Dormir emagrece: mito ou realidade? Clique e confira!

Por , em 3.07.2013
dormir emagrece

Existem duas coisas que todo mundo ama: comer e dormir. E, segundo uma nova pesquisa publicada no The Annals of Internal Medicine, dormir emagrece! Isso mesmo. Aquele sono tranquilo pode nos ajudar a manter ou perder peso.

Como dormir emagrece?

É claro que uma dieta saudável e exercício físico regular precisam estar presentes nessa fórmula, mas, de acordo com os cientistas, oito horas e meia de sono podem fazer uma diferença significativa na perda de peso também.

Quando combinado com um regime, o sono adequado fez uma grande diferença para os participantes do estudo.

A pesquisa comparou dois grupos de obesos não fumantes em dietas de restrição calórica por 14 dias. Um grupo dormiu 8,5 horas por noite, e o outro apenas 5,5 horas por noite (o que os autores do estudo apontam que é “norma” para as pessoas hoje em dia, com essa idade).

Ambos os grupos comeram cerca de 1.450 calorias por dia. Depois de duas semanas, as pessoas que dormiram mais perderam mais gordura do que o grupo que dormia menos. Mais de metade da perda de peso durante as 8,5 horas de sono era de gordura, contra apenas um quarto da perda de peso do grupo que dormiu 5,5 horas. Ou seja, as pessoas literalmente queimaram gordura enquanto dormiam.

Por fim, os participantes do estudo que dormiram menos perderam massa muscular em vez de gordura. Os indivíduos que tiveram uma noite inteira de sono também acordaram com menos fome, apesar de tecnicamente terem jejuado por um período mais longo de tempo.

Todo mundo que já acordou cansado ou mal humorado sabe o bem que uma boa noite de sono pode fazer. E a ciência concorda: como outras pesquisas já relataram que dormir emagrece e também pode beneficiar para nossa memória e aprendizado.

Para ver o estudo (em inglês), clique aqui.[LifeHacker]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

  • Acquária:

    Isso é verdade!!! Em um mês perdi 4 quilos e meio dormindo quase o tempo todo!! De 20 de novembro a 22 de dezembro quando fiquei “hospedada” no aeroporto de Fiumicino, em Roma aguardando o dia da minha volta ao Brasil. Não tinha nada de nada pra fazer e só me restou dormir. Tomava café da manhã, normal, almoçava normal e à noite só lanche e…dormia…dormia.

Deixe seu comentário!