Será que você deveria mesmo limpar seus poros?

Por , em 29.09.2017

É comum ver vários produtos que dizem limpar a sujeira dos nossos poros. De cremes a emplastros que grudam em nossos rostos, existem muitas ferramentas à nossa disposição.

Mas será que nós realmente precisamos limpar eles? Segundo o dermatologista Michael Freeman, professor da Universidade Bond, na Austrália, os poros em nosso rosto, assim como os nossos canais olfativos, são projetados para se limpar sozinhos. “Então, para a maioria das pessoas, é bom deixá-los com seus próprios dispositivos (de limpeza), e apenas limpar o rosto é suficiente”, explica.

É por isso que você nunca deve estourar suas espinhas

Mas há uma variedade de razões pelas quais os poros podem ser bloqueados, fazendo com que os cravos se formem sob a pele. Essas pontas pretas são feitas principalmente de pele morta e um pouco de sujeira.

Hormônios, bactérias ou, às vezes, até mesmo muita limpeza (porque isso pode irritar a pele, fazendo com que ela engrosse) podem causar bloqueio dos poros. Esta é uma causa comum de acne. Isso ocorre porque, quando eles são bloqueados, há uma contrapressão na glândula de óleo que pode então se romper. É isso que causa as lesões vermelhas conhecidas como acne.

É importante nunca espremer um cravo demais porque você pode fazer com que as glândulas do óleo se rompam novamente na pele, causando uma reação ainda pior. Existem ferramentas especiais para a remoção de cravos, que evitam esse risco. Também há géis de prescrição médica que podem limpar os poros. Os produtos com vitamina A impedem que a pele que reveste os poros engrosse, evitando que elas bloqueiem as glândulas de óleo, o que leva à acne.

Algumas pessoas têm poros geneticamente maiores e mais visíveis, e eles ficam maiores à medida que envelhecemos. Isso não significa que eles são mais propensos a encher de sujeira. A única questão é que algumas pessoas não gostam da aparência e podem se sentir mal por causa dos seus poros maiores.

Objetivos

Existem algumas maneiras diferentes de pensar sobre seus poros. Algumas pessoas têm pele normal e só querem limpar o rosto. Em algumas pessoas os poros são bloqueados com uma condição como a acne. E algumas têm uma pele normal e só querem que seus poros pareçam menores.

5 dicas para evitar as espinhas e o possível mal que elas podem fazer à pele

Se a sua pele é normal (sem acne e os poros não são proeminentes) e você só quer limpar o rosto, basta lavar ele suavemente para evitar irritar a pele, o que pode fazer com que seus poros pareçam maiores. O uso de água quente pode inflamar o rosto e secá-lo, então o mais recomendável é água morna ou fria, sugere Freeman. “Use um produto limpador suave, mas se sua pele for seca, você não precisa usar um”, sugere.

Se você quiser usar, certifique-se de que não é abrasivo e não contém substâncias químicas que secam seu rosto. Afague o rosto com uma toalha macia e não esfregue-o. Isso pode irritar os poros e fazer com que eles inundem e bloqueiem.

“Se você tem acne, usar um esfoliante químico esfoliará a pele sem ter que esfregá-la. Isso significa que não há danos no poro. Quanto mais tempo você deixar o produto agindo, mais funciona”, indica o médico. Mas se você exagerar, a pele secará e começará a descascar e descamar. “Importante: dar um tempo no esfoliante é melhor do que apenas colocar um hidratante, o que poderia aumentar o bloqueio dos poros”.

Se o seu objetivo é cosmético e você quer fazer com que seus poros pareçam menores, muitos optam pela microdermoabrasão. Este é um processo que muitos técnicos dérmicos executam com um dispositivo abrasivo e sucção para desgastar a camada superior da pele, a epiderme. O processo geralmente é realizado com o auxílio de um produto forte.

Este tratamento não é algo para se tentar sozinho. A sucção pode ajudar a desbloquear os poros, mas muita fricção pode irritá-los. “Então, você deve garantir que você não esteja piorando depois desses tratamentos”, alerta Freeman. “Este tratamento deve ser usado não mais de uma vez por mês, pois pode danificar a pele se for feito com muita frequência”.

O que pode ser prejudicial?

Freeman lista alguns procedimentos que, em vez de ajudar, podem prejudicar ainda mais quem quer cuidar da saúde de sua pele.

Vaporização: o aquecimento do rosto pode fazer os vasos sanguíneos se destacarem e causar rosácea (uma erupção cutânea vermelha). Os óleos são dissolvidos mais prontamente e despojados do rosto, o que significa que, a menos que você realmente tenha uma pele muito oleosa, ela irá secar. Agora sabemos que o calor envelhece a pele, então faz sentido evitar esse tipo de tratamento para a maioria das pessoas.

Escova facial: enquanto uma escova facial esfoliará sua pele, o risco é que o poro se inche devido à irritação, causando mais bloqueio.

Estas coisas 12 nojentas vivem praticamente (ou exatamente) na sua cara

Esfoliante facial: géis, cremes, produtos de limpeza e produtos que limpam esfregando contendo pequenas partículas que esfoliam seu rosto também podem causar inchaço e bloquear os poros.

Tiras: máscaras de argila e tiras de poros retiram as substâncias que se acumulam nos poros. Elas removem o conteúdo dos poros mais rápido do que a natureza, mas eles são relativamente mais gentis no poro em comparação com produtos que esfregam a pele. Elas podem, no entanto, deixar a pele mais sensível a qualquer coisa aplicada pouco depois. [Science Alert]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

1 comentário

  • Rosa Maria M Monteiro:

    Gosto muito das máscaras de argila. Limpam profundamente e não agridem a pele.

Deixe seu comentário!