Foto: colisão das galáxias Antenas

Por , em 18.03.2014

Duas galáxias estão em colisão na constelação do Corvo, e esta é a última imagem feita do fenômeno. Você pode baixá-la em alta resolução aqui.

Quando duas galáxias colidem, as estrelas que as compõe normalmente não fazem o mesmo. O motivo é simples – as galáxias são, em sua maior parte, espaço vazio e as estrelas, por mais brilhantes que sejam, são apenas uma pequena parte do volume das galáxias.

Durante a colisão, que é lenta e leva centenas de milhões de anos, uma galáxia pode rasgar a outra gravitacionalmente, e as nuvens de gás e poeira comuns a ambas colidem.

Nesta colisão fantástica, pilares de poeira escura marcam nuvens moleculares massivas que estão passando por um processo de compressão durante o encontro galáctico. Esta compressão acaba causando o rápido nascimento de milhões de estrelas, algumas delas ligadas gravitacionalmente em massivos aglomerados estelares.

A imagem acima foi feita pelo Hubble, e faz parte do Hubble Legacy Archive. O processamento e copyright das imagens está em nome de Davide Coverta. [APOD]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!