EUA acusam chineses de interferir em satélites americanos

Por , em 3.11.2011

O mundo inteiro observa, há alguns anos, a ascensão da China como potência para bater de frente com os EUA. As dissonâncias entre os países, embora não sejam abertas, já começaram a se manifestar em vários campos, incluindo o aeroespacial. Um relatório entregue ao congresso norte americano aponta que uma base militar na China estaria interferindo nas atividades de satélites controlados pelos EUA.

Talvez você não conheça, mas o governo dos EUA tem um órgão exclusivamente dedicado a monitorar as relações de segurança com a China. É a “Comissão de análise da economia e segurança sino-americanas” (USCC, na sigla em inglês). Segundo um relatório da entidade, pelo menos dois satélites ambientais dos EUA sofreram mais de quatro interferências por hackers na Terra, em 2007 e 2008.

Os tecnólogos americanos conseguiram rastrear o sinal de interferência proveniente de um dos satélites. O Landsat-7, lançado ao espaço em 1999, ficou fora do ar durante 12 minutos em outubro de 2007 e julho de 2008. A partir da captura da direção do sinal, descobriram que provinha de um computador instalado na base de Svalbard, em um arquipélago bem ao norte na Noruega. A suspeita do ato, no entanto, recai sobre os chineses.

Um cientista da USCC garante que há bons motivos para suspeitar da China. Ele explica que esse tipo de sinal de interferência, suficiente para desabilitar um satélite que monitora o clima da Terra por alguns minutos, é dissimulado por vários computadores pelo mundo para evitar que se encontre o verdadeiro autor.

Logo, como contam os cientistas, o fato de o sinal ter sido enviado da Noruega não significa que eles tenham algo a ver com isso. Segundo o USCC, a suspeita é atribuída à China “porque as técnicas parecem compatíveis com o autoritário estilo militar dos chineses”. De acordo com um representante da NASA, estas interferências são “eventos suspeitos”, e merecem atenção do Departamento de Defesa dos EUA.

O norte da Noruega, local de onde foram rastreados os sinais, é propício para o ato de sabotar satélites, como explicam os cientistas. O arquipélago de Svalbard detém o recorde de ponto geográfico habitado mais próximo do pólo norte.

Essa proximidade (1.200 quilômetros), segundo o USCC, torna o local propício para um ato como esse, mas os representantes da base norueguesa afirmam não ter captado nenhuma interferência nas ocasiões. Frente a esse mistério, o USCC abriu um inquérito para investigar a questão mais a fundo. [MSN]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

20 comentários

  • karlloz:

    Os EUA só querem aparecer!

  • jesser oliveira:

    O Brasil vai ganhar na guera da corrupção; Vai corromper os chineses e americanos e vai fornecer urânio que der mais.

  • tibirica maciel:

    Todos estes atos entre China e Estados Unidos sao um pre confronto porem como ambas as economias tem muita interaçao nao chegaram a uma guerra aberta

  • Roberto:

    Só posso crer que o mundo dorme com inimigos, ora de zoinho estreito, ora de barbicha.

  • Paulo:

    VIVA CHINA!

  • Túlio Botega:

    Rumo a 3ª Guerra Mundial \o/…

  • Jonatas:

    Ensaios pra terceira guerra mundial, e desta vez a casa cai…

    • Jonatas:

      Os americanos estão sempre procurando motivos para dispultas, divergencias, encrenqueiros mesmo. O que querem é achar motivo pra evitar o progresso chinês, querem que o espaço seja só deles.

    • Alexandre:

      Sabe Jonatas, estava pensando algo parecido com que o Alter digitou, primeiro veio a guerra cambial, e logo uma guerra espacial? Com certeza isso são indicios de uma II Guerra Fria, e possivelmente uma terceira guerra mundial. Agora Vamos ver a situação do Brasil:

      Está sendo apertado pela guerra cambial, já que as duas economias afetam a brasileira.

      Um programa espacial, até que o Brasil tem, mas o máximo que eles fazem é “antenas”.

      A China e os Estados Unidos são produtores de armas atomicas, o Brasil tem a 7ª reserva de Urânio e é aliado aos Estados Unidos.
      Porém, se estoura essa guerra, com certeza, tendo essa fragilidade, o Brasil ficará ao lado de quem estiver ganhando, já que o Brasil não se empenha em chegar ao nível deles apenas será um produtor de recuros como sempre foi, então o Brasil não tendo nada no espaço, nada de armas, e nem sei a solução para a guerra cambial, é bem provável que o Brasil será o país mais vulnerável e pode ser o mais atacado nessa possível guerra.

    • Jonatas:

      O programa espacial brasileiro é uma piada.

    • karlloz:

      que progama espacil??kkkkk

  • drew:

    e se foram eles… duvido que os Eua peitariam,no máximo ocorreria outra guerra cambial,pois isso implicaria no fim de todo mundo e niguem é doido a esse ponto.

    agora o que me intriga é que eles querem atacar o Ira mesmo ele sendo apoiado pela russia…

  • Alter ego: Geopolítica:

    Começa os primeiros atritos entra a China e os EUA.
    É bem possível que poderá, talvez, iniciar uma nova Guerra Fria entre esses dois países, só que com a China no lugar da Rússia.
    Lembrando que a Guerra Fria foi uma disputa tola entre os EUA e a Rússia pela hegemonia mundial que quase iniciou uma Terceira Guerra Mundial.

  • Gui Melo:

    São os EXTRATERRESTRES que precisavam se comunicar com os ILUMINATI, e, por isso usaram os satélites dos EUA para passar a mensagem sobre a chegada de NIBIRU e a DESTRUIÇÃO DA HUMANIDADE em 2012…

    brincadera ian. ahEuAHeuhe

  • Ian:

    Daqui a pouco surge nos comentários alguém dizendo que foram EXTRATERRESTRES que precisavam se comunicar com os ILUMINATI, e, por isso usaram os satélites dos EUA para passar a mensagem sobre a chegada de NIBIRU e a DESTRUIÇÃO DA HUMANIDADE em 2012…

    Demora nada!

  • Kaique:

    CASTOR: ”o mundo vai explodir la fora e não vai demorar muito”

    Tomara que não demore !

    Estou ansioso haha

  • Kaique:

    Briga de marido e mulher ninguém mete a colher haha

  • CASTOR:

    a moderação aqui nesse site é lerda d+

  • CASTOR:

    to vendo neguinho explodir satelites dos outros ae
    essa parada da china se transformar em potencia vai virar guerra
    essa entrada da china na “corrida espacial” tem fins militares concerteza

    ontem eu vi no jornal …. israel junto com os EUA estão tramando uma guerra contra a síria(que é apoiada pela russia)
    o mundo vai explodir la fora e não vai demorar muito

    • drew:

      é contra o Irã camrada,mas mesmo assim ele também é apoiado pela Rússia…

Deixe seu comentário!