Minúsculas obras de arte em pontas de lápis

Muitos artistas usam lápis para criar suas obras, mas poucos transformam o próprio lápis na arte.

Dalton Ghetti tem 49 anos e adora esculpir coisas desde pequeno. Quando era criança, costumava gravar o nome dos amigos em lápis e oferecê-los como presentes. Depois ele começou a fazer esculturas de madeira maiores, até que ele redescobriu os lápis – mais precisamente, os grafites.

Usando uma lâmina de barbear, uma faca de esculpir e uma faca de costura, Dalton consegue criar as mais incríveis figuras na ponta de um lápis.

E, acredite ou não, ele consegue fazer isso sem usar lentes.

Ele se dedica a esse tipo de trabalho há 25 anos e a maior parte dos lápis demora dois meses para ficar completa. No entanto, seu trabalho mais complexo, demorou dois anos e meio.

Como você pode imaginar, muitas vezes os grafites frágeis quebram, mas ele tem uma filosofia: acredita que todos eles irão quebrar e, quando isso não acontece, é lucro.

O projeto atual de Dalton é fazer 3 mil lágrimas em pontas de lápis, representando as pessoas que morreram no ataque ao World Trade Center. Ele começou o projeto em 2002 e estima que irá demorar cerca de 10 anos para concluí-lo. [OddityCentral]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Curta no Facebook:

16 respostas para “Minúsculas obras de arte em pontas de lápis”

  1. Talento indiscutível!achei pura arte. Também existi um homem que conseguiu fazer Alice na mesa com os personagem da historia num buraco de agulha de custura e uma miniatura da maior casa do mundo numa cabeça de alfinete.Os dois são artistas natos!Everton tenha respeito por que ele cria arte de verdade é um dom unica que talvez nunca mais veremos!

  2. cara, muito show
    isso q é criatividade
    show show show
    e aos q ficam desmerecendo esse trabalho
    pura inveja vai v tentaram fazer um castelo de areia e nem isso conseguiram
    kkkkkkkkkkk

  3. SENSACIONAL! Muito boa essa matéria, aqui em Ceará tem gente que faz uma ‘arte’ com areia colorida dentro de garrafas, também são incríveis, mas esse negócio frito em pontas de lápis é realmente incrível. Parabéns pela matéria, VOCÊS SÃO ÓTIMOS!

  4. Nossa que legal, uma vez quando eu estava na 3ª série eu vi um lapis de uma moça que estudava comigo, que tinha a cabeça de um indio com um cocar, isso era na ponta do lapis que não tinha o grafite, sempre tentei fazer, mesmo que não ficasse igual, mas sempre tentei fazer “totens” em lápis, só que eu usava estilete, vou tentar agora com lamina de barbear, deve ser mais facil…
    curti muito o coração

  5. Parabéns!!!
    Não basta ter o DOM, o mais importante é colocar em prática, é estimular suas potencialidades e realizar as obras de arte.
    Já ouvi falar que alguém fez o busto de Getúlio Vargas na cabeça de um alfinete.

  6. Também gostei da matéria, o site está de parabéns… aliás, na maioria das matérias que chegam por e-mail, eu tenho sempre UMA ou até mais matérias que acho valer a pena ler… esta aqui é uma delas… Acredito que qualquer ser humano é capaz de fazer alguma coisa, mesmo que esta coisa não seja, lá assim, TÃO útil, mas faz com que este indivíduo expresse sua criatividade e gaste seu tempo não para o mal… Parabéns a todos!!!

Deixe uma resposta