Adeus mídia física: mais filmes serão vistos na internet do que em discos pela primeira vez em 2012

Por , em 27.03.2012

De acordo com pesquisadores da IHS Screen Digest, 3,4 bilhões de filmes serão transmitidos online este ano, mais que o dobro (1,4 bilhão) de 2011.

E esses são apenas os legalizados. Também está previsto que apenas 2,4 bilhões de filmes serão assistidos em disco (em comparação com 2,6 bilhões ano passado). Sendo assim… Adeus, mídia física. Pela primeira vez, o número de espectadores online ultrapassa os espectadores em vídeo em 2012.

É uma tendência. Filmes transmitidos online vêm substituindo os discos de vídeo, assim como baixar e ouvir música na internet já superou discos de áudio compactos há um tempo.

“Nós estamos olhando para o começo do fim da era dos filmes em mídias físicas como DVD e Blu-ray”, disse Dan Cryan, principal analista da IHS. “Mas essa transição pode levar tempo: quase nove anos após o lançamento da iTunes Store, CDs ainda são uma parte vital do negócio da música”.

O relatório destaca a disparidade de preços entre as compras online e filmes vendidos em lojas de varejo. Nos EUA, os consumidores pagam uma média de 51 centavos de dólares (R$ 0,92) para cada filme consumido online, em comparação com 4,72 dólares (R$ 8,54) para vídeos comprados fisicamente.

Mas o mercado também está se adaptando a essas mudanças. Cinco grandes estúdios anunciaram recentemente um acordo exclusivo com a rede Wal-Mart que pode aumentar a compra de vídeos, dando aos consumidores a opção de armazenar cópias digitais. O programa, chamado “disco-para-digital”, permite que os clientes paguem uma taxa para converter bibliotecas físicas para digital, o que pode se tornar uma nova fonte de receita.[Gizmodo, Bloomberg]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 4,00 de 5)

4 comentários

  • Dantas AB:

    Daqui a 50 anos vai ter uma matéria com o título: A saudade da mídia física.

  • O Santo Cristo:

    Eu tenho visto muito filmes online ultimamente, mas ainda acho que esta longe o dia em que esse tipo de “midia” ira superar a convencional. Por exemplo, o NETFLIX e o Sunday TV, dois dos serviços que utilizo, não disponibilizam conteudo em 1080p com audio 5.1 e o acervo deles e muito limitado, principalmente do NETFLIX que e praticamente exclusivo para filmes antigos. Talvez isso mude agora que o acesso a midia digital e maior, mas para mim esta longe o dia que iremos aposentar definitivamente o DVD ou o Bluray.

  • jose ajosilaudo:

    é o progresso amigo, a revolução cientifica, que evoluiu a um patamar extraordinario.

  • André:

    E o Steve Jobs estava certo…

Deixe seu comentário!