A milagrosa invenção da NASA que pode salvar milhões de vidas

Por , em 9.02.2012

Como vocês sabem, não existem hospitais no espaço. O mais próximo é na Terra, e os astronautas não podem simplesmente pular para cá. Então o que acontece quando o sol libera uma radiação massiva enquanto um astronauta está no espaço?

A biocápsula da NASA – feita de nanotubos de carbono – vai poder diagnosticar e imediatamente tratar um astronauta mesmo que ele nem imagine ter um problema. Isso representa uma das maiores novidades na história da medicina, e vai funcionar na Terra também.

David Loftus é o homem que inventou a biocápsula e ganhou a patente do invento. Imagine isso: um astronauta está indo para Marte. A viagem de ida e volta vai levar de dois a três anos. Durante esse tempo, ele não terá acesso a um médico, e muito pode acontecer ao corpo humano no espaço.

Então, antes de embarcar, o astronauta recebe alguns implantes das biocápsulas da NASA. Uma pequena incisão é feita na pele, o que exige uma pequena cirurgia, com anestesia local e um ou dois pontos para fechar o corte. Após isso, ele está pronto para lidar com uma série de possíveis problemas – por conta própria.

Um dos principais problemas no espaço é a exposição a altos níveis de radiação. Os astronautas podem ser expostos aos “eventos de partículas solares”, que são liberações de intensa radiação do sol, e que podem danificar os ossos e destruir o sistema imunológico. Aí entra a cápsula: suas células percebem a radiação e imediatamente liberam medicinas para compensar o corpo.

Cada cápsula não funciona apenas uma vez. Elas podem liberar pequenas doses durante vários anos. Elas também são muito resistentes, e aparentemente não existe nenhuma enzima que possa quebrar suas nanoestruturas. Os poros permitem que os medicamentos passem pelas suas paredes, e quando ela se esvazia, a cápsula permanece no corpo, até que um médico a retire na Terra.

Enquanto o tratamento dos efeitos da radiação é o principal alvo da biocápsula da NASA, outras serão criadas para combater diferentes ameaças. Calor, exaustão e problemas de sono também são casos sérios em astronautas.

Utilidade terrestre

Em nosso planeta, o alvo número um é a diabetes – especificamente em pessoas que precisam de insulina. Com as cápsulas, pacientes com diabetes nunca mais precisariam tomar uma dose. Eles não precisariam nem se preocupar em checar os níveis sanguíneos.

Muitos diabéticos morrem durante o sono ou coma porque ficam muito tempo sem poder checar o sangue. As cápsulas iriam funcionar automaticamente, as pessoas estando acordadas ou não.

A segunda aplicação terrestre seria no tratamento do câncer (especialmente o de cérebro). Uma biocápsula implantada diretamente no tumor poderia liberar altas doses de quimioterapia diretamente na área necessitada – e isso reduziria muitos os efeitos colaterais em outras regiões do corpo.

Existem também aplicações na terapia genética. Algumas crianças nascem sem um gene, ou com um defeituoso. Como resultado, elas deixam de fabricar uma proteína. A biocápsula pode ser desenhada para implantar células que fabricam essa proteína. Ideias assim também poderiam ser usadas em pessoas que sofrem de alergias e podem entrar em choque anafilático.

Com todas essas aplicações (e existem mais), não é muito dizer que a biocápsula da NASA pode mudar a cara da medicina para sempre. Elas são baratas e extremamente simples de serem criadas. Os cientistas planejam começar testes com animais nesse ano e no próximo, para então passar para os humanos. [GizModo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (7 votos, média: 4,86 de 5)

29 comentários

  • Aristóteles Benício:

    Um site de divulgação científica deve chamar a ciência pelo nome : onde o “milagre” ?

  • Alexandre:

    Bom, há nessa matéria, assim como em várias outras, a afirmação de que é comum astronautas serem atingidos pela radiação solar, ocasionando sérios danos a saúde.

    Parece que somente a “estrada” que leva a Lua não possui radiação, segundo os defensores da ida de 12 homens à Lua. O que é mais intrigante, é que ninguém teve um problema sequer.

    • Murilo Mazzolo:

      Pois é cara, mas como você pode perceber que, no próprio texto já diz o tempo de viagem até Marte, e, os astronautas em Órbita ficam meses lá. Enquanto os 12 Astronautas ficaram expostos por apenas alguns dias.
      Além do mais o corpo Humano resiste bem á exposições radioativas, pelo contrário pessoas que se tratam do Câncer morreria na primeira semana de tratamento. A longa exposição á radiação é que causa “Estragos”.
      Sem contar que a radiação Solar não é como a radiação de Chernobyl, ou de um plutônio…
      E ainda o próprio texto afirma que eles “Podem” ser expostos á eventos Solares, que deve ser uma daquelas Tempestades Solares que elevam drasticamente a quantidade de Radiação.

      Espero ter respondido cara!

  • anonimo:

    uma invensao legal e muito brilante

  • there:

    realmente uma grande invenção… Pena q se olharmos pelo mundo capitalista não chegará em nossas mãos.. Pois isso faria com q a rede farmacêutica perdesse sua funcionabilidade isso abalaria a economia mundial….

  • Matheus:

    Isso pessoal, é o futuro!

  • Carolina:

    Uma invenção brilhante.

  • Marcos-DF:

    Olá a todos !!
    Realmente uma grande invenção que, espero, chegue ao público em geral.
    E concordo com o Juliano: este tipo de invento só existe devido à pesquisa espacial, assim como o forno de micro-ondas, o velcro, etc.
    Abraços

  • Jonatas:

    Esse é o Futuro que devemos procurar construir, ciência e tecnologia em prol de melhores condições de Vida. Pena que no vampírico modelo capitalista atual demorará para que todos tenham acesso a essas maravilhas.

  • Ezio Jose:

    As viagens espaciais sempre surpreendendo com novidades. Depois tem gente que fica vivendo só o mundinho que os pastores e padres ditam e, nessa reclusão, criticam as buscas fora do nosso planeta.

  • Fala Sério:

    no “SUS” um equipamento desse vai valer muita grana no mercado negro. Esse povo não tem jeito mesmo.

    • Pat:

      É preciso ser otimista, num mundo de tanto pessimismo.

  • iPedro Martins:

    Duvido muito que ela chege realmente para os simples mortais, tudo que revoluciona é dinhero perdido para os EUA, e eles querem ganhar dinheiro fabricando medicamentos e lucrando com a mizéria alheia…

  • jessica:

    Só faltou a reportagem dizer que deve ser implantado na mão direta ou na testa.
    Brincadeiras à parte, acho que vai demorar anos para essa novidade chegar aos consumidores e com certeza será à um custo elevadíssimo.
    Enquanto isso utilizemos remédios que produzem diversos efeitos colaterais e mais remédios ainda para controlar esses efeitos….

    • Pat:

      Ou se apostar na bioenergética.

  • Elton:

    Muito bom, servirá muito para as pessoas que tem diabetes, tenho duas em minha vida que tem, tomara que chegue logo aos consumidores!

  • Danilo M.:

    esses cientistas sabem usar a ciência em benefício a humanidade esses merecem reconhecimento!!!!

    • Giovane:

      A humanidade não saber dar valor aos verdadeiros heróis. Enquanto um jogador de futebol ganha milhões em um ano, o valor de um prêmio Nobel sequer chega perto.
      Espero que as pesquisas tenham sucesso, boa sorte para os verdadeiros heróis.

    • Tiago Moah Weimer:

      É o Ser Humano e a sua irresponsabilidade social.
      Eu tenho dito isto a muito tempo, e olha que eu sou um fanático pelo esporte, ams um cara ganhar mais do que R$250.000 pra correr atrás de uma bola. Isso pra mim já é demais. Por isso sou a favor de um teto salarial aos jogadores.
      Empresas que patrocinam: Patrocinem pessoas, gastem seu dinehiro com projetos sociais (mas que funcionem,e não que entrem no bolso de um e outro).
      Façam um Marketing em cima disso, mostrem que vocês possuem valores, conceitos maiores do que o EGO.

    • Tiago Moah Weimer:

      Ah, e falando sobre a reportagem mais especificamente:
      Que maravilha, mais um passo dado. Se ela realmente funcionar, como o craidor e todas as pessoas esperam, então será uma das maiores criações no ramo da saúde nos últimos anos sem sombra de dúvida!!

  • Thiago Moreira:

    Muito legal essa invenção se ela funcionar, vai revolucionar a medicina.

  • Daniela:

    A ciência é linda!

  • Isabela:

    Bem legal essa biocápsulas,espero que realmente funcionem.

  • Juliano:

    Cadê aqueles caras que dizem que o dinheiro gasto com astronomia é disperdício???? É investindo em estudos assim que se descobrem as coisas mais revolucionárias que existem!!!

    • Juliano:

      desperdício* (o botão ‘edit’ tá bugado)

  • LuisBarcellos:

    Você disse tudo! É realmente muito bom mesmo!

  • Nik:

    É tão bom ver quando a ciência é usada para coisas boas. :]

    Ponto pra NASA!

    • Aloisi:

      Os burgueses desde a era da revolução francesa e inglesas são uns filhos da puta. Se inventarem a cura pro cancêr os farmaceuticos vao tomar providencia para que essa tenologia nunca chegue a todos que precisam. Se inventarem um tipo de energia que seja auto renovavel, nao nessecitando de abastecimento ou seja muito mais limpa e menos danosa ao meio ambiente porem muito mais barata deixando muitos multi milhonarios do petrolio pobres ja nao serve porque prezam o dinheiro do que o bem estar geral da nação e do planeta. Bando de filhos da p********. O mundo nao tem jeito entao f**-se todos.

    • Zeca:

      Vi um video uns 5 anos atrás de uns japoneses (pra variar) que inventaram um motor magnético. O protótipo era uma moto que chegava a 100km/h se não me engano. Sem poluição, sem combustível e manutenção praticamente zero. Cade? As ‘boas intenções’ vão só até o limite do lucro. Gravem isso: essa cápsula vai dar m…

Deixe seu comentário!