Cientistas usam vírus modificado para curar cegueira

Por , em 17.06.2013

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia em Berkeley (EUA) pode tornar mais seguro o uso de vírus para tratar doenças genéticas que levam à cegueira – o vírus atua como “mensageiro”, levando genes modificados até células específicas e fazendo com que eles substituam os defeituosos.

Embora sofisticado, o método não é simples. “Introduzir uma agulha através da retina e injetar atrás dela o vírus modificado é um procedimento cirúrgico arriscado”, explica o professor David Schaffer, um dos responsáveis pela pesquisa. Para aumentar o leque de opções, Schaffer e sua equipe geraram cerca de 100 milhões de variantes de um vírus (cada uma carregando diferentes proteínas em sua superfície) e, após diversos testes com cobaias, escolheram cinco capazes de penetrar a retina com eficiência.

“Com base em 14 anos de pesquisa, nós conseguimos criar um vírus que você precisa apenas injetar no humor vítreo [o líquido que preenche o globo ocular] para que eles levem genes a um grupo difícil de alcançar de células delicadas, de modo cirúrgico, seguro e não invasivo”, resume. “É um procedimento de 15 minutos, e você poderá ir pra casa no mesmo dia”.

Os testes foram realizados em cobaias com retinosquinose (doença que provoca buracos na retina e compromete a visão) e atrofia óptica de Leber (que faz a pessoa perder gradualmente a visão) e tiveram bons resultados. Agora, a equipe procura colaborar com médicos para que, em alguns anos, a técnica possa ser usada clinicamente.[Sci-news, Science Translational Medicine]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • José Correia:

    Tenho 58 anos e sou portador da Retinose pigmentar, em estágio avançado. Gostaria de saber se já tem cura através da terapia génica com a utilização de vírus para esta doença, e o que devo fazer para começar este tratamento. Ansioso aguardo resposta.

    José Correia

  • Frederico Augustos:

    Isso me lembra de um filme “I Am Legend”.
    Só que no filme era para curar o câncer.

Deixe seu comentário!