! Lamento pelo jornalismo moderno que publica qualquer coisa sem comprovacao abalisada.

    Thumb up 2
  4. Eu faço parte do seleto grupo de pessoas que “resistem tranquilamente a alimentos gordurosos e açucarados”, como mas não sou mais um desesperado por doces e gorduras.

    Thumb up 1
  5. Nada a ver, quando estava gravida de meu primeiro filho, passei muita fome,éramos tão pobres ,q ñ havia comida, o pouco q meu marido ganhava agente comprava material p\ fazer nossa casinha , ele pedreiro e eu servente, hoje meu filho c\ 35 anos sempre foi bom de garfo come de tudo , nunca regeitou nada.Adora um self service p\ comer á vontade.

    Thumb up 3
  6. Mentira, minha mae só vivia de vegetais, cereais integrais entre outras comidas…
    Eu nunca gostei desses alimentos, isso nao é passado pela genetica eu acho, isso é passado atravez do ensinamento e educação alimentar quando criança!

    Thumb up 8
  7. nao sei nao…quando minha mae tava gravida de mim ela comia melancia seeempre. Desde que nasci, nao posso nem sentir o cheiro de melancia que passo mal. E eu nem sabia disso, descobri ha uns anos atras!

    Thumb up 11

Envie um comentário