Qual a paquera que mais funciona, cientificamente falando?

Por , em 10.11.2010

Um novo estudo indica que o estilo de paquera de cada pessoa diz muito sobre sua personalidade e pode até mesmo ajudá-la a encontrar um parceiro ou passar por momento difícil em um relacionamento.

A pesquisa revelou cinco estilos de paquera que as pessoas usam ao se comunicar com “parceiros em potencial”: brincalhão, tradicional, físico, sincero e educado. Cada abordagem leva a experiências diferentes no mundo. Os pesquisadores afirmam que a maioria das pessoas é uma mistura de estilos de paquera, com um tipo dominante.

Por exemplo, o estilo “educado” significa que as mulheres não acham que “dar em cima” seja particularmente lisonjeiro, e que elas têm dificuldade em fazer com que os homens as notem.

Segundo os pesquisadores, as pessoas muitas vezes se vêem frustradas com a sua habilidade de fazer com que os outros as notem, as achem interessantes, e principalmente, de fazer com que os outros saibam que elas estão interessadas em um relacionamento.

O estudo incluiu 5.000 participantes de um site de namoro online, que responderam questionários relacionados com a sua personalidade, estilo e experiências em paqueras. Os participantes tinham entre 18 e 96 anos, e avaliaram 26 itens que revelavam o seu estilo de paquera.

Por exemplo, indivíduos que concordaram com afirmações como “os homens devem paquerar as mulheres, não o contrário” e “os homens devem dar o primeiro passo” são mais prováveis a serem do estilo “tradicional”. O “brincalhão”, por outro lado, tem mais probabilidade em concordar com afirmações como “flertar é apenas para diversão, as pessoas não precisam ser tão sérias” e “flertar pode ser uma diversão inofensiva”.

O estilo “educado” concordaria com afirmações como “as pessoas devem ser cautelosas ao deixar alguém saber que estão interessadas” e “há regras sobre como homens e mulheres devem se comportar”.

Frases como “eu sou bom em mostrar o meu interesse sexual” e “eu sou bom em usar a linguagem corporal para flertar” provavelmente descrevem o estilo “físico”. O “sincero”, que gosta de criar conexões emocionais e comunicar um interesse genuíno pelo parceiro, tende a concordar com afirmações como: “fazer uma conexão real com outras pessoas pode ser emocionante”, e “eu realmente gosto de conhecer os interesses de outra pessoa”.

Os testes de personalidade sugeriram que os estilos “físico” e “brincalhão” eram mais prováveis de serem extrovertidos do que os outros, enquanto o estilo “tradicional” inclinou-se para a neura e o nervosismo. O estilo “sincero” foi positivamente relacionado com “abertura” e negativamente relacionado com neura e nervosismo.

As mulheres com pontuações altas no estilo “tradicional” eram menos propensas a dizer que se aproximaram de potenciais companheiros e mais propensas a se enganar pensando que alguém estava flertando com elas. Elas também tinham mais problemas em comunicar seus interesses e “chamar a atenção”.

Nos homens, o estilo mais tradicional está relacionado a uma relação longa, o que sugere que homens do estilo “tradicional” são mais propensos a esperar que um relacionamento acabe antes de flertar com outra mulher.

Os “físicos” não relataram problemas em flertar com aqueles que estavam interessados, e também eram mais propensos a dizer que os outros flertavam com eles em quase todos os lugares, e que isso era lisonjeiro. Os “brincalhões” mostraram resultados semelhantes. Mas enquanto eles indicaram não ter dificuldade em chamar a atenção, disseram que os outros tendem a achar que eles estão flertando, mesmo quando eles não têm essa intenção.

Os “sinceros” relataram relacionamentos que envolvem fortes ligações emocionais e química sexual. Os “educados” focam nas boas maneiras e na comunicação não-sexual. Eles relataram serem menos propensos a abordar um parceiro potencial ou achar um flerte lisonjeiro, e tendem a ter relacionamentos significativos.

Os pesquisadores afirmam que a compreensão do comportamento das pessoas e dos prováveis resultados de cada estilo pode ajudá-las a focar em diferentes partes do seu estilo para alterar a sua abordagem em relacionamentos.

Ter consciência e saber como flertar pode ajudar as pessoas no “jogo do amor”. Estar ciente de como as pessoas comunicam seus interesses românticos dá uma visão sobre como esse estilo pode nem sempre trabalhar da forma que as pessoas querem.

Talvez um estilo atraia as pessoas que respondem aquela maneira de flertar, mas não ajuda a obter a relação que as pessoas procuram. Já que todas as pessoas são uma mistura de estilos, elas devem tentar enfatizar nos estilos que cumpram as metas de relação que elas esperam. Segundo os pesquisadores, é mais fácil para enfatizar ou minimizar as partes do comportamento que as pessoas têm do que mudá-los completamente. [LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (9 votos, média: 4,33 de 5)

20 comentários

  • Ariana Pinheiro:

    O tradicional é o que mais me atrai. Infelizmente está cada dia mais raro.

  • Thel Martins:

    A tem hora que dar a cara a tapa e escutar babaquice é tenso mesmo… Mas não consigo levar a sério a mulher que chega em mim, na boa! Não consigo mesmo, prefiro que a moça dê sinais de que quer!

    • Falcone Big:

      Gosto é gosto, mas eu já prefiro as mulheres modernas, independentes e com auto-confiança, e por causa disso não tem medo de intimidar um homem por tomar a iniciativa na paquera.

  • Luan:

    ” O homem q deve dar o primeiro passo ” TO CANSADO DISSO! MULHEERES XEGA NE NOIS Q È MAIS FACIL POW!!

  • prego mestre:

    toquei o maior “voa-barata” também… num entendi nada… só ouço grilos cantando.

  • Katarina:

    Gente do céu foi só eu que fiquei confusa? li o texto e não entendi muito, socorro, risos.
    Afinal como agir para acertar o coração do moço?

  • Nascimento:

    O estilo mentiroso também resulta. Tipo assim: Você está afim de uma “gata”. Aborda-a! Fala uma mentirinha tipo: “És linda de morrer”, “cheiras bem”, “imagino-te daqui a trinta anos, conservarás a tua beleza”, “Tens um cabelo interessante, gostaria de fotografa-lo”, etc…fala isso, ou arranja uma musica romântica qualquer em inglês, traduz para o português, e lê a música para a dama…com seriedade….ELAS CAEM NO TEU PAPO! Estou engado?

    • Laiew Felipe Lucena:

      Com esse papo de escritor dos anos 30 ai eu nao boto fe nao kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…

  • Jorge:

    a paquera que mais funciona é o status… mesmo que a maioria das pessoas mintam pra si mesmas que nao é… essa é a realidade!

    obs: o status nao garante certeza de relacionamentos longos.

  • Deep:

    Correspondência….
    Restou saber se um “estilo” pode atrair o outro.
    Digo, um estilo dominante, já q são misturas…

    Assim, será q um brincalhão poderia atrair uma tradicional?
    Ou as pessoas estarão condenadas a achar os seus iguais e tentar suas chances comente com eles? Isso me parece um tédio!

  • Marivan:

    Essa postagem serve tbm para umas boas dicas,
    tem umas ai que funciona,
    é como diz o ditado, água mole em pedra dura tanto até que fura,
    abçs MARIVAN

  • Priscila:

    Convite aceito, noticias segidas e blog visitado,
    bjs e muitas felicidades,
    da sua nova amiga PRI

  • Diego:

    Concordo sobre o que cita lá sobre o “O brincalhão”. As pessoas acham que até para fletar precisa ter aquela seriedade.
    abs

  • Maria Marçal:

    Bom dia!
    Achei um tanto obscuro esses resultados.

    Creio que atingimos o objetivo de encontrar nosso par se usarmos a única forma que conduzirá a um relacionamento saudável e sério: sinceridade.
    Dali a filtragem se dá quase que automaticamente.
    Caberá ao destino nos direcionar a essa pessoa, o que é tão complicado quanto se não utilizarmos este recurso.

    O comportamento humano não se edifica somente na personalidade. Existem, principalmente na maturidade como meu caso, outros valores que pontuamos como filhos, estabilidade, propósitos, condições de saúde, etc….

    Gostei do tema.

    Beijos, Maria Marçal – Porto Alegre – RS

  • mariana:

    gostei do artigo, mas gostaria que fosse feito uma pesquisa
    sobre esse mesmo comportamento com homossexuais…

  • Rita:

    Os dois de deram bem…. sorte deles…rs

  • Nívea:

    Não, a mulher que se deu bem!

  • Angelluz:

    O cara da foto se deu bem…

  • Bruno:

    Tava com saudade de artigos realmente completos.

  • romilda:

    Penso que na verdade,todos nos somos um Flertiador, em todos momentos que ocorre em nossas vidas.Mas a importancia desta MARATONA,e estar atento,com o equilibrio emocional,e espiritual para que possamos apresentar nosso COMPORTAMENTO.

Deixe seu comentário!