Gordura para emagrecer

Por , em 27.08.2009

obesidade
Obesidade

A obesidade é um problema em todo o mundo. No Reino Unido, quase 60% da população adulta tem sobrepeso, e 10% das crianças chegam à idade escolar já obesas. Além disso, problemas de saúde relacionados à obesidade custam até 16 bilhões de libras (aproximadamente 47 milhões de reais) aos cofres públicos.

Apesar disso, novas pesquisas sugerem que a gordura tem um papel importante no corpo humano: “As células de gordura produzem mais de 100 sinais químicos e hormônios”, afirma Paul Treyhurn, professor da Universidade de Liverpool, na Inglaterra. Além disso, cientistas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, descobriram que talvez seja possível manipular a gordura corporal para que ela comece a nos fazer bem.

A gordura encontrada na barriga é considerada maléfica, pois aumenta o risco de doenças metabólicas, como a diabetes. Entretanto, a gordura subcutânea dos quadris e das coxas serve para nos proteger. “Se pudermos reprogramar a gordura de modo que ela tenha menos efeitos ruins, poderíamos nos livrar de algumas consequências da obesidade”, afirma Ronald Kahn, pesquisador da Harvard. Kahn fez uma pesquisa com ratos que mostrou que é possível transplantar a gordura “boa” na área abdominal, reduzindo os riscos das doenças relacionadas à obesidade.

A gordura como aliada para o emagrecimento

Outra descoberta é ainda mais importante para mudar o modo que encaramos e combatemos a obesidade: pesquisadores de Harvard descobriram que humanos adultos têm depósitos de gordura marrom, um tipo de gordura que queima muita energia, e acreditava-se ser encontrada apenas em bebês. Uma nova técnica de busca mostrou depósitos da gordura marrom no pescoço de pacientes.

“Sessenta gramas de gordura marrom podem queimar até 500 calorias por dia”, afirma Kahn, que também complementa que é muito difícil queimar tanta energia com exercícios. “Um pouco mais de gordura marrom seria benéfico para a perda de peso”, afirma o pesquisador.

A gordura marrom é composta com várias mitocôndrias, que servem para transformar açúcares em energia. O detalhe é que as mitocôndrias desse tipo de gordura são defeituosas, e liberam a energia como forma de calor.

Os cientistas acreditam que, ativando a gordura marrom em pacientes obesos, ou até aumentando a quantidade da gordura, a perda de peso pode ser facilitada. A equipe de Kahn descobriu que a substância BMP-7 pode ser utilizada para transformar células-tronco em gordura marrom. “Isso combinado com uma boa dieta e exercícios pode ter efeitos dramáticos”, diz Kahn.

Pesquisadores australianos também tentam encontrar alternativas para maximizar a gordura marrom em pacientes obesos. Eles descobriram mais gordura marrom entre os músculos, e, em experimentos com ovelhas, descobriram um hormônio que aumenta a temperatura corporal após as refeições, quando a gordura marrom é ativada.

Ian Clarke, do departamento de fisiologia da Universidade de Monash, na Austrália, acredita que a gordura marrom pode ser responsável por essa produção de calor. Acredita-se que, no passado, a gordura marrom servia como uma forma de aquecimento para os humanos. Em testes, foi provado que, em cômodos mais frios, as células de gordura marrom são ativadas. Os cientistas não têm certeza se diminuir a temperatura é um jeito eficiente para perder peso, mas, pelo jeito, a própria gordura pode ser uma resposta para esse problema. [Teelgraph, Foto de Colros]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

4 comentários

  • Clement:

    Obrigado pelo artigo, que me fez refletir sob aspectos médicos deste tema.
    Quando se diz:”Kahn fez uma pesquisa com ratos que mostrou que é possível transplantar a gordura “boa” na área abdominal, reduzindo os riscos das doenças relacionadas à obesidade.”
    Isto é essencialmente verdadeiro para ratos, pois humanos obesos tem a tendência para permanecerem horas a fio sentados o que certamente diminui a circulação sanguínea, levando ao acúmulo de gordura morta = gordura branca.
    Acredito que a forma mais prática de se transformar a gordura branca em marrom seja através da atividade física leve a moderada e de longa duração.
    Quanto ao fato da gordura marrom liberar calor, este é um fato positivo que pode ajudar no aumento de circulação local sim, mas a própria atividade física faz isto de forma muito mais eficaz.
    Como foi comentado tb. pelo amigo Wilson: ” não adianta nada fazer a cirurgia se os caras não mudarem o perfil mental”, é bem verdadeiro também, eu particularmente não conheço uma forma mais garantida de se mudar o perfil mental, do que através do realinhamento espiritual na pessoa, o que traz sustentabilidade aos propósitos de vida inclusive, sem ficar se gladiando contra os próprios hábitos, mas simplesmente agradecendo pelo feed-back positivo que esta nova postura de vida acaba trazendo.

  • JUMENTO:

    Esta pesquisa poderia ser também fundamentada observando pessoas que vivem em locais mais frios… se a % da obesidade nestes locais for interior a locais mais quentes, então procede o que a pesquisa diz em diminuir temperatura, ou que estas células marron são ativadas com diminuição de temperatura. Quanto ao comentario do Wilsonr… também é verdadeiro uma vez que, muitos recorrem a comer como descarga da ansiedade, depressão e outros fatores psicologicos. Isso não é só comida, tbm é bebida, fumo, baladas, sexo, enfim… uma relação imensa e tudo voltado ao psicologico. Como diz a Gloria, existe um interesse financeiro nesse mercado, mas tem de se levar em conta que também existe outros mercados que passam despercebidos como o de cosmeticos, vestimentas, saúde, audio-visual, etc… e todos eles buscam suprir as “faltas” psicologicas portanto, minha opinião é que tudo está mais voltado ao lado psicologico e o comentário do Wilsonr tem muito fundamento.

  • gloria:

    Quem já viu o filme Ëu sou a lenda: pois então, é perigoso ficar mexendo muito no que já ta pronto,ñ seria melhor comer certo,mudar de vida…Tanta gente consegue emagreser e ser feliz .Há um grande interese financeiro na industria da obesidade!As propagandas de comes e bebes nus instigam a comer e comer pra eles ficarem cada vez mais ricos,nós é q temos q ter juízo , só comer para viver e ñ viver para comer!

  • wilsonr:

    nuçnca vi um gordo que tivesse alguma culpa pela gordura.
    normalmente são hormonios.
    eu desconfio que são hormonios do tipo mastigantes.
    vejo milhares de cirurgias de redução de estomago. mas voce não mexe no problema que é no cérebro. ou seja. os caras tem compulsão de comer. tudo é motivo para comer, tristeza, alegria, nervoso ou mesmo e pior gostar de comer.
    não vejo materias falando que os caras tem que fazer trabalho psicológico. que seria o primeiro passo. e onde o governo economizaria muito com cirurgias e riscos desnecessários. eu já ouvi muitas histórias de gordos que fizeram a redução de estomago, e que sabotam o regime. tem um que fazia um furo numa lata de leite condensado e ficava mamando a lata. ou seja. não adianta nada fazer a cirurgia se os caras não mudarem o perfil mental.

Deixe seu comentário!