, ,

As 20 melhores imagens de ciência do ano

Por , em 8.03.2016

Vírus ebola em detalhe, curiosas reações alérgicas e outras imagens são algumas das concorrentes ao prêmio Wellcome Image Awards, que deve anunciar os vencedores no dia 15 de março, no Science Museum de Londres.

20. Mão saudável x doença de Raynaud

Doença de Raynaud
A imagem térmica acima compara a temperatura da mão de duas pessoas. A da esquerda é saudável, e a da direita é de alguém com a doença de Raynaud.

As duas mãos foram mergulhadas em água gelada por dois minutos antes da imagem ser registrada. A mão saudável recuperou a temperatura rapidamente, enquanto a outra continuou gelada.

“Essa imagem é impressionante porque mostra vividamente a diferença entre a circulação normal e a circulação ruim de uma pessoa com a doença de Raynaud”, diz Catherine Draycott, que faz parte da banca avaliadora do concurso de imagens. Quem fez a imagem foi Matthew Clavey.

19. Caminhos do cérebro humano

moléculas de água do cérebro
Este caleidoscópio de cores revela o mapa dos caminhos no cérebro de um jovem saudável. Diferentes partes do cérebro se comunicam com fibras nervosas, que são representadas nesta imagem com cores diferentes.

A imagem foi feita por ressonância magnética e mapeou a direção e movimento das moléculas de água. O autor é Alfred Anwander.

18. Alergia a henna

alergia a henna
“Aqui você pode ver uma tatuagem de henna no braço de uma jovem que sofreu reação alérgica à tinta”, explica Dirk Pilat, diretor médico da Faculdade Real de Clínica Médica (Reino Unido). As bolhas mostram o estágio inicial da reação.

A fotografia foi feita por Nicola Kelly, do Hospital Universitário de Cardiff & Vale (Reino Unido).

17.Célula tronco humana

célula tronco
Esta imagem mostra uma célula tronco retirada da medula óssea do quadril de uma pessoa saudável. “Esta imagem se destacou, podemos ver a simetria natural e a impressionante coloração suave”, diz Robin Lovell-Badge, que julga as imagens para o prêmio.

Esta célula tem 0,015mm de diâmetro. Para ser possível registrar a imagem, foi preciso congelar a célula a uma temperatura de -150° C. A imagem foi feita por Sílvia Ferreira, Cristina Lopo e Eileen Gentleman.

16. Célula-tronco se dividindo no cérebro

célula tronco se dividindo no cérebro
Esta imagem mostra os diferentes estágios da divisão de uma célula-tronco no cérebro de um peixe, até o momento anterior à finalização do processo.

Este círculo tem 0,25mm de diâmetro e foi feito com a união de imagens registradas no intervalo de nove horas. Se o círculo fosse um relógio, as primeiras imagens registradas estariam onde o ponteiro das horas apontaria para as 8h. As imagens evoluem no sentido horário.

“A imagem nos ajuda a visualizar o desenvolvimento embrionário ao mostrar o belo processo da divisão celular – produzindo uma nova célula-tronco (roxa) e uma célula diferenciada nervosa (branca)”, explica Anne Deconinck, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (EUA). A autora da imagem é Paula Alexandre, da University College London (Inglaterra).

15. Vírus ebola

vírus ebola
Esta ilustração de David Goodsell mostra a estrutura interna do vírus ebola, com o centro em 3D para que seja possível visualizar as estruturas internas com mais clareza.

O vírus tem cerca de 0,0001mm de largura – 200 vezes menor que as células que ele infecta. Esta imagem mostra como ilustrações podem trazer tantos detalhes com beleza e clareza.

14. Unidade de contenção de doenças infecciosas

unidade de doenças londres
David Bishop fez esta fotografia que mostra um raro vislumbre da única unidade de isolamento do Reino Unido. A imagem foi feita um dia antes de uma enfermeira ser internada com ebola.

“Ela captura perfeitamente a calma antes da tempestade”, diz o juiz Rob Kesseler. A enfermeira se recuperou completamente.

13. Borboleta Papilionadae

borboleta
Daniel Saftner fez esta imagem com lentes de aumento. “Ela foi escolhida porque mostra tão claramente como são as partes da boca e dos olhos de uma borboleta Papilionadae com detalhes impressionantes”, diz o membro da banca avaliadora Eric Hilaire.

A imagem também mostra o tubo de alimentação, que quando não está em uso fica enrolado.

12. Escamas de mariposa

mariposa
Mark Smith usou um microscópio para capturar esta bela imagem, que parece uma obra de arte. A imagem tem 0,75mm de largura.

“As escamas não contêm muito pigmento, é a forma como a luz bate nelas que dá uma cor aparente”, diz Eric Hilaire. Esta é a asa de uma mariposa de Madagascar, que reflete a cor da luz e chega a ser confundida com borboletas coloridas.

11. Fundo do olho humano

tuneis olho
Peter Maloca captou esta bela imagem que lembra uma gruta, mas que na verdade é do fundo do olho humano. “Estamos vendo vasos sanguíneos do fundo do olho humano que também fornecem sangue à retina”, diz o avaliador Robin Bagde. A imagem é em 3D.

Imagens como esta são usadas por médicos para detectar sinais precoces de doenças oftalmológicas. Esses pequenos túneis têm 0,1mm de altura.

10. Vasos do olho

veias olho
Kim Bacterfez registrou esta linda imagem dos vasos sanguíneos do olho humano. “Assim que você olha para isso, você não pensa automaticamente no olho”, diz o avaliador Rob Kessaler. “Parece uma vista aérea de uma cidade de noite ou uma imagem de uma galáxia distante”.

A imagem foi captada com a ajuda de contraste fluorescente passando nos pequenos vasos da retina.

9. Detecção de trombose

trombose
Nicholas Evans, da Universidade de Cambridge, inscreveu esta importante imagem no concurso. “Ela demonstra a beleza dos dois centímetros mais mortais na patologia humana e é uma ótima ferramenta para explicar a causa de acidentes vasculares cerebrais para pacientes”, diz Dirk Pilat.

A imagem mostra, em verde, o bloqueio de uma artéria no pescoço de uma pessoa. Quando ela é bloqueada, o sangue não chega em níveis adequados ao cérebro e isso pode causar danos sérios ao órgão.

8. O coração de uma vaca

coração de vaca
Michael Frank, da Royal Veterinary College, é finalista na premiação com esta imagem em 3D do coração de uma vaca. O órgão lembra uma escultura, expondo tanto as estruturas internas quanto externas.

7. Tecido do fígado humano

figado humano
Este pequeno pedaço do fígado humano foi transplantado para um rato com um fígado doente. O tecido humano começou a crescer, com ajuda do sangue do rato. “Isso é a engenharia de tecidos em ação”, diz Anne Deconinck. “Em resposta ao tecido doente, células podem se reorganizar e cicatrizar e até desenvolver novos vasos sanguíneos”.

Para ela, essa imagem que lembra o formato de um coração humano traz uma mensagem de esperança – e a promessa de avanços científicos para superar os desafios de transplante de órgãos. Chelsea Fortin, Kelly Stevens e Sangeeta Bhatia são autores desta imagem.

6. Bactéria em óxido de grafite

bactéria
Izzat Suffian, Kuo-Ching Mei, Houmam KAfa e Khuloud Al-Jamal produziram esta imagem para mostrar como o grafeno é delicado quando comparado ao tamanho de uma bactéria de 0,002mm.

“Esta imagem mostra que o grafeno, um material descoberto recentemente, tem a grossura de um átomo”, diz Catherine Draycott. O grafeno – mostrado em roxo – é um dos materiais mais finos e fortes descobertos.

Pesquisadores tentam inserir diferentes medicações nessa camada para que ela seja levada ao local correto do corpo em que precisa agir.

5. Bebê prematuro recebendo fototerapia

bebe fototerapia
David Bishop tirou esta fotografia de um bebê que nasceu com icterícia, uma condição comum que faz com que os recém-nascidos tenham pele e olhos amarelados. O tratamento é feito com fototerapia.

“Um dos motivos que esta imagem foi escolhida é porque ela mostra intimidade e respeito – que vieram do ângulo e enquadramento da fotografia”, diz Catherine Draycott.

4. Gaiola de proteína

gaiola de proteina
Maria Voigt registrou esta imagem da proteína Clathrin, encontrada em células. Aqui ela forma uma estrutura que lembra uma gaiola que ajuda a movimentar substâncias pela célula.

Células têm várias dessas estruturas. Esta tem cerca de 0,00005mm de largura. Quando a gaiola não está em uso, ela se divide em pedaços menores que podem ser reciclados. A estrutura pode ser remontada quando é necessária.

3. Parasita que causa a toxoplasmose

toxoplasmose
Esta imagem parece bastante borrada porque foi aumentada muitas vezes. O parasita que causa toxoplasmose é muito pequeno, com apenas 0,1mm de comprimento.

O DNA do parasita (em verde azulado) está envolto por uma membrana (vermelha) e proteína (preta).

“Esse é um organismo minúsculo encontrado nas fezes de gatos infectados ou em carne mal cozida ou crua. É particularmente perigoso para mulheres gestantes”, diz o membro avaliador Robin Badge.

2. Desenvolvimento do osso

ossos de bebes
Essas imagens foram feitas com tomografia microcomputadorizada, que mostra a estrutura interna dos ossos de um feto em desenvolvimento e também depois do nascimento.

Cada círculo mostra uma etapa diferente. O primeiro, na esquerda, é de 12 semanas antes do nascimento, e o último de uma criança de 2 anos e meio. As imagens são de bebês diferentes que morreram no século XIX.

1. Folha de milho

folha de milho
Essa imagem que lembra um mosaico é de uma folha de milho analisada com a ajuda de um microscópio. O círculo laranja é o núcleo de cada célula. [BBC]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!