Aquecimento irreversível causará aumento do nível dos mares para os próximos milênios

Por , em 3.10.2012

Em um estudo recente, pesquisadores analisaram as mudanças nos níveis dos oceanos em escala de milênios levando em conta o gelo continental e o aquecimento dos oceanos, algo que ainda não havia sido feito.

A pesquisa mostrou que o aquecimento experimentado até agora vai levar a um aumento no nível do mar em 1,1 metros no ano 3000. Mas o dano pode ser bem pior, dependendo de como será feito o combate ao aquecimento global de agora em diante.

Os cenários analisados podem resultar em elevações do nível do mar de 2,1, 4,1 e até 6,8 metros.

O estudo aponta que há muita inércia térmica nos oceanos. Uma alteração na temperatura agora vai causar mudanças em séculos, afetando todo o gelo do planeta.

Em todos os cenários analisados, o gelo da Groenlândia é responsável por metade do aumento do nível dos oceanos. A expansão térmica dos oceanos foi o segundo maior fator.

“Em última análise, as atuais placas de gelo polares armazenam o equivalente a 65 metros de nível do mar, e se o aquecimento climático for severo e duradouro, todo o gelo acabará por derreter”, afirmou o professor Philippe Huybrechts, um dos coautores do trabalho.

Ainda segundo o profesor Huybrechts, a única forma realista de enfrentar este problema é diminuir drasticamente a emissão de gases de efeito-estufa. “Quanto menor for o aquecimento, menos severas serão as consequências”, disse.

A pesquisa envolveu cientistas da Vrije Universiteit Brussel, em Bruxelas (Holanda), Universidade Metropolitana Manchester (EUA) e a Université Catholique de Louvain (França). Eles usaram um sistema de modelagem climática chamado LOVECLIM, e o trabalho foi publicado no periódico “Environmental Research Letters” do Institute of Physics (Instituto de Física).[Science Daily]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

6 comentários

  • Anselmo Heidrich:

    Esta ideia persiste mesmo com a onda de frio no Hemisfério Norte? É algo sustentável no longo prazo? Seus maiores defensores, como Lovelock já desistiram da tese original por achar que continha exageros.

  • Jose De Melo:

    A propósito, Bruxelas fica na Bélgica.

  • Duda Weyll:

    Pelo que entendi, lá no site do LOVECLIM, esse modelo de previsão usa atmosfera, calotas polares, gelo continental e oceânico, vegetação e os ciclos de carbono…

    Não sou meteorologista, opinião de leigo, mas sempre ouço que sem a informação de temperatura submarina, correntes submarinas, bioma oceânico, atividade vulcânica e ciclos solares qualquer modelo é falho.

    • Glauco Ramalho:

      Exatamente. Além do que, isso só aconteceria daki a quase mil anos, e se o nível de água aumenta no Equador, a quantidade de neve que cai nos pólos também aumenta, resfriando novamente o processo. Essa é mais uma pesquisa tendenciosa dos cientistas vendidos que não admitem sair da frente de seus computadores.

  • Cesar Grossmann:

    Não se os oceanos aquecerem. Eles circulam, e isto tem o efeito de equalizar e distribuir o calor pelo planeta. E eles tem aquecido…

    • Gargwlas Gargw Gargwlas:

      concordo

Deixe seu comentário!