Golfinho tarado levou à interdição de uma praia inteira

Por , em 29.08.2018

Uma cidade costeira na França precisou banir a entrada dos turistas na água do mar por causa do comportamento agressivo de um visitante marinho. Enquanto os banhistas podem ficar tranquilos por não se tratar de um tubarão, a alternativa não é exatamente muito boa: um golfinho tarado.

O golfinho de três metros chamado Zafar tem frequentado a Baia Brest há alguns meses, em Landévennec. Nas últimas semanas, porém, ele começou a mostrar alguns comportamentos preocupantes. Ele passou a impedir banhistas de sairem da água ao bloquear sua passagem para a água rasa, e começou a se esfregar em caiaques e pequenos barcos. Ele também lançou uma banhista no ar com o nariz.

Apesar desses pequenos sustos, ninguém se feriu até agora.

Para prevenir qualquer futuro incidente, o prefeito da cidade, Roger Lars, proibiu a entrada de pessoas no mar quando Zafar estiver na região. Aproximar-se mais de 50 metros do animal também está proibido.

Alguns têm criticado a medida, chamando-a de excessiva. Um especialista em leis ambientais, Erwan Le Cornec, disse ao jornal Ouest-France que Lars está divulgando uma imagem negativa dos golfinhos.

A proibição não é apenas para a segurança dos banhistas, mas também do próprio animal solitário, que pode se acostumar a ficar em contato com humanos e acabar sendo ferido por embarcações. Seu comportamento parece ser de carência por ter sido expulso de seu grupo de golfinhos.

[IFLScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (19 votos, média: 4,21 de 5)

2 comentários

  • Guilherme Junqueira de Almeida:

    Vai ver a Pfizer deve estar jogando os resíduos que sobram da fabricação do Viagra no mar…

  • Rebort Ne Diro:

    “Seu comportamento parece ser de carência por ter sido expulso de seu grupo de golfinhos.”
    Ele foi expulso por ser muito chato.

Deixe seu comentário!