Chefia e liderança: – tem diferença?

Por , em 28.04.2013

Na esteira do artigo da semana passada “Chefe é Chefe – uma reflexão fabulosa” tenho recebido uma enxurrada de e-mails de meus queridos leitores perguntando exatamente isso.

Qual ou quais são de fato as diferenças entre líder e chefe, ou se trata simplesmente de um bonito jogo de palavras que usamos em palestras motivacionais.

Apelando mais uma vez para o sociólogo Max Weber, podemos iniciar essa questão pela conceituação de poder e autoridade.

Como conceituamos na semana passada, “o poder” pode ser entendido como sendo toda a probabilidade de impor a própria vontade numa relação social, obstante qualquer resistência e independentemente do fundamento dessa probabilidade.
Por outro lado a autoridade é a habilidade de levar as pessoas a fazerem de boa vontade o que você quer em virtude de sua influência pessoal.

Para ilustrar esses conceitos é fácil entender que a autoridade de um bom médico, por exemplo, é fundamentada em seus anos de estudo, em seu talento, e em sua ampla experiência na prática médica.
É fácil intuir que um bom médico possui prestígio em sua comunidade e é recomendado “boca a boca” por seus pacientes (e/ou familiares) satisfeitos – fator contínuo que vai paulatinamente aumentando seu prestígio e, portanto, sua autoridade.

Para esse exemplo que ilustra a autêntica autoridade descrita por Weber, de onde advém um poder “naturalmente exercido”, podemos contrapor os poderes instaurados por artifícios sociais, como é o caso do estabelecido pelos níveis de hierarquia nas corporações.

Algo como:

O chefe é o chefe e deve ser obedecido.

Trazendo então esses conceitos para o mundo corporativo é fácil também intuir que o verdadeiro líder é em sua essência uma “autoridade” não necessariamente formal ou oficial (como é o caso do chefe), porém que possui prestígio perante o grupo, seja pelo seu “conhecimento de causa” ou pelas “habilidades” indispensáveis para o exercício dessa autoridade.

Para esclarecer essa ideia vamos à etimologia da palavra “líder” e o conceito de liderança.
A palavra líder origina-se do termo germânico antigo “lad” que significa “caminho”. Daí se depreende que um “ladan” ou um “líder” era “aquele que mostrava o caminho”.

Em suma, um guia que conduzia caminhantes em segurança de um povoado ao outro, por meio de trilhas na neve e cuja responsabilidade era a cuidar de todos e também de cada um.

Com isso fica evidente que a autoridade do guia é a daquele sujeito experimentado que conhece muito bem o caminho, como também todos os perigos e contingências que o assolam.

Por isso o conceito de liderança surge naturalmente:

“Liderança é a ação humana que ajuda um grupo a identificar o caminho a seguir, motivando-o para alcançar suas metas” (DAVIS e NETSON, 1991);

“Liderança é a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingir aos objetivos identificados como sendo para o bem comum” (James Hunter).

Daí também se pode deduzir que enquanto o líder persegue seus ideais, o chefe cumpre a tabela.

Isso por que:

O chefe centraliza, desconfia, manda, amedronta e intimida, fiscaliza, tem apenas subordinados, procura culpados, faz mistério, administra recursos para chegar-se a um fim, tem todo o poder da hierarquia, considera os conflitos como aborrecimentos e crises como riscos; acredita que as pessoas trabalham apenas por dinheiro e por isso acena com promessas e/ou ameaças que raramente cumprirá.

Enquanto o líder delega, confia, orienta, entusiasma e inspira, acompanha, tem parceiros, procura aliados, comunica, administra seres que pensam e sentem, tem todo o poder de sua competência, considera os conflitos como oportunidades de melhora e as crises como lições; acredita que as pessoas trabalham também por dinheiro e por isso compartilha seu prestígio e demonstra sua gratidão.

Em suma, poderíamos traduzir tudo isso em uma frase:

Enquanto o líder é autoridade o chefe é autoritário.

E para você leitor, existe diferença?

-o-

[Leia os outros artigos de Mustafá Ali Kanso]

 

LEIA SOBRE O LIVRO A COR DA TEMPESTADE do autor deste artigo

À VENDA NAS LIVRARIAS CURITIBA E ARTE & LETRA

Navegando entre a literatura fantástica e a ficção especulativa Mustafá Ali Kanso, nesse seu novo livro “A Cor da Tempestade” premia o leitor com contos vigorosos onde o elemento de suspense e os finais surpreendentes concorrem com a linguagem poética repleta de lirismo que, ao mesmo tempo que encanta, comove.

Seus contos “Herdeiros dos Ventos” e “Uma carta para Guinevere” foram, em 2010, tópicos de abordagem literária do tema “Love and its Disorders” no “4th International Congress of Fundamental Psychopathology.”

Foi premiado com o primeiro lugar no Concurso Nacional de Contos da Scarium Megazine (Rio de Janeiro, 2004) pelo conto Propriedade Intelectual e com o sexto lugar pelo conto Singularis Verita.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

8 comentários

  • Rodrigo Kuyven:

    Acredito que existam chefes líderes e líderes chefes, é questão de conceito e visão. Com certeza líderes são melhores para a saúde da organização, porém, não sei ao certo porque algumas vezes os donos do negócio parecem precisar de chefes e não de líderes, tendo assim uma organização mais “engessada”.

  • jodeja:

    Ótimo artigo. Muito esclarecedor e que nos traz muitos conhecimentos.
    Eu acho que chefia quer estar sempre no poder, não quer nunca “largar o osso”. Já liderança, é transitória,pois quando o líder consulta um liderado está dividindo com ele a liderança. Chefe faz isso?

  • Silvia Regina:

    Sempre vi essas duas palavras com muita diferença,na minha opinião o chefe é aquele com um cargo acima do nosso e que devemos responder por nossas ações e trabalhos executados,e ser líder é aquele que o grupo segue por afinidade ou por passar credibilidade,pode estar no mesmo cargo, mas todo grupo precisa de uma referencia.

  • aguiarubra:

    Infelizmente, chefes e líderes estão sempre em conflito dentro das organizações.

  • WalterZ:

    Matou a pau!
    Ao longo de minha carreira profissional, ja me deperei com muitos chefes e muito líderes. E, claro, assisti muitas palestras, li muitos livors, etc sobre o tema
    Mas este texto é sem dúvida, um dos melhores, pela clareza, simplicidade e objetividade.
    Parabéns Mustafá!

  • Nena Engeroff Tonato Tonato:

    Tá aí.

  • Marcus Vinicius Boucinha:

    Excelente artigo… Parabéns!

  • Daum Comm:

    Ótima matéria. Resulta curioso como a terminologia “CEO” que leva “Chief” (Chefe) nas siglas reflete liderança. Seja como for a distinção entre “chefe” e “líder” é bem clara, também tenho minha definição resumida acerca:

    Chefia, gestão sintética.
    Líderança, gestão orgânica.

Deixe seu comentário!