Conheça máquina ultrassônica de lavar humanos

Por , em 11.02.2009

Durante uma exposição de tecnologias futurísticas, em 1970, na cidade japonesa de Osaka, a Sanyo apresentou uma máquina que prometia acabar com banhos “manuais” (e, aparentemente, tornar a lavagem de cabelos opcional). Era a banheira ultrassônica.

O aparelho era uma “máquina de lavar humanos” que ensaboava, massageava, enxaguava e secava seu ocupante em apenas 15 minutos.

Usando uma pequena escada, o usuário sobe no topo da banheira (de dois metros de altura) e entra por uma porta localizada no topo. Assim que a temperatura da água é escolhida e a alavanca principal é ativada, o primeiro “ciclo” começa, jogando jatos de água no sujeito durante 5 minutos.

máquina de lavar humanos

Depois, a câmara-banheira, se enche de água e o segundo ciclo, o da massagem, começa. A pessoa fica imersa durante três minutos, enquanto jatos de alta pressão e pequenas bolas (do tamanho de bolas de golfe) a massageiam – com a intenção de melhorar a circulação do sangue. Então uma “nuvem” de pequenas bolhas ultrassônicas é produzida, para tirar a sujeira da pele.

O próximo ciclo é o do enxágue, que dura dois minutos. Depois, a pessoa é bombardeada por um jato de ar quente, o quarto ciclo, a secagem. Este estágio também conta com a emissão de luz infravermelha, que prometia destruir qualquer germe que sobrevivesse aos primeiros ciclos.

máquina de lavar humanos

A banheira ultrassônica nunca chegou aos nossos lares, no entanto, alguns anos depois, a Sanyo lançou uma versão compacta da sua máquina de lavar humanos. O HIRB (Human In Roll-lo Bathing) custava 50,000 dólares e era usada para dar banhos em idosos. [Gizmodo, Pink Tantacle]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

12 comentários

  • Emanuel Gomes:

    o que é uma bolha ultra-sonica?

    • Ricardo Ribeiro:

      Trata-se de uma bolha que sai disparada a uma velocidade maior do que a do som

    • W.Neves:

      Na verdade uma bolha ultra-sônica é uma bolha provocada por cavitação da água em contato com transdutores de ultrassom.

      Estas bolhas são provocadas pela vibração ultra-rápida das moléculas de água e podem atingir temperaturas próximas a 5000ºK e se moverem em velocidades superiores a 800km por hora (http://www.tmasc.com/qa%20process.htm).

      Na maioria das vezes são desejáveis nos processos de limpeza e diagnóstico ultrasônico.

      Abraços.

  • daniel_vieira30:

    eu preciso de uma dessas máquinas.

  • diego wallace:

    tem no mercado livre

  • dyego:

    com eu faço pra compra uma banheira ultrasonica

  • dlttorezan:

    Uma tecnologia que pelos vídeos já tinha protótipos desde da década de 70. Algo assim hoje poderia ser uma lava-louça humana perfeita!
    Tem um porém, o ser humano daqui um tempo não mexerá um músculo nem para mover de uma sala para outra! Isso cria um mundo de sedentários. Mas claro que poderia ter uns “dispositivos” que fariam o serviço de saúde como: “auxiliar” em uma caminhada ( nesse caso o próprio aparelho movia o “pobre” humano) ,algum aparelho que apenas “ejeta” comidas diárias recomendadas pelo nutricionista e etc. Poderíamos ser considerados ciborgues (mas máquina do que homem).
    Att.

  • Gabrita:

    HAHAHAH EU QUERO

  • André:

    Lógico, Marco… Já pensou acabar com a tradição dos garotos de fazer buracos na parede dos banheiros femininos? De que adianta fazer o buraco para espiar se a mina tá toda fechada dentro da banheira? Tem que dar uma chance pros garotos…

  • Vitor:

    Quero ver a máquina lavar a b…
    bom, deixa pra lá.
    kkkkkk

  • Marco:

    O fato dela ser transparente dos lados é para podermos ver as mulheres tomando banho?!?!? XD

  • FranChico – Hora de Relaxar:

    É o futuro chegando gente! Modernidade!

Deixe seu comentário!