Enquanto o sol dormia [vídeo timelapse]

Por , em 25.10.2012

Esse belíssimo vídeo em “timelapse”, técnica que cria um filme feito com fotos individuais tiradas a intervalos maiores que resultam em uma imagem “acelerada”, levou três anos para ser produzido.

Muitos timelapses ficam deslumbrantes, e este não é diferente. O céu noturno é o protagonista do vídeo chamado “While the Sun Was Sleeping” (em português, “enquanto o sol dormia”), de Jeffrey Sullivan.

Sullivan usou como trilha sonora a canção “While You Were Sleeping” (em português, “enquanto você dormia”), de Life Audience, só para combinar.

Se algumas das imagens do vídeo parecerem familiares, pode ser porque elas já foram divulgadas na mídia antes, como a da chuva de meteoros Perseidas, e o eclipse lunar atrás da torre.

Também já falamos do trabalho de Sullivan no Hype, mas em fotografia. Ele recebeu o título de vencedor do concurso Fotógrafo de Astronomia 2011 da National Geographic na categoria “Pessoas e Espaço” com seu autorretrato, tirado de um morro remoto nas montanhas de Sierra Nevada, com a Via Láctea se estendendo sobre sua cabeça.[DiscoverMagazine]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

7 comentários

  • Rafael2:

    Um vídeo formidável. Faz-nos crer tão pequenos e limitados somos, e valer-se de maior respeito à natureza.

  • Heitor Giacomini:

    Ainda estou confuso.Aquela imagem da Via Láctea foi realmente tirada da terra sem a ajuda de um telescópio??Por que nunca consigo ver nada parecido no seu de minha cidade(Lins-SP)???

  • Sabrina Alves:

    Lindo o video

  • Andre Luis:

    Vídeo formidável! É muito interessante observar a rotação da Terra neste magnífico trabalho!

  • Renato Almeida:

    O que mais me impressiona sao as estrelas vistas aqui da terra , é lindo é inexplicavel , pena que do Brasil nao se ver assim =(

    • Murilo Mazzolo:

      Cara… não exatamente assim… mas vê-se sim!!!
      Há 3 anos, fui visitar parentes em Montes Claros-MG e depois num sítio da minha Tia-avó, MUITO distante das cidades, em média 12km da mais próxima(eu acho). E rodeada de serras. As únicas luzes que se viam além das do céu e do próprio sítio, era de outro sítio á 1km…
      Simplesmente, a vista do céu era DESLUMBRANTE, MAGNIFICO, era até mais branco e brilhante que negro!!! Fiquei tão chocado, que mesmo sabendo que nunca conseguiria sem câmera profissional especializada, fiquei meia hora tentando fotografar as estrelas!!!!

    • Felipe Guerra:

      Vale ressaltar que geralmente o fotógrafo não vê esse céu a olho nu! Não sei bem explicar bem, mas é algo assim:

      O sensor das câmeras (principalmente das decentes) é capaz de captar mais elementos do que nossos olhos, dependendo do tempo de exposição à luz (tempo de abertura do obturador). Então se você for a um lugar longe da cidade grande (isso é o que não falta no Brasil), numa noite com céu aberto, com uma câmera razoável (não precisa nem ser semiprofissional, aparentemente), um tripé, e deixar a câmera configurada e com o obturador (aquela janelinha que faz barulho quando você clica pra tirar a foto) aberto por 20, 30 segundos, pode acabar capturando elementos que não consegue ver cuzoio. Talvez não céus estrelados, nem auroras boreais, nem meteoros caindo e nem OVNIs. Mas alguma coisa pode acabar capturando heh

Deixe seu comentário!