Matéria escura: bóson de Higgs pode revelar mistérios do universo

Por , em 1.08.2012

A descoberta do bóson de Higgs foi largamente celebrada pela comunidade científica como “a última peça do Modelo Padrão da Física”. Além disso, de acordo com o físico teórico Sean Carroll, a apelidada “partícula de Deus” pode ser fundamental para um dos grandes mistérios da astronomia: a busca pela matéria escura.

Esse tipo de matéria seria responsável pela maior parte (84%) da massa do universo. Curiosamente, porém, suas partículas praticamente não absorvem nem emitem luz (ou outros tipos de radiação eletromagnética) e, assim, não podem ser vistas. O que se percebe são os efeitos gravitacionais que elas exercem sobre a matéria que nós conhecemos, mas ainda assim é extremamente difícil detectá-las.

Uma cidade, duas populações e um tradutor

A interação da matéria escura com as partículas da matéria comum é mínima. “É possível que milhões delas passem pelo seu corpo a cada segundo”, aponta Carroll. “É como uma cidade com duas populações, cada uma com uma linguagem diferente, e sem tradutores. Os dois grupos de pessoas vivem suas vidas sem jamais conversar um com o outro”.

O bóson de Higgs, sugere o físico, pode ser uma “partícula bilíngue” capaz de interagir com os dois tipos de matéria. Isso pode ajudar cientistas de várias partes do mundo que realizam experimentos a detectar matéria escura, que supostamente passa despercebida e sem qualquer interação com átomos comuns.

“Uma vez que entendermos o [bóson de] Higgs e a partícula na qual ele se degenera, poderemos, talvez, inferir a presença de matéria escura apenas por um processo de eliminação”, destaca. Usando o LHC (o famoso colisor de partículas que permitiu a descoberta do bóson de Higgs), será possível observar colisões em que houve “sumiço” de energia – um sinal de interação com matéria escura.[CNN]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

8 comentários

  • Dico Santana:

    Nossa… parece o mundo espiritual começando a ser descoberto !!!

  • Alberto Campos:

    A matéria escura não é matéria e sim uma energia. Por este motivo não pode ser detectada. É o mesmo que o boson de higgs que não é uma parícula e sim uma energia. Veja explicação detalhada no blog: “Olhando o Universo” capitulo 8.

    • Ismael Tavares Rodino:

      Não confunda matéria escura com energia escura, e se na teoria fosse energia, dependendo da energia poderia sim ser detectada…

  • Bogdan:

    Talvez a matéria escura não seja escura.
    Com bilhões de estrelas no Universo emitindo luz (fótons), que segundo o premio Nobel ganho por Einstein onde se provou que a luz são partículas, não seriam elas então uma forte candidata a serem as procuradas matérias escuras?

    Bogdan

  • Alberto Campos:

    É claro que o boson de higgs pode revelar o que é a matéria escura. É justamente isto que eu falo no blog, no capitulo 8. boson de higgs, buraco negro e matéria escura, são a mesma coisa em escala de tamanho diferentes.

  • Andre Luis:

    Esta imagem da matéria é incrível! Alguém sabe me dizer se é ela é real ou apenas concepção artistica?

    • Juliano Movio:

      Andre Luis, na verdade a imagem da matéria aqui descrita não tem nada a ver com o Higgs. Eh apenas uma ilustração de um aglomerado de galaxias.

  • Glauco Ramalho:

    Bóson de Higgs isso, Matéria Escura aquilo… nenhum dos dois nunca foi visto nem comprovado e esses sites se sustentam publicando essas matérias… não tem comunidade científica nenhuma celebrando nada por aí.

Deixe seu comentário!