Mistura de moto e carro anda 320 km com uma carga de bateria

Por , em 17.12.2012

A empresa Lit Motors vai lançar um novo veículo elétrico, o C-1, uma espécie de “híbrido” entre carro e moto que tem o potencial de mudar o mercado automobilístico, principalmente direcionado a jovens.

Na verdade, o C-1 não é um carro: é oficialmente classificado como uma motocicleta. No entanto, o diretor-executivo da Lit Motors, Daniel Kim, diz que o veículo resiste a essa classificação.

Ele tem a metade do tamanho de um Smart Car e pode transportar duas pessoas – o motorista e um passageiro no banco de trás. Tem duas rodas giroscopicamente estabilizadas para evitar que pendam para os lados, e pode rodar até 320 quilômetros com uma única carga de bateria.

“Você pode ir e voltar do trabalho por menos de US$ 0,50 [cerca de R$ 1] por dia”, disse Kim.

Kim acredita que os jovens de hoje preferem comprar iPhones, tablets e outras coisas do que um carro, principalmente por causa do custo. Segundo o diretor da Lit Motors, a posse de carro diminuiu 30% entre pessoas com idade de 18 a 34 anos.

“O custo de ter um carro é realmente caro, por isso muitas pessoas não querem possuir um veículo, preferindo caronas e transportes públicos”, argumentou.

Daí surgiu a ideia de criar o C-1, que faz a ponte entre um carro e uma motocicleta, proporcionando a segurança de um carro sem os altos custos de se possuir um.

Impressionantemente, esta maravilha da engenharia não vem de uma grande montadora, mas de uma empresa de São Francisco (EUA) com apenas 10 funcionários. Kim e sua equipe construíram o protótipo à mão, usando sua própria tecnologia patenteada. O custo total para produzir o protótipo foi menos de US$ 800.000 (cerca de R$ 1,6 mi).

O C-1 ainda está em desenvolvimento e a empresa ainda está à procura de financiamento para ajudá-la a aperfeiçoar o protótipo e trazê-lo para o mercado, mas Kim estima que custará inicialmente cerca de US$ 20.000 (R$ 40 mil). O diretor acredita que o custo pode cair para até US$ 16.000 (R$ 34) se o veículo se tornar popular.

Uma vez que o C-1 estiver amplamente disponível, Kim acha que poderá ter um efeito transformador sobre a indústria automotiva amiga do meio ambiente.

“Neste momento, carros elétricos não são sustentáveis”, disse. “A bateria média dos carros elétricos é quatro vezes maior que a nossa, com um terço a gama. Se cada carro nos EUA tivesse bateria, seria necessário produzir energia quatro vezes mais energia. De onde viria tanta energia?”.

A “motocicleta carro” está prevista para ser lançada nos EUA em maio de 2014. Mais de 250 pessoas já fizeram depósitos para comprar uma.[TechNewsDaily, TheAtlantic]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

5 comentários

  • Guinaldo José dos Santos:

    me fez lembrar da romizeta,achei muito util.

  • Evelyn Luz:

    Já pesquisei tanto sobre, mas tudo me leva a crer que talvez meus netos tenham a sorte de poder andar num desses.

  • Danorton Tadeu Neves Gomes:

    Nas grandes cidades, temos sempre um problema. ESTACIONAR. é cada vez mais dificil encontrar uma vaga. Creio que a moto-carro,ou… não sei como chama-lo, será uma solução.”Se não acontecer o que o amigo D.R. comentou. (o que é bem possivel).

  • Falcone Big:

    Pela primeira vez na minha vida vou dizer:
    – Eu quero, eu desejo, eu preciso de uma moto!!!

  • D. R.:

    O mais incrível dessa ‘motocar’ é realmente o sistema de giroscópios que faz com que ela não tombe; alias, esse é um dos principais motivos porque nunca gostei de motos.

    O design também é muito elegante; com certeza, se nenhuma grande indústria automotiva comprar as patentes para engavetar a ideia, tem tudo para dar certo!

Deixe seu comentário!