Mais peso pode significar menos recursos intelectuais

Por , em 15.07.2010

As mulheres mais velhas que têm esperança de manter suas mentes jovens deveriam ficar de olho na balança: um novo estudo descobriu que para cada ponto extra adquirido na escala de obesidade, seu raciocínio, sua memória e outras habilidades mentais caem.

Segundo os cientistas, a verdadeira descoberta é que a obesidade em si é um fator de risco, independente para a diminuição do desempenho cognitivo. Mesmo que sua pressão arterial seja normal, mesmo se você não for diabético, e seu colesterol for normal, a gordura corporal influi no seu desempenho mental.

A pesquisa comparou o índice de massa corporal (IMC) de algumas mulheres com os seus resultados em um teste que mede a agudeza mental. O teste avaliou a memória, o raciocínio abstrato, a escrita e as habilidades de orientação temporal e espacial do grupo de mulheres de 65 a 79.

O peso adicional sem dúvida teve um efeito negativo, já que os resultados apresentados pelas mais gordinhas foram menos satisfatórios.

Leia mais aqui.

Os pesquisadores alertam que as mulheres mais velhas acima do peso devem procurar seus médicos para discutir esse problema. [MSN]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 4,00 de 5)

9 comentários

  • Ciselizio Souza:

    Gostaria de deixar apenas uma resposta a todos que estão neste forum. Eu sempre fui gordo, na minha infancia estava um pouco acima do peso e hoje estou pesando 156 kg. Como todo mundo tenho minhas limitações fisicas e emocionais, mas atire a primeira pena quem nao as tem. Fui analisado por uma excelente psicologa magra, na minha infancia, que disse que eu tinha um pequeno retardo, e depois disse que eu tinha um q.i. acima do normal. Eu que NUNCA me considerei uma pessoa inteligente, mas que apesar disso tinha minhas notas no colegio e faculdade demonstrando o contrario. Nunca me esforcei para estudar e acredito que o aprendizado vem de saber o que se esta estudando e nao em decoreba de textos e de formulas. Um texto como este esta denegrindo nao so a minha imagem como a de um monte de pessoas que tem este estigma, pessoas como willian churchil, Leibniz, Bach, Bethoven, Pixinguinha, Charles Darwin, todos em alguma epoca de sua vida, principalmente proximo a velhice estavam acima do peso, e será que perderam a inteligencia? Acredito que não. Ser gordo, não é doença, apesar do que os medicos falam, é apenas uma escolha de um bom cardapio, não é burrice apesar de achar que os magros fazem mais burradas que os gordos quando poem em risco a sua segurança pessoal, quando se expoem ao ridiculo, ou tentam mostrar o quanto são fortes ou expertos sem que tenham feito as devidas calestesias, sem falar de outras burradas feitas pelo magros indiziveis neste mesmo forum.

  • Daniel Araújo:

    Sei não, a metodologia mais correta seria faser essas análises quando essas mulheres eram mais jovens e mais leves, e depois comparar o resultado atual, mais velhas e mais pesadas. E também usando um grupo controle de mulheres magras para fazer as comparações, e verificar se as magras perderam menos pontos nesses testes que as obesas.

    Da forma como foi colocado, fica difícil concluir qual foi a causa desse desempenho mais baixo. Por exemplo, não seria possível que pessoas mais inteligentes e com escolaridade mais alta se preocupam mais com coisas como dieta, exercícios, etc? Se for o caso, então os mais magros não tem o desempenho melhor por serem magros, e sim por terem tido nível mais alto de instrução ao longo da vida.

  • Jean Kleber:

    Tanto é verdade que a grande maioria dos gênios eram/são relativamente magros (Albert Einstein, Bill Gates, Stephen Hawking, Sigmund Freud, Steve Jobs, Thomas Edison, Nikola Tesla, James Watson, Francis Crick, Isaac Newton, Mark Zuckerberg, Larry Page, Sergey Brin, Michio Kaku, Bertrand Russell, John Lennon, Douglas Engelbart, etc).

    Além do mais, em nenhum momento a pesquisa diz que todas as pessoas obesas são menos inteligentes. É claro que existem exceções.

  • clarice:

    GUSTAVO; você demonstrou que é preconceituoso e por consequencia disso deve ser um PÉSSIMO empresário (se for realmente).
    GARGWLAS; se vc concordou com o Gustavo, dê uma reavaliada nos seus “valores-conceitos” tá!.
    nâo concordo em nada com esta pesquisa…
    existem os extremos não se pode generalizar todos por uma pesquia feita em poucos…..
    Tenho 62 anos, 40 kg a mais do meu peso e não me sinto “lerda, lesa” e ou outros afins citados….
    varia muito de pessoa pra pessoa, meio ambiente,trabalho, vida social e etc…..
    Tenho comercio , não paro um minuto,.e paro pra ensinar meus netos ( 3 e 9 anos)sou super dinâmica, leio muito, fico no PC 3 horas por dia , e me gosto muiiiiiiiito.

  • gargwlas:

    AE JA É PRECONCEITO GUSTAVO…

  • gustavo:

    menos recursos em tudo em geral sou empresaria e jamais punha um ou uma G a trabalhar para mim não tem perfil em geral.

  • gargwlas:

    concordo com o douglas…. quanto mais gordo.. mais problema intelectuais… principalmente no quesito sexo..

    mas não é por causa do peso.. mas dos fatores psicologicos negativos q essa pessoa tem

  • Douglas Miranda:

    Eu não concordo nem discordo da pesquisa, muito pelo contrário (brincadeira). Não tenho conhecimento a respeito, no entanto, quem tá acima do peso geralmente sofre com isso de muitas formas, o que influencia numa baixa autoestima. Exerce também outros fatores que contribuem à esse menor desempenho. Ainda que, as vezes, elas tenham a mesma capacidade que as “magras”, porém não acreditam nelas mesmas.

  • Rafael:

    E os gordinhos?

Deixe seu comentário!