Crianças ‘maneiras’ ajudam colegas a não fumar

Por , em 9.05.2008
Revista HypeScience

Fazer com que os jovens mais populares falem aos seus colegas sobre os riscos de fumar pode cortar o número de estudantes que começam a fumar em 25% em comparação a outros métodos, de acordo com um novo estudo.

O estudo publicado na revista científica Lancet tomou uma abordagem incomum pedindo que as crianças nomeassem outros que viam como influentes ou como líderes para divulgar aspectos antitabaco.

Essa seleção promovida foi mais efetiva que os programas antitabaco tradicionais e reduziram bastante a chance de estudantes que começaram a fumar, disseram os pesquisadores. » 5 Passos para parar de fumar definitivamente

O aspecto mais importante aprendido foi de que os jovens podem ajudar uns aos outros a evitar hábitos de vícios, disse Rona Campbell, pesquisadora da Universidade de Bristol, Inglaterra, que colaborou no estudo.

“Se o programa fosse implementado amplamente poderia cortar significantemente o recrutamento de novos fumantes”

Tabagismo é a causa mais comum de morte evitável no mundo causando doença cardíaca, diversos tipos de câncer, enfisema e outras doenças. Tanto o fumante como outras pessoas que inspiram a fumaça correm riscos.

O estudo britânico envolveu onze mil estudantes com idades entre 12 e 13 anos em 59 escolas inglesas das quais 29 foram selecionadas aleatoriamente para permanecer com os programas antitabaco normais enquanto as demais assumiram a nova técnica.

Foi solicitado para as crianças elegerem estudantes influentes que eram convidadas a participar de um treinamento sobre os riscos do cigarro e os benefícios de não começar a fumar.

O resultado foi significativo com 23% das crianças que participavam dos grupos com colegas “palestrantes” tendo menor chance de começar a fumar em um ano e 15% em dois anos em comparação com os programas tradicionais.

Isso poderia significar uma redução potencial de 43 mil novas crianças fumantes entre 14 e 15 anos, a cada ano.

Os danos do fumo levam anos para se acumular no organismo, por isso as pessoas que começam mais cedo tendem a ter mais problemas de saúde. [Fonte]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

  • Fábio Rocha:

    Parabens por esta iniciativa, ela será muito proveitosa aos jovens!
    A base de qualquer situação ou seguimento positivo de uma sociedade deve-se começar pela educação e principios morais.
    A melhor educação se aprende na escola e os melhores principios morais se aprende em casa com a família, alicerce da sociedade!
    Queria que esssa iniciativa se tornace modelo pro resto mundo, inclusive aqui em Brasília…
    Parabens aos seus idealizadores!

    Fábio Rocha

Deixe seu comentário!