Teia de aranha gigante de 300 metros é encontrada na Grécia

Por , em 20.09.2018

Pior que encontrar uma aranha é encontrar milhares de aranhas, certo?

Depois desses animais literalmente choverem no Peru, Panamá e Austrália, a Grécia é o mais novo palco do último espetáculo de horror aracnídeo.

Condições climáticas mais quentes levaram a formação de uma teia gigante de 300 metros na cidade de Aitoliko, cobrindo uma vasta área de vegetação.

Especialistas dizem que é um fenômeno sazonal, causado por aranhas do gênero Tetragnatha, que podem construir grandes ninhos para acasalamento.

Sem perigo

De acordo com Maria Chatzaki, professora de biologia molecular e genética na Democritus University of Thrace, na Grécia, altas temperaturas, umidade e alimento suficiente (devido a um aumento na população de mosquitos) criaram as condições ideais para as aranhas se reproduzirem em grande número.

É como se elas estivessem aproveitando essas condições e fazendo uma espécie de “festa”, onde se esbaldam e se reproduzem em massa.


“Essas aranhas não são perigosas para os seres humanos e não causam danos à flora da área. Elas farão sua festa e logo morrerão”, explicou Chatzaki ao portal Newsit.gr. [BBC]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (24 votos, média: 4,83 de 5)

Deixe seu comentário!