Fantásticas formas na borda de uma nuvem molecular

Por , em 8.01.2013

A bela imagem acima mostra parte de NGC 6188, uma gigantesca nuvem de hidrogênio localizada a cerca de 4 mil anos-luz da Terra, na constelação de Ara. No canto inferior direito está a nebulosa NGC 6164, cercando uma imensa estrela em seu centro.

Lá, há “apenas” alguns milhões de anos, incontáveis estrelas se formaram graças a intensos ventos estelares emitidos por estrelas muito antigas – tanto “em vida” quanto no momento em que explodiram como supernovas. Uma vez formadas, elas passam a emitir seus próprios ventos estelares e tornar a nebulosa mais brilhante.

A imagem mostra uma região de cerca de 70 anos-luz de largura.[NASA]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

3 comentários

  • Andre Luis:

    Se formos considerar apenas a Via Lactea, já parece ser um “infinito”, sempre com descobertas e fatos inusitados, agora eu imagino quanta coisas incríveis deve ter em Andrômeda por exemplo, ou qualquer outra galáxia então! Creio que seja apenas uma questão de tempo para termos imagens internas de outras galáxias!

  • Alberto Campos:

    Tudo no universo se atrai, se choca e se fundi. O universo não nasceu de dentro para fora e sim de fora para dentro. Saiba como, lendo o blog:”Olhando o Universo”.

  • Fernando Cruz:

    Muito loca a imagem!
    Na parte superior mais pra esquerda, parece uma luta entre um dragão e uma águia gigante! (inventam cada nome para nuvens e nebulosas… )

Deixe seu comentário!