O incrível planeta que encolheu

Por , em 7.07.2008

O menor planeta do sistema solar está encolhendo em um ritmo inesperado.

Quando a sonda da NASA Mariner 10 sobrevoou o planeta em 1974 e 1975, retornou imagens de penhascos ‘escarpados’ que cortam todos os tipos de formações geológicas. Isso sugeriu que a superfície do planeta estava se contraindo.

Agora, imagens da superfície de Mercúrio feitas pela nave Messenger confirmam que a crosta parece ter se espremido. Em realidade parece que o planeta encolheu mais do que se pensava anteriormente e ainda pode estar encolhendo.

Para que tal encolhimento ocorra, Mercúrio de ter um centro líquido que está se esfriando e contraindo com o tempo.

Estudos futuros poderão ajudar a datar os escarpados para revelar se o encolhimento de Mercúrio já cessou. [Fonte]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,75 de 5)

2 comentários

  • RebeloFernandes:

    A expansão do universo provoca a diminuição da densidade de energia potencial universal no local.
    Essa diminuação faz aumentar a permeabilidade magnética do vácuo.
    O aumento da permeabilidade faz diminuir o raio atómico de Bohr.
    Como a matéria é constituída por átomos também vai encolher na proporção inversa da expansão do universo.
    A Terra, os planetas, as Luas, as estrelas estáveis, estão todos a encolher.
    Por outro lado a diminuição da densidade de energia potencial universal no local faz aumentar G (variável e não constante) o que faz com que os centros de massa se afastem da massa geradora do campo gravítico o que implica que elas também se afastem entre si.
    As massas estão a afastar-se na proporção da expansão do universo e locaçmente as massas estão a encolher na proporção inversa da expansão universal.
    Por outro lado a diminuição da densidade de energia potencial universal no local vai fazer diminuir a tração universal sobre as partículas provocando a sua etração.
    Para melhor se compreender proponho a leitura de.
    http://rebelofernandes.com/
    •Nova lei de gravitação universal. A variável gravítica.Rev.11-2011
    •A nova permeabilidade magnética variável do vácuo.Rev.11-2011
    •Relação entre densidade de energia potencial universal, o raio atómico e a energia da matéria.Rev.10/2011
    •Medição da variação do diâmetro dos astros através de câmara fotográfica.
    •Raio do fotões e das partículas.12-2011
    Abraço

  • Juan:

    Uau, é muito bom passarmos um pequeno tempo seja qual for, para aprofundarmos nossos conhecimentos astronômicos que, na realidade é a nossa razão de existência, nossa casa de existência que possui mistérios que simples seres racionais não possuem a capacidade de compreendê-lo porque é algo muito mais avançado é algo muito mais elevado do que a simples energia primitiva da Terra.
    O que eu disse pode parecer exagero, mas é a minha visão de perceber quão grande e maravilhoso é o nosso universo que se expande.

Deixe seu comentário!