Embalagens atraentes podem fazer as crianças se interessarem por alimentos saudáveis

Por , em 4.07.2015

Se a embalagem tem um design bonito, as crianças sentem-se atraídas por alimentos saudáveis. Isto foi revelado em um estudo em cooperação entre o Instituto de Pesquisa de Nutrição Infantil em Dortmund, sob a direção de cientistas da Universidade de Bonn, ambos na Alemanha.

“A indústria de alimentos tem um monte de experiência na utilização de efeitos de marketing para aumentar as vendas de produtos entre as crianças”, diz o professor Bernd Weber, do Centro de Economia e Neurociências (CENs) da Universidade de Bonn. “Em comparação, há muito pouco conhecimento sobre como esses efeitos de marketing podem ser usados para promover melhor produtos alimentares saudáveis ​​para crianças”.

Esta lacuna foi abordada pelo estudo, realizado por uma equipe liderada pelo professor Weber e pela professora Mathilde Kersting, do Instituto de Pesquisa Dortmund para Nutrição Infantil (FKE).

Três embalagens diferentes para um produto

Um total de 179 meninos e meninas de escolas primárias de Dortmund participaram do projeto de pesquisa. As crianças, com idades entre oito a dez anos, puderam escolher entre três lanches idênticos, formados por iogurte, cereal e frutas, que cumpriam as exigências nutricionais de acordo com as diretrizes do FKE. Apenas as embalagens eram diferentes: a primeira era uma embalagem simples padrão, a segunda continha informações sobre saúde e a terceira incluía personagens de desenhos animados e um nome divertido – sendo provavelmente mais atraente para as crianças, em comparação com os outros dois designs.

Os pesquisadores determinaram quão grande foi a motivação dos alunos em receber um lanche especial entre as três escolhas, usando um dispositivo especial que mede a força de preensão manual, ou a força com que as crianças apertaram os produtos quando os receberam. “Usando este dinamômetro de preensão manual, fomos capazes de determinar o esforço que as crianças estavam dispostas a exercer ao receber o respectivo produto”, explica Laura Enax, da equipe do professor Weber. Em seguida, as crianças também foram autorizadas a provar os petiscos nas diferentes formas de embalagem.

Efeito placebo

Os resultados mostram que, como era esperado, a motivação das crianças foi maior para o lanche na embalagem com os personagens de desenhos animados atraentes. As medições com o dinamômetro revelaram que as crianças fizeram significativamente mais esforço para receber o lanche voltado para crianças. Também no teste de gosto, o lanche com os personagens de desenhos animados pontuou melhor. Os resultados ajudam a explicar a escolha das crianças. Isso indica que apenas perguntar a elas quais são suas preferências alimentares não é suficiente para explicar suas escolhas.

“Este é um efeito placebo de marketing clássico”, diz o professor Weber. No estudo, cada lanche continha o mesmo conteúdo, no entanto, as crianças acreditavam que podiam discernir a diferença no sabor do lanche nos diferentes pacotes.

Pronto para ser utilizado para refeições escolares

“Embalagens de alimentos projetadas para serem atrativas podem fazer com que as crianças se interessem por alimentos não saudáveis”, diz o professor Kersting, do Instituto de Pesquisa de Nutrição Infantil de Dortmund. “No entanto, os efeitos desse tipo de comercialização podem também ser utilizados para promover alimentos saudáveis ​​para crianças”.

O método desenvolvido no estudo pode ser usado, por exemplo, para investigar como o apelo do leite ou pães integrais pode ser aumentado. Os cientistas querem investigar em estudos adicionais se as crianças com significativo excesso de peso são especialmente receptivas à comercialização de efeitos placebo nas embalagens. [Medical Xpress]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!