Cientistas conseguem obter células-tronco do sangue

Por , em 2.12.2012

Pesquisadores da Universidade de Cambridge desenvolveram uma nova técnica para a obtenção de células-tronco partindo-se do próprio sangue dos pacientes.

Consideradas uma das maiores promessas da medicina regenerativa, já que podem ser convertidas em qualquer tipo de célula existente no organismo, tais como células ósseas, musculares, nervosas e sanguíneas, num processo também conhecido por diferenciação celular, as células-tronco são importantes, principalmente na aplicação terapêutica, sendo potencialmente úteis em terapias de combate a doenças cardiovasculares, neurodegenerativas, Diabetes mellitus do tipo 1, acidentes vasculares cerebrais, doenças hematológicas diversas, traumas na medula espinhal entre outras.

São encontradas em células embrionárias, na placenta, no líquido amniótico no cordão umbilical e em vários locais do corpo, como na medula óssea, no sangue e no fígado.

As principais questões levantadas pela sua utilização se relacionam com o fato de que algumas de suas fontes de obtenção — como os embriões humanos, por exemplo — são consideradas controversas do ponto de vista ético. Em segundo lugar, como a fonte provém de outro organismo o material obtido está sujeito à rejeição, de forma análoga ao que pode ocorrer com o transplante de órgãos.

Assim, a nova técnica promete resolver ambas as questões levantadas, uma vez que possibilita que células-tronco sejam obtidas diretamente do sangue do paciente, sem a necessidade da utilização de embriões humanos, ao mesmo tempo que tende a resolver os principais problemas relacionados à rejeição, posto que o material transplantado é proveniente do próprio organismo do paciente.

De acordo com a publicação oficial dos pesquisadores foi possível a produção de novos vasos sanguíneos a partir de células-tronco obtidas de um tipo de célula presente na corrente sanguínea responsável pela reparação das paredes dos vasos.

Os resultados são promissores e as pesquisas prosseguem no sentido de determinar se o material obtido com a nova técnica seria seguro o suficiente para uma utilização em larga escala.
Fonte: BBC, Stem Cells Translational Medicine

-o-

[Imagem:wikipedia ]

 

[Leia os outros artigos de Mustafá Ali Kanso]

 

LEIA SOBRE O LIVRO A COR DA TEMPESTADE do autor deste artigo

À VENDA NAS LIVRARIAS CURITIBA E ARTE & LETRA

Navegando entre a literatura fantástica e a ficção especulativa Mustafá Ali Kanso, nesse seu novo livro “A Cor da Tempestade” premia o leitor com contos vigorosos onde o elemento de suspense e os finais surpreendentes concorrem com a linguagem poética repleta de lirismo que, ao mesmo tempo que encanta, comove.

Seus contos “Herdeiros dos Ventos” e “Uma carta para Guinevere” foram, em 2010, tópicos de abordagem literária do tema “Love and its Disorders” no “4th International Congress of Fundamental Psychopathology.”

Foi premiado com o primeiro lugar no Concurso Nacional de Contos da Scarium Megazine (Rio de Janeiro, 2004) pelo conto Propriedade Intelectual e com o sexto lugar pelo conto Singularis Verita.

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!