Acreditar em teorias conspiratórias pode diminuir medo da morte

Por , em 20.09.2011

Um novo estudo descobriu que as pessoas que são ansiosas sobre a morte são mais propensas a acreditar nas teorias da conspiração descritas no livro de grande sucesso de Dan Brown, “O Código Da Vinci”.

O suspense segue um criptógrafo e um simbologista conforme eles desvendam um mistério sobre o segredo do Santo Graal.

“É difícil mudar as crenças das pessoas nessas teorias, porque elas tendem a ser muito fundamentais para a maneira como veem o mundo”, disse a pesquisadora do estudo Anna Newheiser.

Quando o livro “O Código Da Vinci” e um filme subsequente foram liberados, Brown disse em várias entrevistas que o contexto histórico do livro, que incluía sociedades secretas e grandes segredos encobertos pela Igreja Católica, era baseado em fatos.

Alerta de spoiler! A conspiração no livro é que Jesus se casou com Maria Madalena e teve filhos, deixando descendentes para trás. A Igreja Católica encobriu este fato, de acordo com o romance, enquanto uma sociedade secreta chamada O Priorado de Sião trabalhou para manter os descendentes de Jesus seguros.

Baseado nesse livro, Newheiser e seus colegas decidiram usar a crença dessa conspiração “Da Vinci” para descobrir o que as pessoas acreditavam em teorias da conspiração.

Segundo Newheiser, “O Código Da Vinci” foi um bom ponto de partida, porque ao contrário de outros crentes de conspiração, os crentes de “Da Vinci” não são marginalizados com estereótipos.

Os pesquisadores reuniram estudantes universitários que tinham lido o livro e realizaram dois estudos.

No primeiro, eles pediram aos 144 estudantes que classificassem a sua concordância com as crenças na conspiração Da Vinci, como “A igreja queimou bruxas e outros ‘heréticos’ para manter a verdade sobre Jesus escondida”.

Os estudantes também preencheram questionários sobre a sua religiosidade, conhecimento bíblico, o quanto gostaram do livro ou filme “O Código Da Vinci” e seu medo da morte. Eles também responderam a perguntas sobre crenças “New Age” (modernas) como “O mundo inteiro é um todo vivo ininterrupto que o homem moderno perdeu o contato”.

Os alunos mais propensos a acreditar em conspirações do romance de Brown foram os que mais apreciaram o livro, mais expressaram crenças New Age, e mais sentiram ansiedade sobre a morte.

Pessoas religiosas, conhecedoras da Bíblia e desejosas de aprovação social, por outro lado, tendiam a não “cair” na conspiração Da Vinci.

Em seguida, os pesquisadores chamaram 50 dos estudantes originais de volta e lhes mostraram evidência histórica de que a conspiração Da Vinci era falsa. Eles descobriram que entre os participantes mais religiosos, essa contraprova diminuiu a crença na conspiração. Os participantes não religiosos, no entanto, não se convenceram.

O estudo é preliminar, mas a constatação de que as pessoas com angústia de morte são mais propensas a acreditar em teorias da conspiração pode ser porque elas proporcionam uma sensação de conforto aos adeptos.

“Teorias da conspiração podem aliviar o sentimento de perda de controle, dando-lhes uma razão do por que as coisas acontecem”, disse Newheiser. “Neste caso, é particularmente interessante porque pode ajudar pessoas que não são religiosas ou cristãs a compreender os acontecimentos relacionados com a história cristã”.

As pessoas religiosas têm a sua própria compreensão desses eventos, e pode ser por isso que eram mais facilmente persuadidas de que a conspiração era falsa.

A necessidade semelhante de controle pode estar em jogo em outras teorias da conspiração, incluindo a ideia de que o governo dos EUA teve algo a ver com os ataques terroristas de 11 de setembro.

Os pesquisadores vão realizar mais estudos para examinar uma ampla variedade de crenças conspiratórias.

“Há algo muito fundamental sobre a natureza desses tipos de crenças”, disse Newheiser. “Pesquisas anteriores mostram que as crenças em conspiração realmente não ‘respondem’ a contraprovas, porque não são baseadas em argumentos lógicos. Mostrar argumentos lógicos contra elas não muda a mente das pessoas”, explica.[LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

62 comentários

  • Krypthus:

    A unica teoria da conspiraçao correta e a de que todos os.politicos conspiram pra nos manter ignorantes quanto a festa do dinheiro na cueca…

  • Beatriz Figueiredo:

    também pode diminuir a inteligência 😛
    principalmente o povo q diz ”o homem nunca foi à lua!”

  • Alexandre Neuwert:

    Verdades no meio de mentiras e ao contrário, sempre existirão. Porém, crer na teoria das coincidência é ser muito ingênuo.

    É por isso que é importante duvidar dos fatos “oficiais” que os poderosos determinam que assim sejam.

    Alexandre Neuwert

  • Nayara:

    Em algumas teorias conpiratórias eu acredito como a do 11 de setembro ou a que inventaram a morte do Osama para o Obama se reeleger pelos motivos serem mais convincentes e terem mais sentido do que a outra versão por assim dizer, já a do Código da Vinci eu sei que é farsa http://www.youtube.com/watch?v=kDliIVh6M0w.

  • Victória:

    Este beste Sellers tem conspirações bem convincentes,acredito em parte.Bem depende do ponto de interpretação e do entendimento pessoal e a analise da conspiração.Acredito que Deus e Jesus existam.Sou protestante e apesar de ter como amigos pessoas que são católicos digo que sim a conspiração por trás dessa igreja.Ainda muito a descobrir.

  • Juliana:

    Tá legal, mas e quanto a mim? sofro da tal angústia e não acredito nem em teorias absurdas e muito menos em religiões…

    • N. JÚNIOR:

      É CONTAGIOSO!! EU ATÉ ESQUECI O “N” DE DA VINCE!!!
      BOM.. MELHOR FALTAR UMA LETRA DO QUE ERRAR A PALAVRA INTEIRA!!

    • N. JÚNIOR:

      QUE PESQUISA MAIS BESTA!!! NADA A VER UMA COISA COM A OUTRA.
      QUEM ACREDITA EM CONTO DE FADAS DE CÓDIGO DA VINCE É O MESMO TIPO DE PESSOA QUE ACREDITA EM CONTO DE FADAS DE JESUS!!!NENHUM DOS DOI TÊM CONHECIMENTO DOS FATOS PORQUE NENHUM DELES ESTAV LÁ,
      SÃO TODOS INSEGUROS. APONTE UMA ARMA NA CARA DE UM DELES E VEJA COMO ELES TÊM O MESMO MEDO DA MORTE. KKKK! ..E AQUELE UNIVERSITÁRIO DA CITAÇÃO… QUE VERGONHA… A PALAVRA É “HEREGES” E NÃO “HERÉTICOS”!!

    • Rosana Oliveira:

      “NENHUM DOS DOI TÊM CONHECIMENTO DOS FATOS PORQUE NENHUM DELES ESTAV LÁ” = Que argumento mais besta o seu. Eu não estava lá, mas acredito que Pitágoras e Platão existiram.
      Não é questão de estar ou não estar lá, mas sim, questão de bom senso.
      Não se sinta superior por se debruçar comente na ciência, pois ela esconde muito da população. Sei disso por experiência própria.

      A certeza absoluta dificulta o crescimento intelectual do ser humano. Isso acontece na religião e com os puxa-sacos da ciência como você. Eu me identifico muito mais com a ciência, mas sei que sempre deve-se ter um pensamento aberto em relação às coisas.

      Ah! Herético e herege são sinônimos. Ambas palavras existem e estão corretas.
      Estude, pesquise. Não tenha preguiça mental.
      Falando nisso, senso crítico mandou lembranças.

  • Ângela Martins Soares:

    Olá pessoal,

    O Código Da Vinci contém meias verdade e meias mentiras.
    Pelas pesquisas realizadas ao longo de 2 anos a respeito do assunto tenho a dizer que essas conspirações existem mesmo.
    Mas a linhagem não é a de Jesus Cristo e sim do Anticristo.

    Um abraço a todos.

    • Rosana Oliveira:

      E quem é o anticristo?

  • david:

    Primeiro: O Código Da Vinci contém muitas verdades. Mas misturou muitas coisas propositalmente ou não. Eu não sou contra a crença de ninguém mas Jesus Cristo é uma farsa! Existem no mínimo 20 personagens históricos de diversas regiões do mundo com a mesma história de Jesus: e um homem, filho de Deus se sacrificou pela humanidade… Até o número de seguidores é igual. Na verdade todas as crenças se derivam da adoração do Sol. Há muita coisa que eu poderia dizer aqui mas levaria muito tempo. abram os olhos!

  • Esta é para ti Jonatas:

    Se o Homem foi a lua ve o video e tira as tuas próprias conclusoes …

    http://www.youtube.com/watch?v=sgvukvnZYJA

    Dizem que “Uma imagem vale por mil palavras”… e um vídeo valerá por quantas?

    • Nik:

      Isso foi antes de inventarem o Photoshop, colega. 😀

  • EltonPaes:

    Droga, perdi esse post, glauco não deve ter nem um pouquinho de medo da morte…

  • Julie:

    Droga.. fui sarcastica no final do outro comentário, nem notaram T.T -nnn
    Justamente! ideias divergentes são saudaveis quando a agressão não é mostrada por meio da arrogância.. mesmo que não seja a intenção de alguns, os comentários ajudam, por exemplo nos meus trabalhos de escola, mas só quando não tentam “agredir” os coleguinhas ^_^

  • Jonatas:

    Todos os comentários anteriores foram um vasto emaranhado de de defezas e ataques de opnião. Prefiro comentar de fora daquelas colunas de respostas e afirmações. Analiticamente, os americanos foram na lua pelo simples fato de que se não tivessem ido estariam até hoje tentando. Não foram mais porque essa conquista foi mais política do que cientifica, já que o gasto com humanos no espaço é drasticamente maior que com sondas e robôs. A viagem espacial é difícil, e embora tenha-se muito sucesso com sondas interplanetárias, muitas já foram perdidas também. Eu também não gosto dos americanos, eles se acham donos do mundo, mas mesmo assim são o país mais rico do mundo e chegaram na lua sim.. fazer o quê… Quanto ao ato conspiratório de votos negativos do Glauco, pode ser e pode não ser, eu não acho que o comentário do César merecia tantos votos negativos e pelo contrário, realmente me pareceu estranho… Porém o proprio Glauco já teve muitos comentários até escondidos por excesso de votos negativos, se ele ficasse trocando de ip pra desvalidar outros comentarios nao deixaria isso acontecer com os dele. Todos aqui me parecem bem inteligentes e a discórdia de idéias é saudável, só precisam ser mais flexíveis e menos agressivos. Vivemos em um mundo cheio de diferenças, e seria um tédio se todos pensassem igual. O recordista polêmico é nosso amigo Glauco, mas parece ter certa dificuldade em ser contrariado.

    • Glauco:

      O problema sou eu. Toda vez q eu fumo um beke fico pensando: “pow, eu deveria só dar minha opinião à respeito da matéria e deixar o pessoal dar a opinião deles, sem discussão…”. Mas quando chego aqui, aborrecido com o trampo, falo mais do que deveria =/

      Aproveitando o ensejo, me desculpe por te chamar de bigodão, César! A menina que eu saia pagava pau pro seu tipo de bigode.

    • Jonatas:

      Capaz, o fato é que também já contribuiu e ainda contribuirá bastante compartilhando tuas idéias e teu conhecimento conosco, vizito todos os dias esse site e os comentários tem sido muito interessantes, as vezes até meio que te desafio porque sei que virá um texto rico em informações. Meu conhecimento em astrofísica é bem rudimentar mas tenho verdadeira paixão pelo estudo do universo e seu funcionamento, e idéias diferentes dos preceitos clássicos sempre abrem horizontes.

    • Nik:

      Falou tudo… Parabéns! O_O

  • Julie:

    Que bla bla bla interessante. Isso já tá parecendo uma discussão sobre Deus. o/
    Conspiração ou não, acho que não vamos descobrir vendo documentários, lendo livros e tal… Mas a tal teoria faz mais sentido pra mim ( não, não estou sendo contraditória)vendo que tudo é uma questão de controle da massa para obter dinheiro/poder. Acho que todo mundo concorda com isso… o resto a gente se informa lendo esses comentários super elaborados com a melhor intenção de informar as pessoas, sem querer mostrar que sabe mais, sendo uma discussão totalmente saudável e com a elegância que o tema exige -qqqqqqqqqqqq

  • Cesar:

    Glauco, a FOX passou e ganhou um IBOPE enorme com o filme da teoria conspiratória. Negar isto é negar o Sol que nos ilumina. Dizer que só passa na TV material que “vocês” (vocês quem?) defendem é ser completamente parcial, é viver em um mundo de faz de conta.

    Outra coisa, você continua achando que quem acredita em teorias conspiratórias é conspirador. Não é. Nem mesmo o exemplo que eu dei parece que te ajudou, apesar de ser tão claro e simples, cristalino mesmo… Paciência, parece que todo mundo tem limites na sua capacidade de entender as coissas…

    Sobre a “peer review” das missões lunares, acho que você precisa primeiro saber o que é uma “evidência científica” e como é que se faz “peer review” (principalmente o que é que pode ser objeto de “peer review”). Se você acha que não, pergunte-se qual a prova científica que temos da Queda da Bastilha.

    • Glauco:

      Aquele programa da FOX foi terrível, eu explicaria melhor aquelas teorias. Só conseguiu IBOPE com os loucos conspiracionistas que refletem menos do que os que acreditam nos governos. Não serve prá mim. Não serve para compreender a fundo a questão, logo aquilo foi um programa de desinformação total. Quem assistiu aquilo ficou mais convencido de que o governo só fala a verdade, e quem duvida é louco. Todo o resto do tempo as emissoras só produzem material pró-governo, e para você comprovar isso basta ligar a TV.

      Eu entendi como você fez a diferenciação entre o conspirador e quem acredita nas conspirações. Simplesmente não concordei, não teve nada a ver com minha alegada falta de intelecto. Eles parecem ser as mesmas pessoas prá mim, não vi necessidade de separar um do outro.

      Não estamos falando de eventos históricos do passado, estamos falando da maior alegação científica da história da Humanidade. Para alegações científicas vc precisa de evidências científicas. Vou explicar o que estou esperando: espero que outra entidade não-governamental e não-americana (para preservar a isonomia), envie astronautas (ou robôs, ou satélites) até a superfície lunar, extraia as provas necessárias dos campos de pouso – fotos seriam o bastante -, e retornem vivos dessa missão. Isso seria um peer review suficiente, mas ninguém fez ainda. Enquanto não fizerem, não acredito.

    • Andy:

      “Eles parecem ser as mesmas pessoas prá mim, não vi necessidade de separar um do outro.”

      Deixa eu ver se eu entendi… se eu acredito que o meu vizinho está conspirando para me matar. Então eu que sou o conspirador e ao mesmo tempo sou o meu proprio vizinho?

      Eu sou o conspirador que acredito que eu mesmo esteja conspirando? huahuahua, você devia explicar melhor seu pensamento idiossincrático, pois foi isso que deu pra entender.

    • Glauco:

      Não, no caso o vizinho é o conspirador, vc é a vítima. Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

    • Andy:

      Exatamente, esta é a resposta correta, ainda bem que aprendeu! hehe

    • Andy:

      Tá igual meu pai! Antigamente quando eu era criança eu tinha nojo de muita coisa… qdo eu olhava pro feijão e via aquela “meleca” eu tinha nojo… tinha nojo de gordura de carne e outras coisas… ae então meu pai me chamava de nojento porque tinha nojo de tudo.

      Mas nojento é aquilo de que se tem nojo e não a pessoa que tem nojo. Sempre disse isso a ele mas nunca “entrou” na cabeça dele, rsrsrsrs

    • Eddy:

      Oh Andy, se você se identifica com o que acredita ou se você “absorve” a “substância” com a qual se define, seu pai estava certo. 🙂

    • Eddy:

      Qual sol Cesar?
      O visível ou o invisível (em nosso sistema solar)? 🙂

  • Deco:

    Que não há prova alguma…

    Talvez seja por isso que vários governos começaram a publicar diversos documentos secretos com encontros a OVNIS…

    Realmente a Teoria Conspiratória é baseada em nada…

    O Caso Roswell, foi inicialmente citado como ovni, depois foi desmentido… ninguem provou nada, nem que foi, nem que não foi… mas a teoria da conspiração foi baseada em nada…

    acorde…

    • Cesar:

      Deco, a primeira versão do incidente em Roswell foi de um balão meteorológico. Quando nasceu a teoria de uma queda de OVNI, algumas pessoas mudaram suas versões para ficarem de acordo com a teoria mais rentável, aquela que vende livros até hoje, que rende palestras, e muito mais.

      Como José Calasans, o ser humano não é confiável. E não é por que o que ele diz vai contra a versão do governo ou que aparece nos jornais que ele se torna confiável.

    • Glauco:

      Qualquer um, até os cães, gatos e periquitos de qualquer pessoa reconhecem um balão meteorológico quando vêem um. Não dá prá confundir um equipamento inflável de papel alumínio com um disco voador vindo de outra galáxia quando caem no seu quintal… balão meteorológico seeempre foi desculpa dada por órgãos governamentais quando essas coisas acontecem.

    • Cesar:

      E pode ser mentira, mas isto não significa que tenha sido uma nave alienígena com tripulação e tudo…

    • Glauco:

      Eu concordo, inclusive acredito que aquilo era teste de algum equipamento secreto.

    • Cesar:

      Sobre o incidente de Roswell, interessante é que realmente o governo americano tinha alguma coisa para esconder na época, o projeto Mogul. Mentir que se tratava de um balão meteorológico se encaixa tanto hipótese de que caiu uma nave alienígena quanto na hipótese de que se tratava de um projeto secreto do governo. O interessante é que a teoria conspiratória poderia ter servido aos interesses do governo, no momento que desviava a atenção para uma hipótese diferente da que o governo não queria que fosse aventada: enquanto as pessoas ficassem procurando restos de naves alienígenas não iriam se perguntar se o governo estava fazendo algum projeto secreto. Neste caso, os crentes na hipótese de que se trata de uma queda de uma nave alienígena acabam sendo aquilo que eles acusam os outros: marionetes do governo.

      Irônico, se for verdade. E explicaria também o relatório do FBI: seria um relatório cheio de informações que a CIA teria plantado para justamente encobrir o projeto Mogul, caso fosse visto por algum espião soviético dentro do governo (e haviam espiões).

      “Tudo se encaixa” para dizer a frase favorita dos que acham que tudo não passa de uma conspiração do governo para ocultar uma captura de nave e tripulação alienígenas.

  • Nik:

    Não são só com teorias conspiratórias. Uma pessoa que tem medo de voar de avião por exemplo não entende que as chances de algo dar errado são muito pequenas (a emoção superando a razão)… ou então ao ver uma aranha não sentir medo, pois se tiver certeza de que não se trata de uma espécie venenosa então não há o que temer.

    Se você tem certeza dos FATOS (mesmo que na verdade sejam só teorias) você tem total controle de suas emoções, superando até mesmo o medo da MORTE.

  • José Calasans.:

    Uma coisa é verdadira:O ser humano não é confiavel e tende a piorar cada vez mais.Basta fazer uma varredura na história real da humanidade e confirmaremos isso.

  • Eddy:

    Se conspiração for tudo o que questione ou revele os pratos sujos do sistema, então pronto, já etiquetaram a coisa para poder começar ridicularizar, polemizar, fazer duvidar, etc.
    Usar pseudos estudos psicológicos para etiquetar é somente outra forma mais rebuscada de etiquetar a coisa para controlar os resultados dentro de alguns anos mais.
    Nada melhor que chamar de “Teoria Conspiratória”. Assim a dúvida já está plantada desde o principio.
    É como se chamássemos a patranha predita e “profetizada” da crises econômica de “Teoria Macroeconômica”. Ou “Teoria Política” da campanha do palhaço de turno… Não chamam assim porque precisam dar credibilidade ao engano.

    • Cesar:

      Não, Eddy. Vocês estão achando que quem acredita em teorias conspiratórias é conspirador. Não é. Pode ser paranóico, ou bem-informado, ou simplesmente alguém que tem problemas em lidar com a realidade, mas não é um conspirador.

      Quem faz a conspiração é que é o conspirador. Não quem acredita que existe uma conspiração.

      Olha só a definição de conspiração:
      conspiração
      cons.pi.ra.ção
      sf (lat conspiratione) 1 Ato de conspirar. 2 Plano formado secretamente entre muitos contra os poderes públicos. 3 Conluio, maquinação, trama. 4 Concorrência de vários meios para o mesmo fim. Conspiração do silêncio: acordo tácito para não se falar sobre determinado assunto.

      E de conspirador:

      conspirador
      cons.pi.ra.dor
      adj+sm (conspirar+dor2) Que, ou aquele que conspira; conspirante.

      Fica bem claro que quem acredita em teorias conspiratórias não é conspirador.

    • Eddy:

      A definição não é o me preocupa Cesar.
      Mesmo porque a origem da idéia não é tão importante como a idéia em si. E não sequer questão de acreditar. Você não precisa de acreditar em nada para formar opinião. Aliás acho que quem precisa acreditar em algo já vai por mal caminho.

      Seja qual for o pensamento, que sempre deve estar baixo nosso juízo crítico e consideração antes de defender-lha ou não (o tema não é acreditar ou não, é investigar realmente); esse pensamento deve permitir um fluxo de acontecimentos que não necessariamente estão ligados como 2+2=4, em verdade é somente sua necessidade de controle a que exige esse parâmetro como sendo o único aceitável. Existe formas cognitivas não lineais.

      E como você mesmo aponta na definição de CONSPIRAÇÃO… O conspirador não é uma pessoa em si, e sim um movimento que une pessoas e idéias ou pensamentos apontando em uma mesma direção. Portanto quem da continuidade a esse movimento é conspirador sim. Você sabe o que é MORFOGENÉTICA?

      Por isso tantos governos estão preocupados com os hackers que estão, quando são verdadeiros hackers porque sem dúvida existirá “cobra criada” em meio deles; quando estes hackers vão por aí quebrando o sigilos e segredos deles. Com eles não existe teoria p…. nenhuma, são informações secretas mesmo.

      E cá entre nós… Paranóico parece mais você dizendo que os votos nos comentários são mandados por gente que conspira contra você. 🙂 1º Se votos determinassem o que é verdade ou positivo não teríamos um governo de ladrões como temos hoje. 2º O voto reflete a mente de quem vota não necessariamente do objeto desse voto que pode ser interpretado de maneira completamente distinta do que quem gerou o comentário (ou a campanha no caso de políticos) pretendia.

      Cesar você já leu o Projeto Blue Book? ou o Projeto Majestic? Nesses documentos revelados pelo governo (ainda que muito censurados) aparecem afirmações de capitães, tenentes e outra hierarquias maiores e menores de como existe contato entre outras inteligências e nós. Isso nas partes reveladas, imagina o que falará no que foi censurado? Ainda que isso não determina minha opinião é interessante ler 1º antes de opinar com toda essa carga de ridicularização.

  • Glauco:

    Eu acho que antes de mais nada eles deveriam definir o que é uma Teoria Conspiratória.

    • Márcio M:

      Concordo com vc Glauco!

    • Cesar:

      Mas é muito simples!

      Qualquer hipótese que diz que governos, ou uma entidade supragovernamental, ou alienígenas, estejam conspirando para controlar a vida das pessoas, ou roubar os recursos do planeta, ou esconder algum segredo fundamental, é uma teoria conspiratória. Uma coisa importante para uma teoria conspiratória ser teoria conspiratória (e um mau uso da palavra “teoria”) é que não pode haver prova alguma.

      Por exemplo, tem uma teoria conspiratória que diz que o governo americano vem ocultando provas de visitas alienígenas. Não há absolutamente nenhuma prova desta conspiração, por isto se trata de uma teoria conspiratória.

      Outra teoria conspiratória diz que os pousos lunares de 1969 foram uma farsa. Também não há prova alguma, nem da farsa, nem da conspiração, por isto se trata de uma teoria conspiratória.

    • Glauco:

      Definição meio genérica. Basta eu não acreditar ou discordar do que o governo diz que já sou um conspirador?? Eles quem deveriam abolir os documentos secretos OVNI e amansar a imaginação das pessoas, e não culpá-las por perceberem que algo está sendo escondido e chamá-las de conspiradoras. Para chamá-las de traidoras basta um passo. Não dá prá entrar no mérito dos ETs escodidos por americanos, mas se eles quisessem esclarecer as coisas, bastava abrir os documentos. As pessoas percebem quando algo estranho acontece e de repente o exército aparece prá limpar a área. Aconteceu até em Varginha, todo mundo sabe que o exército apareceu na área por algum motivo não-declarado poucas horas depois dos testemunhos. Não tô dizendo que alguém prendeu algum ET em Varginha, mas esse ar misterioso do governo também não ajuda em nada. Se há conspiração em dizer que o governo esconde algo, também há conspiração no governo por não deixar assuntos de interesse nacional às claras. Esses documentos possuem rastreabilidade, e mesmo prá movimentar uma brigada militar de uma cidade prá outra vc precisa de muitos documentos internos que justifiquem essa empreitada, e se os documentos sumiram, mas o exército esteve lá, sinal de que algo está sendo escondido. E com certeza não é invasão árabe.

      Quanto aos pousos lunares, sinto muito mas a situação piora mais ainda. Os EUA foram os únicos que, alegadamente, conseguiram pousar na Lua. Possuem vídeos dos lançamentos, das caminhadas, uns pedaços de rocha que eles dizem ser lunar – mas que prá mim aquilo tudo é meteorito lunar -, mas o peer review, que é o que determina se algo é científico ou não, nunca aconteceu. Eles até podem ter ido lá, mas provas científicas disso não existe. Pedras lunares podem ser trazidas por robôs como os russos fazem, vídeos podem ser falsificados e nem os originais a NASA possui mais. Semana passada liberaram fotos de baixíssima resolução, todas borradas e com marcas de caneta. Não dá prá ver absolutamente nada, mas para eles essa é a prova de que eles estiveram lá, e as pessoas acreditam. Oras essas, aquele satélite tem capacidade prá filmar uma formiga andando na superfície lunar em alta definição e em infravermelho, como pode empurrarem aquelas fotos fake e esperarem que isso convença as pessoas que pensam seriamente sobre o assunto – e que vocês catalogam como “Conspiratórias”? Se alguém te mostrasse uma foto desfocada de uma pessoa de costas beijando outra, e se dissessem que aquela é sua esposa, vc acreditaria?? Se prá vocês é difícil entender pessoas que duvidam, para nós é muito mais difícil entender quem acredita em coisas importantes como essa sem as provas suficientes.

      Prá mim o mundo não é como nos contaram, e se é prá acreditar no que eles (o governo) diz, então eles que aprendam a jogar limpo com as pessoas.

    • Andy:

      “Basta eu não acreditar ou discordar do que o governo diz que já sou um conspirador??”

      Na verdade se você discorda do que o governo diz então o governo que seria o conspirador. Você seria apenas um adepto à teoria da conspiração de que o governo conspirou para esconder alguma coisa.

      Uma “teoria da conspiração” embora não possua provas, não quer dizer que esteja necessariamente errada. Como você disse, é estranho militares aparecerem para limpar a área, tanto pode ser um alienigena como um satelite que eles querem manter em segredo. Simplesmente não se tem provas sobre qual é a verdade.

      P.S: Se bem que em algumas sociedades em algum tempo no passado não acreditar no governo fazia de você um conspirador e um traidor, rsrsrs.

    • Heitor:

      nao se vc e´contra o governo vc e´ protestante

    • Andy:

      “Definição meio genérica”

      Na verdade ele foi muito específico, ele citou especificamente os 3 casos de conspiração: “governos, ou uma entidade supragovernamental, ou alienígenas” e seus objetivos. Citou 2 exemplos e explicou ainda que é necessário a não existência de provas para ficar no campo de teoria da conspiração. Quer mais especifico que isso? rsrs

    • Glauco:

      E eu fui muito mais específico explicando que as especificidades que ele alega serem ilógicas são na verdade resultado natural da falta de comunicação dos governos para com seus habitantes, logo marginalizar quem se dá conta disso como “conspiradores” e futuramente “traidores” – pois os governos se voltam contra a população de tempos em tempos -, é muito mais ilógico do que as preocupações deles.

      Você percebeu isso ou veio aqui só prá trucar?? Isso foi um blefe que não deu certo.

    • Cesar:

      Não, Glauco, conspirador é quem faz a conspiração, não quem acredita que existe uma conspiração.

      Quando você se reúne com os teus asseclas e combinam em clicar “não gostei” no meu comentário, você está conspirando. O conspirador é um agente, ele é ativo, ele faz alguma coisa.

      Quem acredita em conspiração, por outro lado, fica só olhando as “evidências”, “ligando os pontos”. Principalmente, não tem prova nenhuma. Pronto, acabo de me tornar crente em uma conspiração, a minha teoria conspiratória é que você tem um monte de aliados que ficam clicando em “não gostei” nos meus comentários, numa tentativa de fazer o mesmo desaparecer. E eu não tenho nenhuma prova, apenas estou ligando os pontos – você é bastante hostil quando escreve para mim, e tem um ponto de vista oposto ao meu. Aliás, uma outra marca certa de que a teoria conspiratória não tem nenhum fundamento é que você tem que fazer um monte de ilações e “ligar os pontos”, sem ter nada mais sólido que “indícios” vagos.

      Sobre a conspiração para ocultar uma suposta fraude nos pousos lunares, eu já discuti bastante. E já vi que não adianta discutir – os argumentos são ignorados, as evidências são ignoradas, e depois você ainda é acusado de ser “paga-pau” dos gringos. Se bem que esta é outra marca de quem acredita em teorias conspiratórias: ao mesmo tempo que alegam querer discutir as evidências, não aceitam nenhuma prova, nenhum argumento, nada que contradiga a ideia que existe uma conspiração (ou uma conspiração e uma fraude, no caso dos que “tem certeza” que os pousos na Lua foram fajutos).

    • Glauco:

      Você deixou as coisas meio confusas. Primeiro diz que conspirador é quem cria a conspiração, e quem acredita em conspiração é quem liga os pontos. Esses dois papéis prá mim são o mesmo, afinal sem as “provas” que você espera, só resta ligar os pontos. Quem liga os pontos é quem acredita, portanto quem acredita é um conspirador. É a mesma pessoa. Se essa pessoa não possui acesso, por exemplo, a documentos do exército que expliquem o motivo de uma estranha missão surpresa em sua cidade junto a fatos pouco comuns, o raciocínio lógico é que tem alguém escondendo algo. Vocês fazem parecer doença, mas é consequência de alguém que tenta entender algo que aconteceu, mas quem deveria esclarecer não faz nada nesse sentido. E isso acontece tanto mundo afora que dá a impressão de o planeta estar povoado de loucos.

      O seu exemplo de votações negativas combinadas nos comentários faz sentido, mas como não tenho amigos nem contatos na internet, isso serve apenas como exemplo e não reflete a realidade. Eu mesmo já percebi como alguns comentários meus são subitamente votados negativamente, mas poucos são efetivamente respondidos para dar ênfase ao questionamento. Eu, pelo menos, sempre respondo quando voto e dou o motivo.

      Quanto às viagens à Lua, tudo o que eu peço são evidências científicas. Entendo que o foco da câmera dos astronautas não conseguiria filmar as estrelas ao redor devido à questões técnicas básicas de abertura da lente, entendo que os Mythbuster – como se tivessem alguma moral -, provaram que era impossível fazer filmagens tão perfeitas na época, entendo que seria praticamente impossível silenciar tantas pessoas que estariam envolvidas na fraude, entendo que mesmo sendo quase impossível fazer um relançamento da irregular superfície lunar para um módulo em órbita os americanos eram tão bons que conseguiram, entendo que as fotos recém liberadas pela NASA mostrando os campos de pouso possuem resolução tão baixa e que é impossível enxergar qualquer coisa nela porquê… por que mesmo?? Isso não explicaram ainda. Mas a prova científica que é uma revisão pelos pares dessa viagem nunca ocorreu. Portanto não há evidências científicas, portanto nada mais natural do que duvidar de algo que não possua comprovação científica, mesmo que tantas pessoas acreditem. Crença não funciona na ciência.

    • Carlos:

      Não se preocupe César, não há conspiração para clicarem em “não gostei” nos comentários. O fato é que o Glauco exotérico ocultista fica o dia inteiro tentando obter novo IP pra entrar aqui e te negativar…
      Quanto a ida do homem à Lua, o Glauco se contradiz: ele confirma que a URSS tinha rochas lunares de suas próprias sondas robóticas. Ora, se a ida à Lua foi uma farsa, facilmente a URSS desmascaria os EUA, comparando suas rochas com a dos americanos.
      Além disso, no exatao momento do pouso lunar a própria URSS tinha uma sonda na Lua e estava monitorando os EUA…

    • Glauco:

      Parece que eu escrevo e vocês não lêem nada, só gostam de contradizer o que eu digo.

      Eu nunca disse que as rochas lunares, sejame elas russas ou americanas, eram falsas. Eu disse que elas não podem ser primitivas da Lua – mas sim de meteoritos que caem lá o tempo todo -, e que elas não foram trazidas por astronautas, e sim por robôs.

      Eu não posso buscar novos endereços IP para votar contra alguém. Estou por trás de um firewall corporativo, e meu endereço IP é sempre o mesmo. Se os comentários do Cesar estão sendo negativados é pq o pessoal não está concordando com ele.

    • nml:

      Vou lhe ajudar com um pouco de lógica!

      Você diz: “Também não há prova alguma, nem da farsa, nem da conspiração, por isto se trata de uma teoria conspiratória”.
      Isso quer dizer: não há prova alguma, nem da LARANJA, nem do LIMÃO, por isto se trata de LIMÃO.

      Perceba que você conclui como sendo LIMÃO, algo que você mesmo diz q NÃO É LARANJA, NEM LIMÃO! KKK!!!

      “tem uma teoria conspiratória que diz que o governo americano vem ocultando provas de visitas alienígenas. Não há absolutamente nenhuma prova desta conspiração, por isto se trata de uma teoria conspiratória”.
      Realmente a questão da prova é fundamental. O oxigênio só foi descoberto há uns 300 anos, ainda não se sabe como as pessoas respiravam antes…
      Há pouco tempo foi provado que a folha ‘pata de vaca’ combate diabetes, mas eu te garanto que muito antes disto ser provado, já era VERDADE. Assim como o oxigênio já existia antes. Então a questão da PROVA não é o pilar central. A questão é VERDADE ou MENTIRA. PROVA FALSA, PROVA LEGÍTIMA. Já era verdade que as pessoas precisavam de ar antes de ser provado e muitas delas já sabiamente evitavam respirar embaixo dagua sem aparelhos…
      Só porque alguma coisa PASSOU NA TV não significa que seja verdade. Quem viu os vídeos da suposta ida do homem à lua, com algum critério tem que se perguntar… Como uma bandeira aparece tremulando fortemente ao vento em uma atmosfera sem ar? como um astronauta aparece em uma tomada sem a sua mochila nas costas? Como a terra aparece em tamanhos desproporcionais nas fotos? o Hubble do espaço tira as melhores fotos e as mais incríveis, mas não aparece uma única estrelinha na versão da nasa… e muito mais anomalias, bastando pesquisar.
      Um exemplo de prova falsa é o passaporte do suposto terrorista q atingiu o avião no WTC. Esse passaporte inacreditavelmente ‘voou’ do centro do impacto, q diga-se de passagem, sobrou apenas pó, e foi encontrado a várias quadras do local.
      Outra prova falsa são os vídeos de uma aeronave perfeitamente PRETA e sem janelas se chocando no WTC. Se foi uma aeronave civil, como explicar isto?
      Mas eu não quero estragar a alegria dos ‘intelectuais’ que acreditam em tudo que passa na TV,
      e não espero desiludir os que confiavam nos militares, governantes, imprensa, que diziam com todas as letras que existiam armas de destruição em massa no Iraque… Por isto, vamos chamar apenas de “teoria da conspiração” algo que tem muito mais consistência sólida do que as ‘verdades’ q a mídia publica. E não são ‘teorias’ no plural, existe apenas UMA teoria ‘conspiratória’, um governo oculto manipulando toda a verdade, de muitas formas.

    • Andy:

      Caro amigo, você está equivocado em seu “silogismo”, a lógica do Cesar está correta.

      Vamos analisar por partes a afirmação do Cesar:

      Premissa 1 – “Também não há prova alguma, nem da farsa,…”

      Aqui ele afirma que não a provas de que houve uma farsa por parte do governo.

      Premissa 2 – “…nem da conspiração…”

      Aqui ele afirma que não há provas de que o governo conspirou para encobrir a verdade.

      Conclusão – “por isto se trata de uma teoria conspiratória”

      Conclusão perfeitamente aceitável partindo das premissas de que não há provas de farsa ou conspiração do governo, tratando-se portanto de uma teoria conspiratória.

      Seu erro foi atribuir a palavra Limão tanto para conspiração como para teoria da conspiração, o que são subjetivamente bem diferentes.

    • TT:

      de duas permissas negativas não se pode tirar uma conclusão… é uma das regras do silogismo, ou seja não é um raciocínio logico… a frase não pode ser analisada da forma que você fez… boa tentativa…kkkk 😀

    • Andy:

      Continuando…

      “Realmente a questão da prova é fundamental. O oxigênio só foi descoberto há uns 300 anos, ainda não se sabe como as pessoas respiravam antes…”

      Eu realmente não entendi seu ponto em relação ao comentário do Cesar. O que o Cesar disse foi que a questão da falta de prova é fundamental para ser considerada uma teoria da conspiração, mas ele nunca mencionou o fato de que a falta de provas necessariamente torna a teoria da conspiração errada. Acho que nisso que você se precipitou. Tente pensar um pouco a respeito.

      “PROVA não é o pilar central”

      Pelo contrário, para se acreditar em alguma afirmação, deve-se sempre se atentar para sua prova de sustentação. Caso não possua prova, deve-se sempre deixar essa afirmação no campo da dúvida e da probabilidade baseado em evidências (Tanto pode ser quanto não pode ser verdade).

      Em relação as suas observações sobre a ida do homem a lua, para todas essas supostas falhas existem explicações plausíveis, pesquise por elas caso queira se inteirar no assunto. (Não estou dizendo que as explicações são a verdade, apenas que existem as explicações e que essas podem ser comprovadas)

    • Cesar:

      NML, muito confusa, a sua ‘lição de lógica’. Primeiro, a minha frase inteira é “Outra teoria conspiratória diz que os pousos lunares de 1969 foram uma farsa. Também não há prova alguma, nem da farsa, nem da conspiração, por isto se trata de uma teoria conspiratória.”

      Não há provas nem da farsa, nem da conspiração para perpetrar a farsa. Talvez você entenda bastante de limões e de laranjas, mas de lógica você entende tanto quanto qualquer um que acredite em teorias conspiratórias.

      Se você acha que tudo que passa na TV deve ser objeto de desconfiança, eu te pergunto: e o pseudo-documentário da FOX falando da fraude lunar, deve receber crédito? E o pseudo-documentário da FOX mostrando uma autópsia de um alienígena, deve receber crédito?

      O que segue é que os conspiranóicos acreditam em tudo que aparece na TV, quando vai de encontro às crenças deles, quando reforça a visão de mundo deles. E rejeitam o que tende a contrariar e contradizer suas crenças. Assim, sem nenhum outro critério que a crença de que eles não podem ser enganados, mas o resto do mundo é composto de tolos ingênuos e de tolos que estão tentando enganá-los.

    • Glauco:

      Não é bem por aí. A TV não passa material “conspiratório”, a TV só passa material que vocês defendem. Foi lá que vocês aprenderam antes de chegar a Internet. Ligue a televisão, dê uma olhada no Discovery Channel. A forma com que eles insistem em “Big Bang”, “Darwin”, “NASA e o espaço”. A televisão só dá fôlego para quem não acredita nessas teorias, não o contrário. Com certeza essas pessoas – as que acreditam em tudo o que os governos dizem – são muito mais influenciáveis pela TV e pela Internet do que os que não acreditam. Observe como mesmo os grandes sites da internet – como esse que nós estamos -, só possuem material pró-NASA.

    • Eddy:

      Teoria é uma palavra dual assim como é dual a pessoa que acredita em tudo que sai pela TV ou algum meio “respeitável”.
      Mas é muito simples… a carochinha não mostrou nenhuma prova que o cérebro não é sequer o órgão com maior uso de eletricidade no nosso corpo. Muito menos o único meio cognitivo. Mais a ciência verdadeira já provou isso.
      Hoje em dia ser ignorante é uma decisão própria e é “de grátis”. É uma pena que tanto a ignorância como o entendimento podem ser distribuídos e transmitidos.

      Mais a ignorância invariavelmente se embrulha com ridicularização e o entendimento não precisa se embrulhar.

    • leandro:

      tv é uma janela aberta que mostra de tudo um pouco, nela há conteudo que defende suas crenças, e o contrário também, vc termina vendo só o que te agrada, e dai encontra argumento para tudo que quiser…FICOU CLARO PRA MIM QUE SE TIVER UM GRUPINHO NO MEU TRABALHO MEXENDO OS PAUSINHOS PRA ME DERRUBAR ISSO SE CHAMA CONSPIRAÇÃO, E SE UM COLEGA MEU SUSPEITAR(VEJA BEM) DE QUE HAJA ESSE GRUPINHO ISSO SE CHAMA TEORIA CONSPIRATÓRIA

    • TT:

      ok digamos que a tua mãe não é a mãe biológica, você cresce e não desconfia de nada (porque você se parece com a tua mãe adoptiva), mas um certo dia você vê que o teu tipo sanguíneo é o O, e o da tua mãe e do teu pai são respectivamnte A e B. a que conclusão você chega? 1- ou o Hospital cometeu um erro; 2- ou os teus pais mentiram para você. Se você não tivesse descoberto isso sobre o tipo sanguíneo provavelmente passaria a sua vida inteira vivendo na ignorância, porque você parte do princípio que não tem razão alguma para os teus pais mentirem para você, mas a partir do momento que você encontra as provas você começa criando teorias para tentar explicar essa situação. Nós somos Humanos, é normal essa nossa “sede” de conhecimento, de explicações, afinal, ninguém quer viver na ignorância, mas também é normal que acreditemos no que nos dizem desde criança ou mesmo que não acreditamos, nós sempre tentamos provar se é ou não verdade caso algum ponto não esteja esclarecido o suficiente! O que estou tentando mostrar aqui é que talvez vivemos num mundo de mentiras, e que as línguas sejam as comunicações sociais, mas não é burrice nenhuma acreditar no que nos dizem, pois sempre queremos ouvir a verdade e por vezes essa vontade acaba por suprimir a razão, o nosso dever para com nós próprios é não deixar isso acontecer, e sempre procurar as respostas noutras fontes ou mesmo “escavá-las” com nossas próprias mãos. O que não devemos fazer é conspirar, desenvolver uma teoria e deixar por aí. porque as teorias são muitas, mas a verdade é uma só, e se temos a curiosidade e a vontade de não permanecer na ignorância a busca deve ser imparável, ou até que a encontremos. Sintam-se à vontade em discordar, mas não votem somente, partilhem a vossa opinião, mesmo que não seja a mesma que a minha.!!!!

    • drew:

      vamos estudar que rende mais do que fica aqui contradizendo um ao outro.;..

Deixe seu comentário!