O 1º site do mundo escrito por uma criança de 2 anos

Por , em 27.06.2008

Você sabe o que é um blog (ou seria blogue)? A palavra significa “web log”, ou seja, um diário publicado na internet que pode tratar de assuntos específicos — como tecnologia, por exemplo — ou da vida do seu autor.

O Heitorzinho.com entra nestas duas categorias: trata especificamente de como é ver o mundo através dos olhos de uma criança de dois anos e fala da vida de seu autor, o Heitorzinho.

Você certamente já teve dois anos de idade, mas dificilmente lembra como é ser uma criança e como era a sua visão do mundo. Lendo os artigos deste blog nós podemos perceber como a criança tem uma visão literal e simples das coisas, como a inocência é uma característica que ninguém deveria perder à medida que cresce.

Você também poderá se divertir com passagens como esta:

Estávamos no carro. Esperando a mamãe chegar.

– Papai, porque você é homem?

– O que você perguntou? (Acho que ele só estava querendo ganhar tempo)

– Porque você é homem?

(Silêncio)

– Boa pergunta filho… Bem… Todo mundo ou é homem ou é mulher… Para nascer um filhinho um homem tem que ficar com uma mulher… Porque você é menino?

– Porque eu tenho pinto.

Mamãe entra no carro nesse momento.

– Mamãe, porque você é mulher?

É claro que uma criança de apenas dois anos não pode escrever, mas as passagens são todas de “autoria” do pequeno Heitor ou, ao menos, inspiradas por ele.

Se você pretende ser, ou é, papai ou mamãe o site também vai ser muito útil, pois apresenta diversas dicas de como lidar didaticamente com várias situações diferentes, tudo relatado da ótica do próprio menininho. Visite o Heitorzinho.com.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

3 comentários

  • Jorge de Melo:

    Heitorzinho é uma figurinha! Hahahaha! Gostei muito do blog dele, tem talento!

  • jocelia:

    OI gentarada (é como o Heitor costuma saudar as pessoas), então Oi gentarada, tudo beleza?
    Outro dia o Heitorzinho foi ao salão de cabelereiros com o vole e a vóle, (apelidos dados por êle para a vó e o vô.)
    A vóle foi fazer as unhas do pé. Estava apreensiva pois não sabia como êle iria se comportar.
    Na saída do estacionamento o vôle comprou balinhas escolhidas por êle.
    Chegando ao salão sentamos na poltrona eo Heitor no colo do vôle muito quieto olhando tudo.
    -Onde estamos?
    – No salão. Eu vou fazer as unhas do pé.
    -Hummmmmmm?
    -É vou deixar pé bem bonito.
    -Purquêeeeeee?
    -Porque está feio, cascudo, com o esmalte descascado.
    -Dicacadoooooo?
    Èeeee, fique olhando. A Rosana vai deixar o ´pe da vovó bem bonito.
    -Môoooçaaaaaa, que qui é isso?
    È bacia de água para por o pé.
    Mas mas tem puquinha água, não da prá toma banho.
    -Môooooçaaaaaaa, que você tá fazendo no pé da vóle?
    -To cortando a unha.
    -Cudado, cudado não cote o dedinho da vóle.
    -Que qui é aquilo?
    o vôle responde: É a cabeça de um manequim com uma peruca.
    -Eeeeee como qui ela anda se não tem perna?
    -Heitor quer que eu corte sua unha? Pergunta a manicure
    -Abigado, não pecisa, o papai já cotou.

  • Douglas Miranda:

    Acabei de ler o site do garoto inteiro e digo: eita menino que fala! rsrs… é bastante criativo e precoce, mas se fosse pra praia voltava com a lígua bronzeada!
    Vale a pena conferir, diverti à beça!

Deixe seu comentário!