Marvel cria super-herói para que menino utilize aparelho auditivo

Por , em 27.05.2012

Já imaginou ter um super-herói inspirado em você? Pois foi isso que Anthony Smith, de 4 anos, ganhou da Marvel. Ele não possui audição do ouvido direito e quase não tem na orelha esquerda.

Inspirado por seus super-heróis favoritos, o menino acordou um dia e decidiu que não ia mais usar seu aparelho auditivo, já que os heróis também não usavam. O que sua mãe faria nessa situação?

Ela tomou uma atitude um pouco inesperada: mandou um e-mail para a Marvel, e não só conseguiu uma resposta, mas ganhou os desenhos de dois super-heróis um pouco incomuns. Um é Hawkeye, que perdeu 80% da audição e usa um aparelho auditivo. O segundo é “Blue Ear”, que também usa o aparelho. Blue Ear significa “Orelha Azul”, e faz referência ao aparelho que o menino usa, que é, obviamente, azul.

E a brincadeira não para por aí. Além das similaridades auditivas com o menino, a Marvel fez do Blue Ear um menino também, que anda junto com Hawkeve, e um dia irá crescer para acompanhar os Vingadores. A mãe diz que o menino agora tem orgulho de usar o aparelho.

E aí, vai mandar um e-mail para a Marvel pedindo um super-herói também? [HuffingtonPost, WMUR]

Último vídeo do nosso canal: 4 dias infalíveis da ciência para dar o PRESENTE PER

11 comentários

  • Dinho01:

    Taí uma boa idéia vinda dos quadrinhos.E não aquela insensatez sobre o Lanterna Verde original ser gay.Não sou preconceituoso mas é preciso manter a coerência dos personagens.Parabéns à Marvel por essa idéia e também pela coragem de publicar o casamento gay do Estrela Polar.

  • Hilana Sousa:

    Que bonito! Atitudes assim não vemos todos os dias. Belo exemplo de altruísmo.

  • César H. Valentino:

    Em verdade, todo herói é baseado em alguns pontos da fraqueza humana, haja visto:

    Homem-Aranha – Aprende a lidar com o egoísmo

    Capitão América – Homem com físico mais fraco que ele jamais existiu

    Hulk – Problemas pra controlar a raiva?

    Enfim, dava pra listar uma fraqueza humana pra cada Heroi, que o leva sempre a aprender lidar com aquilo e virar o SUPER Heroi.. o que atinge o publico (nós) sempre nos fazendo pensar em nossas fraquezas, por isso o tamanho sucesso.

    O Hawkeye e Blue Ear não é diferente… Mas o ótimo deles, é que deixam claro essa características dos grandes heróis da Marvel.

    PS: Curti a matéria!!

  • Jonatas:

    A Marvel tem outro herói interessante como fruto de uma necessidade física especial, nesse caso, a visão: É o Demolidor, ele é (ou ficou) cego e desenvolveu uma super-audição, além de habilidade de luta fenomenal, baseada na audição. Ele pode ouvir, mesmo a distância, barulhos imperceptíveis como batimentos cardíacos que memoriza.
    Admirável a atitude da Marvel, imagino só a felicidade do menino quando soube da novidade.

    • Flor de Lis:

      Lembro do filme. Ben Affleck ficou ótimo no papel do Demolidor.

    • Andhros:

      Sei, sei… No papel ou na roupa?

  • Flor de Lis:

    Belo exemplo! Fazer uma criança feliz não tem preço.

  • Elder Trevisan:

    Cada uma fazendo sua parte para tornar o mundo melhor.Parabéns Marvel!

  • Everton:

    Fantástico!
    Isso sim é uma atitude bacana da Marvel.
    Agora, se a moda pega… Haja herói.

    • eduardo:

      Tá aí uma boa ideia… a Marvel podia fazer um gibi com vários heróis mirins que tivessem algum tipo de problema físico… acho que motivaria mais as crianças que sofrem com certas doenças…

    • Marcos CtrlZ:

      Concordo. Já que boa parte dos leitores são crianças (não estou dizendo todos).
      Existe sim uma responsabilidade grande da editora, já que é um veículo de comunicação muito levado a sério pelas crianças.
      Sempre achei horrível o fato de nos Gibis da Turma da mônica, todas as crianças tem um pai e uma mãe e bichinhos.
      A realidade das crianças não é essa. E os órfãos? a maioria com pais separados? E atualmente tem a diversidade sexual surgindo em cena… Já viram a nova de que o Lanterna verde é gay. Já atpe tinham herois gays (principais até…) mas tão importante quando o lanterna, não.
      Os X-Man sem dúvida foram os que mais trabalharam as questões da diversidade étnica, religiosa, sexual etc etc

Deixe seu comentário!