11 sinais de alerta para os pais detectarem doença mental em crianças

Por , em 31.10.2011

Para ajudar crianças com transtornos mentais não diagnosticados, pesquisadores lançaram uma lista de 11 sinais fáceis de reconhecer que podem ser usados como um alerta pelos pais e outras pessoas da comunidade.

A lista se destina a ajudar a fechar uma lacuna entre o número de crianças que sofrem de doenças mentais e aquelas que realmente recebem tratamento para essas doenças. Com ela, os pesquisadores esperam que os pais distingam entre comportamentos normais da infância e verdadeiros sinais de doença mental.

Entre os sinais, estão sentir-se triste ou “se fechar” por duas semanas ou mais, o que pode indicar depressão, e medos intensos ou preocupações que atrapalham atividades diárias, o que pode indicar um distúrbio de ansiedade.

Estudos sugerem que três em cada quatro crianças com distúrbios de saúde mental, incluindo déficit de atenção e hiperatividade, distúrbios alimentares e transtorno bipolar, passam despercebidas e não recebem os cuidados de que necessitam.

Pais que perceberem qualquer um desses sinais em seus filhos devem levá-los para ver um pediatra ou profissional de saúde mental para uma avaliação psiquiátrica.

A identificação de um transtorno psiquiátrico no início da vida também irá permitir que as crianças recebam tratamento mais cedo, o que provavelmente irá torná-los mais eficazes.

A lista foi criada por um comitê que analisou vários estudos de saúde mental, envolvendo mais de 6.000 crianças. Eles garantem que os sintomas na lista podem identificar a maioria das crianças com certos distúrbios de saúde mental.

Os 11 sinais de alerta são os seguintes:

• Sentir-se muito triste ou “se fechar” por duas ou mais semanas;
• Tentar se ferir ou se matar, ou fazer planos para isso;
• Medo súbito esmagador sem razão, às vezes com coração acelerado ou respiração rápida;
• Se envolver em várias lutas, usando uma arma, ou querer ferir outros;
• Comportamento fora de controle grave, que pode chegar a machucar a si mesmo ou outros;
• Não comer, vomitar ou usar laxantes para perder peso;
• Preocupações ou medos intensos que atrapalham atividades diárias;
• Extrema dificuldade em concentrar-se ou permanecer quieto, o que o coloca em perigo físico ou causa insucesso escolar;
• Uso repetido de drogas ou álcool;
• Grave humor que causa problemas em suas relações;
• Mudanças drásticas no seu comportamento ou personalidade.

Esses sinais formam um “perfil” e não são em si diagnósticos específicos. Para diagnósticos precisos, os pais devem procurar ajuda de um profissional de saúde.

Para evitar o alarme potencial de pais, que podem diagnosticar transtornos mentais onde eles não existem, os pesquisadores disseram que projetaram a lista para ser conservadora. Ou seja, estes sinais não serão evidentes em todas as crianças que tem um distúrbio de saúde mental. Dos 15% dos jovens que se estima que tenham doença mental, os perfis vão identificar cerca de 8%.[LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,00 de 5)

20 comentários

  • Picardinho Flow Wizz:

    Eu tambem acho que so meio louco.
    penso coisas que me fazem iritar, nao como tenho pavor a publico.

  • 3dx:

    meu deus eu tenho problema mental dos 11 diagnósticos pelo menos 8 eu tenho :O

  • Ezio José:

    Com certeza.
    Não é só ser corinthiana, é ir pros campinhos de dia pra jogar futebol e de noite para umar uns fininhos.

  • Peter:

    Não torço para nenhum time. Mas isso que você falou é uma palhaçada. O assunto é sério e tem muito pai preocupado e você querendo ser engraçado. Tenta novamente, porque você passou longe. Palhaço!

  • Evandro:

    Se for ver bem então… então a maioria dos adultos são uns doentes mentais.

    • Ezio José:

      Dá para notar lendo a maioria dos cometários postados neste espaço. Eu também não estou isento.

  • macedo:

    Mudanças drásticas no seu comportamento ou personalidade.
    Favor detalhar essas atitudes.

    • Ezio José:

      Acredito que uma coisa prejudica a outra, porém, a personalidade é algo nato.

  • Henrique:

    • Não comer, vomitar ou usar laxantes para perder peso;

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk, claro tenho uma filha de 5 anos que se automedica estou muito preocupado

    • Ezio José:

      Deve comprar uma bonequinha daquelas que boca que engoe tudo ….kkkk

  • Saulo Madeira:

    Confesso que também não entendi essa de “Uso repetido de drogas ou álcool” Como assim? Tá liberado o uso de drogas e álcool para as crianças?

    • Ezio José:

      Vá ou passe observando os moradores de rua embaixo dos viadutos lá pelas bandas da Estação da Luz em Sampa.

  • igor:

    Eu suspeito que tenho mitomania TOC e talvez distimia tenho quase todos os sintomas para me enquadrar no perfil desses transtornos gostaria de saber que medico devo procurar pois ultimamente tem sido

    • Ezio José:

      Lógico que um psicólogo ou psiquiatra. Mas se não resolver deve procurar um urologista.

    • gabriele:

      um pode ser psicÒlogo ou psiquiatra mais se nao resove deve corre o mai de presa atrais de um urologista

  • tim:

    tom, boa observação kkkkkkkkkkkkkkkk

  • Tom:

    “• Uso repetido de drogas ou álcool;”

    Porra, se a criança bebe aí não é doença mental, é relaxo dos pais!

    • Henrique:

      se a criança bebe significa que os pais tem algum problema mental kkkkkkkkkkkkkkkkk

    • gabriele:

      muito bom vc mando bem ta tudo serto muito bom

    • gabriele:

      te amo cara vc muito bom

Deixe seu comentário!