NASA encontra evidências de água enterrada em Marte

Por , em 3.11.2010

A nave da NASA que está em Marte encontrou mais provas de que havia água embaixo da superfície do planeta no passado, talvez dentro dos últimos cem mil anos.

A mancha de areia onde a nave se atolou ano passado abriga camadas estratificadas de sujeira, com diferentes composições próximas à superfície. Os cientistas suspeitam que essas camadas foram causadas por infiltrações finas de água em Marte, que poderiam ter vindo de derretimento de gelo ou neve.

O fato de que essas camadas foram encontradas no chão ao invés de isoladas em uma rocha sugere que a água estava vazando há relativamente pouco tempo, em vez de bilhões de anos atrás. Se esta evidência estivesse congelada em uma rocha, poderia permanecer lá por um longo tempo, mas em terra solta, não se espera que se mantenha por longos períodos de tempo.

Estas infiltrações podem ter ocorrido durante as mudanças climáticas cíclicas, quando Marte estava mais inclinado sobre o seu eixo. A inclinação do eixo de Marte varia em escalas de tempo de centenas de milhares de anos.

A água pode ter se movido para baixo, transportando minerais solúveis para mais fundo do que os menos solúveis. Os minerais insolúveis relativamente perto da superfície incluem sílica, hematita e gesso. Sulfatos ricos em ferro, que são mais solúveis, parecem ter sido dissolvidos e levados mais para o fundo pela água. Nenhum desses minerais fica exposto na superfície, que é coberta de areia arrastada pelo vento e poeira.

A falta de exposição na superfície indica que a dissolução preferencial de sulfatos de ferro deve ser um processo relativamente recente e em curso, já que o vento tem sistematicamente alterado o solo e as paisagens da região.

Outras missões da NASA já haviam descoberto evidências de água em Marte, mas bilhões de anos atrás, que podem ter sido favoráveis para a vida. Observações de 2008 e 2002 identificaram várias camadas enterradas de água congelada em latitudes altas e médias e em calotas polares. [MSN]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

7 comentários

  • DIMAS:

    OS CIENTISTAS COLONIZARÃO O PLANETA MARTE NOS PRÓXIMOS 100 ANOS, ELES COLOCARÃO ENZIMAS E COM ESTUDO APROFUNDADO SOBRE AS ALGAS CIANOFÍCEAS, EM BREVE PENSARÃO EM CRIAR A PRIMENRA FLORESTA MARCIANA COM PLANTAS DA AMAZÔNIA BRASILEIRA E COM CERTEZA, DENTRO DE 200 ANOS O SER HUMANO SERÁ CAPAZ DE TRANSPORTAR CASAS E APARTAMENTOS DENTRO DE BOLAS DE GÁS HÉLIO, ATÉ O PLANETA MARTE E A LUA DAQUI A NO MÁXIMO 20 ANOS, TERÁ BASES DE LANÇAMENTO PARA BATER AS GRANDES DISTÂNCIAS SIDERAIS, E AÍ ESTAREMOS ( TERRÁQUEOS E ETS ),TOMANDO CAFEZINHO JUNTOS! OBRIGATORIAMENTE PARA O PLANETA TERRA NÃO CORRER O RISCO DE SER FULMINADO PELO AVILTAMENTO DA POPULAÇÃO TERRORIFICADA!…

    • Airon david Silva:

      Tudo bem, só espero que não inventem política, futebol e religião por lá, seria ótimo viver longe dessa porcariada toda, quem sabe viveríamos pelo menos 300 anos, pensem nisso.

  • Lockmz:

    Acho que devia também pesquisar junto desses planetas, as substâncias nelas existentes quem sabe assim não descobriam também a cura de AIDS.
    Sempre acreditei que parte das respostas que temos estado a procura a anos podem se encontrar fora do nosso planeta.

  • anonimo:

    nao creio que possa existir vida em algum outro lugar ,por que a terra e o universo juntos somam mais de 5 bilhoes de anos de existencia ,ou seja, planetas que surgiram junto ou antes da terra ja teriam manifestado sinal de vida como nós !

  • josé:

    A nasa achou água na lua e agora em marte a nasa esta igual a petrobras com o petróleo do pre-sal se o Obama fosse demagogo ele anunciaria um projeto mirabolante para trazer
    água da lua e de marte para irrigar o deserto do saara .

  • werso thonn:

    misterios do universo ainda sem explicaçao.

  • Lipp:

    Isso é muito bom pq vai ajudar na terra formação futura de Marte… Daqui há algumas décadas, acredito que a raça humana ja tenha colonizado o planeta vermelho. Isso será fantástico. Espero estar aqui para vivenciar.

Deixe seu comentário!