Conheça a nave que poderá levar você ao espaço

Por , em 9.12.2009

O empreendedor bilionário Richard Branson está por trás da criação da nave Spaceship Two, da Virgin Galactic, que irá levar pessoas comuns ao espaço – desde que elas estejam dispostas a gastar 200 mil dólares (quase 350 mil reais) na passagem espacial. Trezentas pessoas já pagaram o valor para realizar esta inesquecível viagem.

O primeiro vôo espacial da companhia Virgin será em 2011, depois de 18 meses de testes, e será lançado a partir de um espaçoporto construído no Novo México, EUA. “Quando chegarem no espaço, os passageiros poderão tirar os cintos de segurança”, descreve Branson. “A nave tem janelas enormes, como nenhuma outra jamais teve, e eles poderão olhar para a Terra, flutuar e se sentirem como astronautas”, diz.

» Rússia quer nave nuclear para ir a Marte

A cabine da nave tem quase 2,5 metros de diâmetro, onde podem ficar sentados até seis passageiros. Este espaço, de acordo com o site de divulgação da Virgin Galactic, tem “muito espaço para a diversão na gravidade zero”. A primeira viagem espacial da nave levará Branson, sua esposa, sua mãe e seus filhos. De acordo com ele, um desenho que fica na lateral da nave é uma versão mais jovem de sua mãe.

Cerca de 80 mil pessoas já colocaram seus nomes na lista de espera para a viagem na nave espacial. “O que queremos fazer é deixar a viagem espacial acessível para centenas de milhares de pessoas, para que elas possam ter esta experiência no espaço que elas nunca imaginaram que poderiam”, afirma Branson.

A Virgin Galactic é a primeira nave espacial totalmente financiada com dinheiro privado que chegará ao espaço. Branson afirma que espera que a tecnologia sendo desenvolvida atualmente possa levar a novas formas de viagens na Terra, fazendo com que viagens inter-continentais sejam mais velozes. [CNN]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

5 comentários

  • Edemilson Lima:

    Sexo em gravidade zero? Uma empresa de filmes pornográficos fez uma generosa oferta para a Virgin Galactic para filmarem o primeiro filme pornô no espaço, mas a oferta foi recusada.

  • websurffer:

    Com relação a estadia no espaço, apenas uma coisa me intriga. Como deve ser a sensação do sexo em gravidade zero?

  • Luiz Gonzaga Scortecci de Paula:

    A busca de soluções “civis”, ou privadas, para a questão dos vôos espaciais — inclusive aqueles destinados à Lua, à Marte e a viagens exploratória no âmbito do Sistema Solar, carecem, a nosso ver, de uma outra abordagem, menos ortodoxa, fora das alternativas proporcionada pela ultrapassada sustentação aerodinâmica e as trajetórias balísticas impulsionas por foguetes. Há indícios de que outras sitemas já existem, resultado de experimentos de “Engenharia Reversa” praticada sobre tecnologias nazistas que não vieram a público (ainda) e sobre espaçonaves alienígenas capturadas e também desconhecidas do público e dos meios acadêmicos graças ao regime de “classificação” (censura) que esses temas têm sofrido no mundo inteiro. De qualquer forma, bom sabermos — via YouTube, por exemplo — que há, sim, grupos civis trabalhando no sentido do resgate das tecnologias às quais as Tradições chamam de Volitores e de Vimanas, desaparecidas no final do último ciclo civilizatório, encerrado com o fim da capital atlante, a uns 12 a 13 mil anos passados. De qualquer forma, não creio que uma re-conquista dessas possa ter bom uso no atual modelo, uma civilização absurda que, enfim — os indícios estão por aí — está chegando ao fim, da mesma forma como tantas outras chegaram. Não é à toa que existem documentos como o da AGENDA AQUARIANA circulando por aí >>> http://www.agendaaquariana.org.br.

  • Henrique Bubniak de Mello:

    Virgin Galactic não é o nome da espaçonave, mas Spaceship Two.

    A Spaceship One, foi a primeira espaçonave da Virgin Galactic, e foi a primeira espaçonave privada a chegar no espaço, mas como era um protótipo e tinha falhas, não foi usada comercialmente.

    Mas o mais interessante quando se pesquisa por empresas que trabalham com turismo espacial, é que existem empresas que possuem planos de “construir” espaço-hotéis.

  • Cássio Corteze:

    Olha o clima como está e gente preocupada com viagens ao espaço…

Deixe seu comentário!