Quais os benefícios para a saúde de comer insetos? Estudo

Por , em 16.08.2018

Uma nova pesquisa da Universidade de Wisconsin (EUA) sugere que uma proteína crocante pode ser muito boa para sua saúde – estamos falando de comer grilo.

Em um pequeno experimento, cientistas descobriram que comer insetos no café da manhã pode ajudar a melhorar as bactérias naturais em seu intestino (o microbioma) e reduzir a inflamação no corpo.

O método

20 voluntários consumiram uma dieta de insetos no café da manhã por duas semanas. Então todos os participantes comeram normalmente por duas semanas. Durante as duas semanas seguintes, os voluntários trocaram de café da manhã: aqueles que inicialmente tiveram um regular passaram a comer insetos e vice-versa.

Tendo em vista que grilos não fazem parte da cultura alimentar americana, os pesquisadores decidiram usar uma forma mais palatável de comida: um pó feito de insetos grandes que foi transformado em muffins ou milkshakes.

“Insetos são novos para a dieta americana, mas devem ser considerados um alimento potencialmente útil que contém importantes nutrientes e fibras que podem trazer benefícios para a saúde geral, incluindo o microbioma intestinal”, disse a principal autora do estudo, Valerie Stull.

Bom para a saúde

Grilos e outros insetos têm fibras como a quitina, diferentes das encontradas em frutas e legumes. Alguns tipos de fibra ajudam a população de bactérias benéficas do nosso corpo a crescer.

Os resultados do experimento indicaram que comer insetos pela manhã ajudou uma bactéria em particular, Bifidobacterium animalis, a florescer. Esta cepa foi associada a uma melhor função intestinal.

Usando amostras de sangue e fezes, os pesquisadores também encontraram evidências de redução da inflamação no corpo. A inflamação tem sido associada a muitas condições de saúde, como depressão e câncer.

Apesar dos achados promissores, a nutricionista Samantha Heller, que revisou as descobertas do estudo, alerta que o experimento foi muito pequeno e durou apenas duas semanas, por isso não sabemos se essas vantagens de saúde persistiriam mesmo se as pessoas continuassem a comer grilos no café da manhã.

Bom para o meio ambiente

Cerca de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo consomem insetos como parte de suas dietas. Stull inicialmente se interessou em estudar insetos como alimento por conta da sustentabilidade ambiental.

“Há muito potencial inexplorado quando se trata de utilizar insetos comestíveis. Eles são abundantes e, quando cultivados, podem gerar uma proteína de alta qualidade com um impacto ambiental substancialmente menor do que a pecuária tradicional. Eles precisam de menos comida, terra e água para crescer, e geram menos gases de efeito estufa”, explicou a pesquisadora.

No entanto, ela não vê insetos como uma panaceia. “Eu não acredito que insetos comestíveis sejam a solução mágica para todos os nossos atuais desafios agrícolas, de saúde e ambientais. Mas certamente têm potencial”, resume.

Quer tentar?

Segundo Stull, mesmo os ocidentais de mente mais aberta têm dificuldade em comer insetos, por esse não ser um costume de nossa sociedade.

Mas, se você estiver disposto a experimentar, vai descobrir que eles são nutritivos e muitas vezes deliciosos.

Além disso, a cientista observa: “Qual é a diferença entre um grilo e uma lagosta? Um artrópode está na terra, o outro no oceano”.
A única ressalva é que, se você for alérgico a mariscos, é possível que também seja a grilos.

O estudo foi publicado na revista científica Scientific Reports. [WebMD]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (13 votos, média: 4,62 de 5)

4 comentários

  • Dalton Telli:

    O Criador disponibilizou muitos vegetais, peixes e outras proteínas animais para alimentação. Comer insetos é ridículo.

    • Cesar Grossmann:

      Sim, é ridículo João Batista comer gafanhotos.

  • Marco Antonio:

    Isso não é novidade..

    • Cesar Grossmann:

      Não?

Deixe seu comentário!