8 Gestos diários de origens desconhecidas

Por , em 24.09.2009

Todos os dias interagimos com gestos, frases e costumes que têm origens perdidas há muito tempo. Esta lista mostra alguns desses gestos e tradições com suas histórias desconhecidas. Se você souber da história de algum outro costume que não está listado, compartilhe nos comentários!

8. Apertar as mãos

aperto de maos homer

O aperto de mãos é utilizado como cumprimento e como forma de selar contratos verbais há mais de dois milênios. O gesto demonstra que a mão não tem nenhuma arma, e é um símbolo de boa vontade e confiança. O costume era que a mão direita fosse usada para selar um acordo, e a esquerda para acabar com ele.

Uma das teorias se refere à Idade Média, quando os cavaleiros ofereciam a mão direita em uma clara mensagem de que não pretendiam lutar, já que esta era a mão utilizada para empunhar a espada.

Em muitas comunidades árabes acenar com a mão esquerda é uma grave ofensa, pois é considerada impura.

7. Saudação com dois dedos em “V”

v com as maoes dedos

Este símbolo tão utilizado teve vários significados com o passar dos anos. O estadista britânico Winston Churchill, por exemplo, costumava usar o “V” em sinal de vitória em questões políticas. Na década de 60, o símbolo foi ligado ao seu significado mais conhecido, de “paz e amor”.

Acredita-se que a primeira vez que o gesto foi feito foi na batalha de Agincourt, em 1415. Arqueiros franceses ameaçaram arrancar dois dedos dos arqueiros (que eram a força principal de ataque) britânicos, aqueles que seguram a corda do arco, durante a batalha. Depois da batalha, os britânicos exibiram seus dois dedos, mostrando que eles ainda estavam intactos.

6. “Abençoar” espirros

quase espirro

Como já publicamos aqui neste artigo, o costume de dizer “saúde” ou “deus te abençoe” para alguém que espirra é muito antigo. Uma das histórias mais aceitas sobre isso é que, antigamente, na Europa, durante as crises da peste bubônica, acreditava-se que a alma da pessoa ficava desprotegida durante o espirro, e por isso as pessoas abençoavam quem espirrava, para protegê-los.

Em algumas culturas, como a alemã, a expressão usada depois de um espirro, “Geshundheit!”, é um desejo de boa saúde e uma longa vida.

5. Sinal de positivo

positivo polegar para cima pulp fiction

Acredita-se que este gesto nasceu na época dos combates entre gladiadores na Roma Antiga, quando a plateia escolhia com o sinal de positivo se o combatente poderia viver. Mas isto não é verdade. Não se sabe ao certo se essa é a história original, e existem outras teorias.

Na Inglaterra era comum o uso dos polegares para se fazer negócios: as duas pessoas envolvidas molhavam o dedo, levantavam a mão e apertavam um polegar contra o outro. É possível que esta seja também a origem deste gesto, usado como uma ideia de aprovação.

4. Bater continência

continencia

Soldados romanos podem ter iniciado o costume da saudação militar ao proteger os olhos de seus superiores, e cavaleiros medievais podem ter usado o gesto como uma forma de levantar seus elmos, como forma de mostrar que não iriam lutar. Esta segunda teoria é apoiada pelo fato que o elmo com a armadura é chamado, no inglês, de “sallet”, palavra próxima a “salute”, saudação, em inglês.

A imagem ao lado mostra o pequeno John Kennedy Jr. saudando sei pai, que estava sendo enterrado. De partir o coração.

3. Cruzar os dedos

Annie-Community-dedos cruzados

Antigamente, cruzar os dedos para desejar boa sorte precisava de duas pessoas: uma para fazer o pedido, e outra para apoiar o pedido. Os dois dedos cruzados simbolizavam unidade e força, e era utilizado também para espantar bruxas.

Além desse significado, cruzar os dedos também é usado para anular uma promessa ou algo que você diz. Neste caso, os dedos cruzados deixam um espaço que a pessoa pretende usar como forma de explorar a falsa promessa.

2. Joquempô

pedra papel tesoura jokenpo

Joquempô é o nome brasileiro para o termo japonês Jan-Ken-Po, também conhecido como Pedra, Papel e Tesoura.

Essa clássica maneira de resolver impasses tem algumas variações.

Na Indonésia, é lacraia, elefante e humano. O inseto enlouquece o elefante, o humano mata o inseto, e o elefante esmaga o humano.

Uma outra versão do jogo tem 101 gestos diferentes e 5050 resultados com algum ganhador.

1. OK

ok

A origem da expressão “Ok” ainda é um mistério, mas existem várias teorias. Uma delas diz que, no século XIX, a comunicação escrita sofria com muitos erros, e um deles seria o “Oll Korrect”, querendo dizer “all correct”, tudo certo, em inglês. Outra teoria afirma que, durante a Guerra Civil dos Estados Unidos, os relatos de batalhas diziam “0 kills” (0 mortes) quando nenhum soldado havia perdido a vida. Abreviado, isso teria se tornado 0K (Zero K), e depois, OK.

No Brasil o sinal de OK já causou dores de cabeça, inclusive espancamentos, a estadunidenses desavisados que não entendem que o sinal é tão feio aqui quando mostrar o dedo do meio. A regra mundial é, na dúvida, usar seu polegar para dizer que está tudo bem e não irritar ninguém. [Listverse]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 4,50 de 5)

20 comentários

  • Ursus Arctos:

    Só uma observação… Não é “BATER” continência, e sim “PRESTAR” continência, ok?

  • XequemateUniverso:

    Ótima matéria , porém permita-se fazer uma ressalva :

    No final na matéria nota-se isso : ” No Brasil o sinal de OK já causou dores de cabeça, inclusive espancamentos, a estadunidenses desavisados que não entendem que o sinal é tão feio aqui quando mostrar o dedo do meio. A regra mundial é, na dúvida, usar seu polegar para dizer que está tudo bem e não irritar ninguém. ”

    Porém sobre a tal regra universal do ” Polegar ” terei que discordar , pois no Japão usar o polegar tem um significado pejorativo , ele significa uma referência ao órgão sexual masculino . Tem até mesmo um vídeo da cantora Sandy no Yotube explicando o mico que pagou perante uma massagista japonesa lá mesmo no Japão , ao fazer esse gesto de tudo bem com o polegar .

    Espero ter acrescentado mais informações a todos .

    E aproveitando a oportunidade , quero parabenizar o pessoal do HypeScience , ótima iniciativa de vocês em divulgar o conhecimento científico para todos .

    Abraços

  • Luiz Fernando:

    Complementando o significado do aperto de mão, antigamente os cavalheiros, antes de um duelo, davam-se um abraço. Porém muitos deles morriam com uma punhalada pelas costas durante o abraço, foi aí que inventaram o aperto de mão.

    • Luiz Fernando:

      Corrigindo o “cavaleiros”.

  • Luis Carlos Santana:

    Já li também que a expressão “O.K.” começou com um ex presidente dos E.U.A.. Seu nome começava com O.K.(Não me lembro qual era o nome dele. Se alguém aqui souber, por favor, publique). Enfim, ele passou a abreviá-lo em suas campanhas políticas, algo do tipo: Vote no O.K. e ficará tudo bem! Daí a expressão acabou ficando. É como chamarmos de PC alguém que se chama Paulo Cezar. Excelente site, meu favorito! Parabéns aos administradores!!!

  • Lily:

    Mto Legal

  • xuxa:

    muito bom

  • Luska:

    Muito interessante também são as expressões faciais, pois demonstramos todas nossas emoções e sentimentos a traves delas, e o mais incrível é que são mudanças sutis, mas que fazem toda a diferença.
    Assim como:
    Seriedade, indignação, raiva, fúria.
    Desdém, aversão, nojo, repugnância.
    Preocupação, inquietação, medo, terror.
    Satisfação, diversão, alegria, riso.
    Desânimo, melancolia, tristeza, aflição.
    Atenção, admiração, surpresa, choque.
    E ainda podem surgir outras emoções, por exemplo, se misturarmos duas de nossas emoções primarias teremos uma terceira.
    Raiva + Alegria = Crueldade
    Medo + Tristeza = Desolação
    Alegria + Tristeza = Esperança mínima
    Espero que gostem.

  • Roriz:

    … oras bolas, faltou o belo dedão do meio, o dedo médio, utilizado ao redor do mundo em situações de ofensa pura….

    • Luiz Fernando:

      Acho que esse gesto rude não carece de explicações, sendo autoexplicativo.

  • gloria:

    Ha o gesto de “sujou”entre bandidos…quando pinta policia ou algo q vai estragar os planos , entre eles fazem o sinal c/ a mão como se estivessem limpando algo da lapela.Já vi muito desse gesto nos onibus de minha cidade.

  • Pedro:

    Sim estou imaginando…
    Minha noiva olha e diz (grita):
    -Amor! Uma lacraia, mate esse inseto.
    Antes de pisar nela, eu diria:
    -Não não meu anjo, você está enganada, isso não um inseto e sim um quilópode.
    hehehe

    Mas brincadeiras a parte, valeu pela informação.

    E parabéns pelo artigo.

  • Rodrigo Santos:

    Lacraia não é um inseto, é, sim, um quilópode. Ambos pertencem ao filo dos artrópodes junto com os aracnídeos e os diplópodes. No entanto, não devem ser misturados ou confundidos devido às suas características muito distintas.

  • thiago costa:

    os escoteiros se saúdam com a mão esquerda. Diz a lenda q o criador do escotismo, Baden powell, oficial do exercito inglês na africa, ao saudar um guerreiro da tribo zulo ficou surpreso pelo fato dele ter lhe oferecido a mão esquerda ao invés da direita, e o guerreiro explicou q ao oferecer a mão esquerda ele é obrigado a largar o seu escudo, e isso é uma demostração de respeito e confiança a quem ele estende a mão.

    mas tem gente q diz q isso tem haver com a maçonaria. se é, eu n sei.

  • Willams Lima:

    Parabéns pelos belíssimo fatos sobre os getos,na verdade é demais esse saite.

  • Michel:

    É um comentário irrelevante, mas…. gostei da ultima foto para OK. Muito conveniente rsrs

  • caio cintra:

    pelo oq eu li na superinteressante um dia o termo “ok” era derivadada propria mao quando faz o simbolo onde se vc olhar direito parece bem um “ok”

    e era usado por marinheiros e pescadores para atracar o navios por exemplo e fazia-se esse gesto que foi chamado de ok pelo motivo acima.

  • Ronye Düque:

    Primeiramente, meus parabéns pelo post, riquíssima informação e conteúdo interessantíssimo, o que não é um assunto comum.. 🙂
    Este é atual; “Saudação com dois dedos em “V” encostados na boca; mandando beijo” :

    – Despedida rápida urbana, usada usualmente por amigos ou conhecidos próximos (mais comum ainda entre pessoas abaixo de 27 anos).
    Iniciada em um episódio da série ‘Sex and the City’ por Sarah Jessica Parker (Carrie Bradshaw) e Kim Cattrall (Samantha Jones). Amantes americanas do seriado passaram a usar, o que transmitiu para amigos, principalmente os estudantes da “high school” e também pelas pessoas do mundo da moda, revistas e teenagers transitantes de Nova Iorque – cidade ideal para o uso da despedida, por ser a “cidade corrida”, uma vez que estes amigos se despedem, por estarem com pressa (na correria da cidade) com um beijo e amor e sucesso para o outro amigo(a).

    não tenho absolutamente certeza de que é essa a origem, mas já li sobre algo parecido em algum blog. 🙂

  • Thiago:

    O 0 em OK tambem eh falado em ingles como “ou”, ou seja, dizendo “ou key”

  • Jean:

    É salut, não salute. Hehe

    Muito bom cara!

Deixe seu comentário!