Para que um extintor de incêndio quando você pode usar essa bola que apaga qualquer fogo?

Por , em 15.03.2016

Uma companhia tailandesa criou um extintor de incêndios diferente, que pode ser o futuro desse tipo de equipamento de segurança. Ao invés de exigir que alguém fique perto das chamas mirando o extintor de incêndio na origem do fogo o tempo todo, essa tecnologia permite que a pessoa jogue uma bola com materiais extintores e saia do ambiente, deixando todo o trabalho ser feito por ela.

Chamada de Elide Fire Extinguinshing Ball, a bola de 14 cm de diâmetro e 1,5 kg deve ser jogada no fogo. A pessoa então tem de 3 a 10 segundos para se afastar do local, já que a esfera explode de forma barulhenta (120 decibéis) e espalha agentes extintores, incluindo fosfato de monoamônio, composto que está presente no pó de alguns extintores secos.

Esse extintor é ideal para incêndios das classes A (madeira, papel, tecido) e B (líquidos inflamáveis, graxas e gases combustíveis), em ambientes de 8 a 10 metros quadrados. Seu barulho da explosão pode servir como um alarme para que pessoas da redondeza percebam que há algo de errado e chamem ajuda.

Granadas de fogo

A origem dessa ideia é antiga: do século XIX. No início, eram chamados de granadas de fogo, e consistiam de garrafas de vidro com tetracloreto de carbono, que dilui líquidos inflamáveis e forma um cobertor de gás que ajuda a bloquear o oxigênio, acabando com as chamas.

O tetracloreto de carbono, porém, é venenoso e pode produzir uma substância tóxica durante um incêndio. Por isso, na época a ideia foi deixada de lado. Ainda bem! [How Stuff Works, Sploid]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • Dinho01:

    Essa é uma daquelas idéias “Por que ninguém pensou nisso antes?”

  • Andrew Piolli:

    Bem inteligente, teriamos que ver como se sai em salas maiores ou teriamos bolas maiores?
    Fora que o atirador tem que ter boa mira

Deixe seu comentário!