Um remédio para emagrecer que realmente funciona?

Por , em 28.01.2010

Esqueça a dieta da banana e pare de contar calorias naquele infame bloquinho. Cientistas da Universidade de Montreal estão desenvolvendo uma remédio para emagrecer feito com leptina – a proteína que regula o apetite em mamíferos. De acordo com os pesquisadores, a leptina pode funcionar por que seus níveis diminuem quando comemos rápido, causando a necessidade de comer mais.

Então a lógica é que, aumentando os níveis dessa substância, nos sentiremos saciados mais rápido. A proteína também se mostrou eficiente quando aplicada de forma intravenosa em pacientes patologicamente obesos.

Antigamente, acreditava-se que a leptina era secretada apenas por tecidos adiposos em nosso organismo, mas uma pesquisa feita em 2006 revelou que ela também pode ser produzida por 80% das células estomacais. Ou seja, não são apenas os gordinhos que possuem leptina no organismo.

Segundo os pesquisadores, a obesidade é um grande problema em nossa sociedade, uma verdadeira doença. Se um remédio para esse problema for desenvolvido, muitas doenças podem ser prevenidas e vidas podem ser salvas. [Scientific Blogging]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 3,00 de 5)

20 comentários

  • A maioria dos remédios para emagrecer não funciona:

    […] U$ 2,4 bilhões (R$ 4,21 bi). De acordo com ela, não existe nenhuma comprovação de eles ajudam aperder peso significativamente, e muitos ainda trazem problemas de […]

  • silvelin:

    Gostaria de comprar pode me informar onde? e quanto

  • diana:

    neuza balbino ser obeso não é apenas estar ou não de boca fechada comendo ou não doce e nem bebendo refrigerante existem obesos que tem disturbios hormonais qualquer remédio que ajude a curar esta doença é valido. nem sempre fechar a boca é suficiente.

  • Ananias:

    muito bom para quem sofre de obesidade, mais nunca se esquesa que praticar exercicios fisicos, é fundamental pra uma vida saudavel!

  • lucilia mazzola:

    QUERO SABER ONDE COMPRAR ESSE REMEDIO E QUANTO CUSTA PRECISA DE RECEITA ?

  • neuza balbino togneto:

    o poblema maior dos obesos,é convencer eles que de boca fechada ñ se engorda,todos os obesos dizem que come pouco e poe a culpa na diabete,na tireoide,etc. etc, etc.e parar de comer doces e refri nada.

  • Alves:

    Para emagrecer saudável e não voltar a ganhar peso só com Herbalife.

  • LILIAN:

    cesar vc fez igual uma peesoa que deu o doce e tirou da boca rs diz ai onde comprar esse remedio e qto custa vai???/

  • ana:

    onde posso comprar esse medicamento

  • Paloma de Sousa Gomes Araujo:

    Onde posso comprar este remedio , e quanto e o preço.

  • Cesar:

    Ainda espero pela liberação da AICAR, que transforma gordura em músculos. Mata dois coelhos em uma só cajadada…

  • Geraldo:

    Vamos esperar prá ver.-

  • César:

    QUERO OBSERVAR QUE ESSA SOLUÇÃO É PALIATIVO, A GRANDE MAIORIA DOS OBESOS ATUALMENTE NÃO ESTÁ RELACIONADO AO EXAGERO DE ALIMENTAÇÃO, EXISTEM CASOS QUE VÃO DESDE A UMA DIABETE ATÉ PROBLEMAS GENÉTICOS.
    DE QUALQUER MANEIRA É UMA VITÓRIA, PARABÉNS AOS PESQUISADORES E A SUA PUBLICAÇÃO AQUI.

  • Cláudia Bandeira:

    É isso aí, pessoal. Sem preguiça de mastigar.

  • Bovidino:

    O remédio ainda não existe no comércio. Está em fase de desenvolvimento. Você pode substituir a leptina de laboratório pelo hábito de comer devagar, ou seja, deve-se mastigar cada bocado por no mínimo 30 vezes vagarosamente o que vai produzir a leptina naturalmente e assim vai se sentir saciado comendo menos.

  • Ruben Zevallos Jr.:

    Muito legal saber disso… tomara o pessoal coloque logo esse produto no mercado.

  • Alexandre:

    Fácil falar pra quem nunca sofreu de obesidade…
    Se fosse fácil assim não seria um problema de saúde mundial!

  • charola:

    reimedio para emagrecer e bobagem quer emagrecer feche a boca

  • Tatiana:

    Então eu compro isso aonde??
    xD

  • Denommus:

    Mais um remédio para emagrecer?
    E se der depressão de novo?

Comentários fechados

Os comentários deste post foram encerrados.