Macacos fluorescentes tem filhotes fluorescentes

Por , em 27.05.2009

Cientistas modificaram geneticamente pequenos macacos com uma proteína fluorescente que, sobre a luz ultra violeta, os faz brilharem em verde vivo. Diferente de outros animais “transgênicos”, os macacos são capazes de passar a característica para seus descendentes.

A descoberta pode levar a novas e mais sofisticadas pesquisas em doenças neurológicas degenerativas que ainda não possuem cura. Ano passado o primeiro macaco transgênico recebeu genes da doença de Huntington. No entanto, os animais não foram capazes de integrá-los ao seu DNA, não passando-o para a sua prole.

Ratos transgênicos já contribuiram muito para pesquisas biomédicas, mas por muitas doenças, eles são muito diferentes dos humanos para os resultados serem relevantes. O sucesso na criação de macacos transgênicos, provê um modelo animal para doenças humana. Isso é vantajoso, visto que eles possuem uma relação genética mais próxima dos humanos.

Os primatas modificados geneticamente são um poderoso modelo para testes da eficácia de células-tronco e terapia genética. [Telegraph]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • Quimera Falante:

    mas dois pobres coitados que vão passar suas curtas vidas dentro de gaiolas sofrendo até a morte ….

  • Elizeu Moreschi:

    Estou ansioso para os cientistas anunciarem a clonagem humana.

  • Rodrigo Gomes:

    Faltou Energia a noite? moleza!!! – “macaquinho!!! venha cá! xêgue pra cá xêgue!!! “alumiá” as coisas!!!!”… sem falar q poce colocar um em casa listre da casa pra economizar neh… em época com tantos esforços pra diminuir o efeito estufa vem bem a calhar!!!!

Deixe seu comentário!